MÍDIA, DESINFORMAÇÃO E DEMOCRACIA: como os meios de comunicação influenciam as eleições presidenciais no Brasil

  • Fabíola Mendonça de Vasconcelos Universidade Federal de Pernambuco
Palavras-chave: Mídia, Desinformação, Eleições presidenciais, Brasil, Democracia

Resumo

Este artigo visa analisar a cobertura dos meios de comunicação brasileiros nas eleições presidenciais realizadas no país a partir da redemocratização, começando com a de 1989 e finalizando com a de 2018. O estudo tomou como base teórica reflexões sobre desinformação, manipulação, fake news e democracia, sob a ótica de autores como Serrano (2008; 2010), Abramo (2003), Ramonet (2007), Luhmann (2005), Mello (2020), Bucci (2019), Bobbio (2006) e Casara (2018). A pesquisa mostra que historicamente a mídia tenta interferir no resultado das eleições, recorrendo a estratégias de manipulação e deturpação dos fatos, o que enfraquece o sistema democrático.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabíola Mendonça de Vasconcelos, Universidade Federal de Pernambuco

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Serviço Social (PPGSS-UFPE), mestre em Comunicação (PPGCOM-UFPE), especialista em História de Pernambuco (UFPE), graduada em Jornalismo (Unicap). fabiolamendonca@gmail.com.

 

 

Referências

ABRAMO, Perseu. Padrões de manipulação na grande imprensa. 1ª ed – São Paulo: Editora Perseu Abramo, 2003.

AMORIM, Paulo Henrique. O 4º Poder – Uma outra história. São Paulo: Hedra, 2015

BOBBIO, Norberto. O Futuro da Democracia. Rio de Janeiro: Editora Paz e Terra, 2017.

BUCCI, Eugênio. Existem Democracia sem Verdade Factual? Organizado por Lucia Sanaella. Barueri, SP: Estação das Letras e Cores, 2019. E-book (Kindle).

CASARA, Rubens R R. Sociedade sem Lei: Pós-democracia, personalidade autoritária, idiotização e barbárie. 1ª edição. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2018. Recurso Eletrônico/E-book Kindle.

DEBORD, Guy. A sociedade do Espetáculo. Tradução: Estela dos Santos Abreu. Rio de Janeiro: Contraponto, 1997.

GRAMSCI, Antônio. O Leitor de Gramsci – Escritos escolhidos: 1916-1935. Carlos Nelson Coutinho (org.). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2011.

JOSÉ, Emiliano. Intervenção da imprensa na política brasileira (1954-2014). São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2015.

KOTSCHO, Ricardo. Uma Vida de Repórter: Do golpe ao Planalto. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

LUHMANN, Niklas. A Realidade dos Meios de Comunicação. Tradução Ciro Marcondes Filho. São Paulo: Paulus, 2005.

LIMA, Venício A. de. Mídia – Crise política e poder no Brasil. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2006.

MELLO, Patrícia Campos. A Máquina do Ódo: Notas de uma repórter sobre fake News e violência digital. São Paulo: Companhia das Letras, 2020. E-book (Kindle).

RAMONET, Ignacio. A Explosão do Jornalismo – Das mídias de massa à massa de mídias. Tradução: Douglas Estevam. 1ª edição. São Paulo: Publisher Brasil, 2012.

RUBIN Antônio Albino C.; COLLING Leandro. Política, Cultura e a Cobertura Jornalística das Eleições Presidenciais de 2006. In GOULART, Jefferson O (org.) Mídia e Democracia. São Paulo: Annablume, 2006.

SERRANO, Pascual. Desinformação: como os meios de comunicação ocultam o mundo. Tradução: Luísa Pietro Lamas. Rio de Janeiro: Espalhafato, 2010 (Senge-RJ em Debate).

_________. Desinformación – Cómo los medios ocultan el mundo. 1ª Edición. Barcelona: Pensínsula, 2008.

THOMPSON, John B. A mídia e a modernidade: uma teoria social da mídia. 10ª edição. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008.

Publicado
2020-10-01
Como Citar
VASCONCELOS, F. M. DE. MÍDIA, DESINFORMAÇÃO E DEMOCRACIA: como os meios de comunicação influenciam as eleições presidenciais no Brasil. Revista Observatório , v. 6, n. 6, p. a1pt, 1 out. 2020.