O dossiê reuniu pesquisas e reflexões acerca do contexto atual de pós-verdade, desordem informacional, crise de credibilidade do jornalismo, ameaças à democracia e a urgência de literacias midiáticas, seja em espaços formais e informais de educação, seja em contexto parental. Também focou em estudos sobre economia política da comunicação e os impactos sofridos com a desinformação, accountability da mídia, papel dos observatórios de mídia e imprensa no combate à desinformação, assim como ações de ongs, instituições públicas e privadas e grupos de fact-checking, bem como as consequências bio-psico-sociais para os cidadãos.   

Organização do Dossiê

Profa. Dra. Cristiane Parente de Sá Barreto, Investigadora do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade da Universidade do Minho, Portugal.

Profa. Dra. Ana Maria da Conceição Veloso, Departamento de Comunicação da UFPE e Coordenadora do Observatório de Mídia, Brasil.

 

Organização dos artigos livres

Prof. Dr. Francisco Gilson Rebouças Porto Junior, Universidade Federal do Tocantins (UFT), Brasil.

Prof. Dr. Nelson Russo de Moraes, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), Brasil. 

 

Taxa de endogenia do número: 1%  | Taxa de aceitação do número:  10%  | Taxa de recusa do número: 90%   (Veja as estatísticas em Critérios de Qualidade)

Arquivamento permanente do número em:

Revista Observatório Dataverse/Harvard Dataverse: (em processamento) 

Publicado: 2020-10-01

Free Theme

Tema Livre