A BUSCA POR PADRÕES NA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS MATEMÁTICOS NOS ANOS FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

  • Wanderson Santos do Nascimento Instituto Federal de Educação do Tocantins
  • César de Oliveira Zica Instituto Federal de Educação do Tocantins
Palavras-chave: Padrões matemáticos; Interpretação; Problemas

Resumo

O presente artigo tem como cerne propor a importância da busca por padrões matemáticos como ferramenta auxiliadora na resolução de exercícios nas series finais do ensino fundamental, mostrando que estes podem agir como um pilar para uma educação eficaz e duradoura. Foi realizado um estudo bibliográfico com diferentes autores, no intuito de trazer clareza sobre o tema, buscando uma fundamentação teórica relacionada com a importância do mesmo para um ensino aprendizagem significativo. O estudo apresenta algumas atividades (problemas), que foram resolvidos por meio da análise e do uso de padrões, mostrando assim suas possíveis aplicações e sua formidável serventia. O objetivo na apresentação desses problemas foi mostrar a relevância em enxergar padrões, os quais podem estimular a aprendizagem facilitando a interpretação e a resolução de problemas matemáticos, por parte dos alunos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wanderson Santos do Nascimento, Instituto Federal de Educação do Tocantins

Graduado em licenciatura em matemática pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins – IFTO. E-mail: wandersonpollga@hotmail.com

César de Oliveira Zica, Instituto Federal de Educação do Tocantins

Graduação em Licenciatura e Bacharelado em Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Mestre em Matemática em Rede Nacional (PROFMAT) pela Universidade Federal do Tocantins. Doutorando em Educação Matemática na Universidade UNIBAN/Anhanguera de São Paulo. E-mail: coordmat@ifto.edu.br.

Referências

BRÜZEKE, Franz Josef. Caos e ordem na teoria sociológica. Belém, Maio de 1993. Disponível em: file:///C:/Users/Home/Downloads/009%20(2).pdf. Acesso em: 2 de Fevereiro de 2019.

CEREZO, Richard. Por que o matemático brasileiro Artur Ávila ganhou a Medalha Fields. GAUCHAZH – Porto Alegre 2014. Disponível em: https://gauchazh.clicrbs.com.br/porto-alegre/noticia/2014/08/Por-que-o-matematico-brasileiro-Artur-Avila-ganhou-a-Medalha-Fields-4576455.html. Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

DEMO, Pedro. Professor/Conhecimento. UnB, 2001. Disponível em: http://antigo.enap.gov.br/downloads/ec43ea4fProfessor_Conhecimento.pdf. Acesso em: 2 de Fevereiro de 2019.

DEVLIN, K. Matemática: a ciência dos padrões. Tradução Alda M. Durães. Porto: Porto Editora, 2002.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. Editora Paz e terra, 1987. Disponível em: http://www.dhnet.org.br/direitos/militantes/paulofreire/paulo_freire_pedagogia_do_oprimido.pdf.Acesso em: 01 de fevereiro de 2019.

FONSECA, H. (2000). Os processos matemáticos e o discurso em actividades de investigação na sala de aula. Tese de mestrado, Universidade de Lisboa. Lisboa: APM.

IMPA. Olimpíadas brasileiras de matemática das escolas públicas. Fase 2, Edição 2017. Disponível em: http://www.obmep.org.br/provas_static/pf2n2-2017.pdf. Acesso em: 30 de janeiro de 2019.

KOCHI, Bruna Tiemi. Instalação interativa de rede de relações referencializada na teoria do caos. Bauru 2011. Disponível em: https://www.faac.unesp.br/Home/Departamentos/Design/ProjetosApresentados/nodus-relatorio.pdf. Acesso em: 1 de Fevereiro de 2019.

LEONTIEV, Alexei. Os princípios do desenvolvimento mental e o problema do atraso mental. Centauro editora, São Paulo: 2011. Disponível em: https://www.unifal-mg.edu.br/humanizacao/wp-content/uploads/sites/14/2017/04/LEONTIEV-Alexei-N.-Os-princ%C3%ADpiois-do-desenvolvimento-mental-e-o-problema-do-atraso-mental.pdf. Acesso em: 01 de fevereiro de 2019.

LOPES, Tânia Isabel Duarte. Padrões e regularidades no ensino básico. Departamento de Matemática, Universidade De Coimbra (2012). Disponível em:http://www.mat.uc.pt/~mat0717/public_html/Cadeiras/1Semestre/TrabalhoPadroes_TANIALOPES.pdf. Acesso em: 25 de janeiro de 2019.

MASON, John. Expressing Generality and Roots of Algebra. In: BEDNARZ, N; KIERAN, C; LEE, L. (Eds.). Approaches to Algebra, Perspectives for Research and Teaching. Dordrecht: Kluwer Academic Publishers, 1996. p. 65-86.

MARQUES, Alex Sandro; ANDERE, André; SILVA, Pollyanna Santana; CALDERUCCI, Thiago Laet de H. Coleção Callis, ensino Fundamental II, Matemática. Editora Poliedro, São José dos Campos – SP, 2019.

MORENO, Ana Carolina. Brasil cai em ranking mundial de educação em ciências, leitura e matemática. G1, 2016. Disponível em: https://g1.globo.com/educacao/noticia/brasil-cai-em-ranking-mundial-de-educacao-em-ciencias-leitura-e-matematica.ghtml. Acesso em: 2 de Fevereiro de 2019.

TEORIA DA COMPLEXIDADE; Teoria dos fractais; Disponível em: https://teoriadacomplexidade.com.br/geometria-fractal/. Acesso em: 01 de fevereiro de 2019.

RITTO, Cecília; THOMAZ, Cintia. Revista VEJA, 2014. Disponível em: https://veja.abril.com.br/educacao/um-brasileiro-no-topo-do-mundo/. Acesso em: 01 de fevereiro de 2019.

VALE, Isabel; PIMENTEL, Teresa; Raciocinar com padrões figurativos. Disponível em:http://www.spiem.pt/eiem2013/wpcontent/uploads/2013/05/GD1C7ValePimentel.pdf. Acesso em: 01 de fevereiro de 2019.

VALE; Elizabete Carlos do. As tarefas de padrões na aula de matemática: um desafio para professores e alunos. Interacções, n. 20, p. 181-207, 2012.

VYGOTSKI, L. S. A formação social da mente. Livraria Martins Fontes Editora Ltda. São Paulo - SP 1991 4ª edição brasileira. Disponível em: http://www.egov.ufsc.br/portal/sites/default/files/vygotsky-a-formac3a7c3a3o-social-da-mente.pdf. Acesso em: 01 de fevereiro de 2019.

Publicado
2019-10-01
Como Citar
NASCIMENTO, W. S. DO; ZICA, C. DE O. A BUSCA POR PADRÕES NA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS MATEMÁTICOS NOS ANOS FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL. Revista Observatório, v. 5, n. 6, p. 613-633, 1 out. 2019.