JOGOS DIGITAIS, APLICATIVOS, SIMULADORES, GAMIFICAÇÃO E NOTICIABILIDADE

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20873/uft.2447-4266.2018v4n4p27

Palavras-chave:

editorial

Resumo

A Revista Observatório apresenta seu quarto número de 2018, com capa produzida pela colega, professora e artista Amanda Leite, trazendo dois  and dossiês especiais! O primeiro, intitulado JOGOS DIGITAIS, APLICATIVOS, SIMULADORES E GAMIFICAÇÃO – DELINEANDO PRÁTICAS PARA EDUCAÇÃO E SAÚDE, foi organizado pelos colegas Dra. Lynn Alves e Dra. Isa Neves, ambas da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e tem o objetivo de socializar as pesquisas que vem sendo realizadas nos programas de Pós-Graduação Stricto Sensu, no Brasil e em Portugal. O segundo, intitulado NOTICIABILIDADE, foi organizado pelos colegas Dra. Lia Seixas, da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e Dr. Alfredo Vizeu, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), e mapea as diferentes acepções que a noticiabilidade adquire nos meios acadêmicos brasileiro e anglo-saxão, além de apontar pistas para se problematizar as modalidades de leitura e formulação nativa do conceito.

Leia mais

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lynn Rosalina Gama Alves, Universidade Federal da Bahia

Pós-doutorado em Jogos digitais e aprendizagem pela Universidade de Turim na Itália, doutora em Educação pela Universidade Federal da Bahia. Professora do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências da UFBA, coordenadora do grupo de pesquisa Comunidades Virtuais.E-mail: lynnalves@gmail.com

Isa Beatriz da Cruz Neves, Universidade Federal da Bahia

Doutorado em Educação e Contemporaneidade - PPGEduC- UNEB. Mestrado em Educação pela Faculdade de Educação da UFBA (Linha 1 - Currículo e (In) Formação). Bacharel e licenciatura em História (UCSal). Licenciatura em Pedagogia (UNEB). Atualmente é professora Adjunta da Universidade Federal da Bahia - UFBA. Desenvolve pesquisas relacionadas ao processo de ensino-aprendizagem e Tecnologias digitais. Atuou como professora formadora do programa do Governo Federal Um Computador por Aluno - UCA. Colaborou como tutora e professora do curso de História e Matemática - EAD/UNEB. Integrou a equipe de roteiro do projeto Búzios: Ecos da Liberdade, jogo eletrônico sobre a Revolta dos Alfaiates (1798) financiado pela FAPESB desenvolvido na Universidade do Estado da Bahia. Integrou da equipe de roteiro e dos conteúdos históricos do jogo eletrônico Tríade: Liberdade, Igualdade e Fraternidade financiado pela FINEP. Participou da construção do roteiro do game Desafio no Poló e do Braskem Game Quiz. Além disso, tem experiência na área de História com ênfase em Restauração e Conservação de Patrimônio Histórico. Área de interesse: Ensino de História, Educação na cultura digital, jogos digitais, gamificação, m-learning, educação especial, classes hospitalares e domiciliares e tecnologias digitais móveis, tecnologias assistivas. E-mail: isabeatriz@ufba.br. 

Lia Seixas, Universidade Federal da Bahia

Doutorado e mestrado no Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas e graduação em jornalismo. Professor adjunto da Universidade Federal da Bahia. E-mail: liaseixas@gmail.com.

Alfredo Vizeu, Universidade Federal de Pernambuco

Pós-doutorado em Comunicação pelo Programa de Pós-graduação em Comunicação Social da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PPGCOM da PUC-RS). Doutor em Comunicação pelo Programa de Pós-graduação em Comunicação e Cultura da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Mestre em Comunicação pelo PPGCOM da PUC-RS. Professor do Programa de Pós-graduação em Comunicação da Universidade Federal de Pernambuco (PPGCOM/UFPE). E-mail: a.vizeu@yahoo.com.br. 

Nelson Russo de Moraes, Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquista Filho, Campus Tupã

Doutor em Comunicação e Cultura Contemporânea pela UFBA, Mestre em Serviço Social pela UNESP, Graduado em Administração pela Instituição Toledo de Ensino de Bauru/SP. Coordenador do Grupo de Pesquisa em Democracia e Gestão Social (GEDGS). Professor do Curso de Graduação em Administração e do Mestrado em Agronegócio e Desenvolvimento, UNESP-Tupã. E-mail: nelsonrusso@tupa.unesp.br.

Francisco Gilson Rebouças Porto Junior, Universidade Federal do Tocantins (UFT)

Francisco Gilson Rebouças Pôrto Júnior é doutor em Comunicação e Cultura Contemporâneas pela Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia (UFBA), mestre em Educação pela Faculdade de Educação (UnB) e graduado em Comunicação Social/Jornalismo (ULBRA) e Pedagogia (UnB). Atualmente é líder do Núcleo de Pesquisa e Extensão e Grupo Lattes Observatório de Pesquisas Aplicadas ao Jornalismo e ao Ensino (OPAJE-UFT). É professor na Fundação Universidade Federal do Tocantins (UFT). Coordena pesquisas em ensino de jornalismo digital e preservação da Memória. Pesquisa sobre formação, ensino e processos educativos no Brasil, na União Europeia, CPLP/PALOPS e BRICS. E-mail: gilsonporto@uft.edu.br. 

Referências

ALMEIDA, J. R.; COSTA JUNIOR, A. P. DA. EDUCAÇÃO SOCIOAMBIENTAL, HISTÓRIA ORAL E FORMAÇÃO DOCENTE: A construção de um projeto de ensino com pescadores. Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 738-762, 29 jun. 2018.

ALVES, J. B. CRITÉRIOS DE NOTICIABILIDADE NO BRASIL E NO MUNDO. Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 468-499, 29 jun. 2018.

ANDRADE, L. A. GAME STUDIES ENCONTRAM JOGOS PARA SAÚDE: Uma entrevista com Espen Aarseth e Rune Nielsen. Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 858-873, 29 jun. 2018.

ARAÚJO, I.; CARVALHO, A. A. GAMIFICAÇÃO NO ENSINO: casos bem-sucedidos. Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 246-283, 29 jun. 2018.

AYRES GOMES, D. C.; BARRETO, L. F.; GALVÃO, P. DA S.; WALLYSON, A.; BEZERRA, L. L. S.; ZACCA, L. G. IMPERATRIZ, O POVO E A FAMA: a violência imaginária no jornal O Progresso (MA). Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 660-683, 29 jun. 2018.

BAPTAGLIN, L. A.; CHIERENTIN SANTI, V. J. AS INTERVENÇÕES ARTÍSTICAS URBANAS NO CIRCUITO DA ARTE EM RORAIMA E O POTENCIAL COMUNICATIVO DOS SABERES ARTÍSTICOS AMAZÔNICOS. Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 615-637, 29 jun. 2018.

BARBOSA, C. TRAKINAGEM: cinema e educação na escola. Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 893-898, 29 jun. 2018.

BITENCOURT, E. C. QUEM GANHA QUANDO EU DURMO BEM?: a retórica procedimental como modo de midiatização dos cuidados de si na Fitbit Charge 2. Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 113-148, 29 jun. 2018.

BOGOST, Ian. Persuasive Games: The Expressive Power of Videogames (MIT Press). EUA, 2010

BRAMBILLA, A. M. HOMOGENEIDADE E ENDOGENIA NOS INTERESSES DE JORNALISTAS DES-CONECTAM VALOR NOTÍCIA E POPULAÇÃO. Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 420-444, 29 jun. 2018.

DAL PONT, K. R. UM MAPA É UMA COISA IMPOSSÍVEL. Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 885-892, 29 jun. 2018.

DE ARAUJO, R. P. “NOVAS” CONFIGURAÇÕES FAMILIARES NA CONTEMPORANEIDADE – UMA (RE) LEITURA DE MEUS DOIS PAIS, DE WALCYR CARRASCO (2010). Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 833-857, 29 jun. 2018.

Deuze, Mark; Witschge, Tamara. O que o jornalismo está se tornando. Dossiê práticas jornalísticas. Parágrafo. Jul/dez. V. 4.Nº2. 2016.

DIAS, R.; DE OLIVEIRA, D. G.; LAUS REIS GOMES, V. M.; DE AZEVEDO CURVELLO, J. J.; SILVA, L. M. DE A.; SILVA, A. M. INSTITUCIONALIZAÇÃO DA PESQUISA SOBRE CRIANÇA E ADOLESCENTE EM JORNALISMO E EM COMUNICAÇÃO NOS ANOS 1990 E 2000. Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 571-614, 29 jun. 2018.

FERRARI BARBOSA, D. N.; MARTINS, R. L.; JUNIOR, N. K. JOGOS DIGITAIS MULTIMODAIS E RPG: Experiências no desenvolvimento da consciência ambiental a partir de recursos educacionais lúdicos. Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 201-228, 29 jun. 2018.

FERREIRA, A. R.; FRANCISCO, D. J. A IMPLEMENTAÇÃO DOS EXERGAMES NO ÂMBITO DA SAÚDE MENTAL: percorrendo outros percursos e traçando outras formas de fazer o cuidado. Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 229-245, 29 jun. 2018.

FLEURY, Afonso; NAKANO, Davi; CORDEIRO, J. H. D. O. Mapeamento da indústria brasileira e global de jogos digitais. São Paulo: GEDIGames/USP, 2014.

FREITAS, E. E. B. DE; ALVES, L. R. G.; TORRES, V. G. A. SAFESKILL: um serious game para estudantes e profissionais de segurança do trabalho. Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 173-200, 29 jun. 2018.

HEMPKEMEYER, S. GAMBIARRAS PEDALANTES: pesquisas em trânsito. Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 874-884, 29 jun. 2018.

JORGE, T. M. Mutação no jornalismo. Como a notícia chega à internet. Brasília: EdUnB, 2013.

MACHADO, L. S.; COSTA, T. K. DE L.; MORAES, R. M. DE. MULTIDISCIPLINARIDADE E O DESENVOLVIMENTO DE SERIOUS GAMES E SIMULADORES PARA EDUCAÇÃO EM SAÚDE. Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 149-172, 29 jun. 2018.

MEDITSCH, Eduardo; Segala, Mariana. Trends in three 2003/4 Journalism academic meetings. Revista Brazilian Journalism Research, n.1, v.1, p.48-60, 2005.

MELLO, Gustavo; ZENDRON, Patrícia. Como a indústria brasileira de jogos digitais pode passar de fase. Jogos Digitais – BNDES Setorial, no. 42, 2015, p. 338-381.

MONTEIRO, Graça França. A Notícia Institucional. In: DUARTE, Jorge (org.). Assessoria de imprensa e relacionamento com a mídia: teoria e técnica. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2006. p. 140-160.

MORAIS, C. DE S.; OSÓRIO, N. B. EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO: metodologia e estratégias para atuação junto aos acadêmicos da universidade da maturidade na cidade de Araguaína/TO. Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 793-815, 29 jun. 2018.

NOGUEIRA, L. A NOTICIABILIDADE A PARTIR DO AUDIOVISUAL: da mídia tradicional à recirculação em redes sociais digitais. Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 445-467, 29 jun. 2018.

OLIVEIRA, A.; GADELHA, C.; COSTA, S. EXISTEM ELEITORES QUE COMERCIALIZAM O VOTO?. Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 816-832, 29 jun. 2018.

PEREIRA, F. H. AS NOTÍCIAS COMO PRÁTICA COLETIVA E CONVENCIONAL: a abordagem beckeriana aplicada aos estudos do jornalismo. Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 389-419, 29 jun. 2018.

PEREIRA, Fábio Henrique; ADGHIRNI, Zélia Leal. O jornalismo em tempo de mudanças estruturais. Intexto, Porto Alegre: UFRGS, v. 1. n. 4. p. 38-57, jan./jun. 2011. Disponível em: http://seer.ufrgs.br/index.php/intexto/article/view/19208/12362. Acessado em: 30/03/2018.

PINTO, M. DA G. L. C. A ESCRITA: uma prática movida pela busca da melhor adequação da execução à intenção. Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 763-792, 29 jun. 2018.

SANTHIAGO, R.; LACERDA, G. C. B. DE. MEMÓRIAS E NARRATIVAS: a vocação comunitária do Centro de Estudos e Pesquisas em Reabilitação (CEPRE/FCM/Unicamp) por meio da história oral. Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 684-713, 29 jun. 2018.

SANTOS, J. S. DOS; OSÓRIO, N. B.; GÓES, E. H. S. TDICS E GAMES NO ENSINO MÉDIO INOVADOR: memórias de professores criativos. Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 500-549, 29 jun. 2018.

SEIXAS, L. VALORES NOTÍCIA: uma proposta de análise. Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 334-366, 29 jun. 2018.

SILVA SOUSA, K. C. A COMUNICAÇÃO ON LINE NO ENSINO SUPERIOR COMO RECURSO DIDÁTICO NA PESQUISA EM EDUCAÇÃO. Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 550-570, 29 jun. 2018.

SILVA, G. A ENGRENAGEM DA NOTICIABILIDADE NO MEIO DO REDEMOINHO. Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 308-333, 29 jun. 2018.

SILVA, M. P. DA; JERONYMO, R. DE S. A CONSTRUÇÃO CULTURAL DE CRITÉRIOS NOTICIOSOS EM CONTEXTOS REGIONAIS: reflexões teórico-metodológicas a partir dos jornais de Corumbá (MS). Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 367-388, 29 jun. 2018.

SILVEIRA, P. A ESCOLA E O MUNDO: pressupostos para a integração da atualidade na sala de aula. Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 638-659, 29 jun. 2018.

SOUSA, L.-C. S. C. S. PROPAGANDA ELEITORAL NAS NOTÍCIAS: interfaces entre jornalismo e Programa Eleitoral Gratuito nas eleições para o governo do Maranhão. Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 714-737, 29 jun. 2018.

STRELOW, Aline. O estado da arte da pesquisa em jornalismo no Brasil: 2000 a 2010. Intexto, Porto Alegre, UFRGS, v.02, n.25, p. 67-90, dez. 2011.

TRAQUINA, Nelson. As noticias. In: TRAQUINA, Nelson (org). Jornalismo: questões, teorias e “estórias”. Lisboa: Veja Ltda, 1993. P.167-176.

TRAQUINA, Nelson. Teorias do jornalismo: a tribo jornalística / uma comunidade Interpretativa internacional. Vol II, Florianópolis: Insular, 2005.

TRAQUINA, Nelson. Teorias do Jornalismo: porque as notícias são como são. Vol 1, Florianópolis: Insular/Pósjor UFSC, 2004.

VASCONCELLOS, M. S.; CARVALHO, F. G. DE; ARAÚJO, I. S. DE. “QUEM DEIXOU ISSO AQUI?!”: Retórica procedimental e participação no desenvolvimento de um jogo em saúde. Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 75-112, 29 jun. 2018.

VELOSO, A. I.; RIBEIRO, T.; COSTA, L. QUANDO JOGO ATÉ ME ESQUEÇO DAS DORES: Jogos digitais como estratégia para a reabilitação física. Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 46-74, 29 jun. 2018.

VIZEU, A.; LEITE, F. DECIDINDO O QUE É NOTÍCIA: 20 anos depois. Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 284-307, 29 jun. 2018.

Wolf, Mauro. Teorias da Comunicação. Lisboa: Editorial Presença, 2001.

Publicado

2018-06-29

Como Citar

ALVES, Lynn Rosalina Gama; NEVES, Isa Beatriz da Cruz; SEIXAS, Lia; VIZEU, Alfredo; MORAES, Nelson Russo de; PORTO JUNIOR, Francisco Gilson Rebouças. JOGOS DIGITAIS, APLICATIVOS, SIMULADORES, GAMIFICAÇÃO E NOTICIABILIDADE. Revista Observatório , [S. l.], v. 4, n. 4, p. 27–45, 2018. DOI: 10.20873/uft.2447-4266.2018v4n4p27. Disponível em: https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/observatorio/article/view/5567. Acesso em: 13 abr. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 > >> 

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.