Notícias

Mudanças na Revista Observatório para 2022

2022-05-04

Revista Observatório, periódico trimestral mantido pelo Núcleo de Pesquisa e Extensão Observatório de Pesquisas Aplicadas ao Jornalismo e ao Ensino (OPAJE) da Universidade Federal do Tocantins (UFT) em parceria com o Grupo de Pesquisa Democracia e Gestão Social (GEDS) da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP-Tupã), continuando sua política de atualização para melhor internacionalização, informa as mudanças que ocorrerão em 2022, pós-pandemia da Covid-19:

1. Reforçamos que as normas de publicação e referências utiliza o manual de estilo da American Psychological Association (APA), visando a padronização internacional;

2. A Revista passa a publicar os artigos assim que sejam aprovados pelos pareceristas e terminem o processo editorial. Dessa forma, deixaremos de disponibilizar dossiês e números fechados para estimular a publicação em fluxo contínuo de artigos. Com isso, esperamos diminuir ainda mais os prazos de disponibilização do conhecimento científico público. 

3. Redobraremos esforços para continuar nossas políticas de atualização e indexação dos artigos e seus metatados em bancos nacionais e internacionais. Para isso, todas as políticas serão revistas em 2022 e ajustadas aos padrões internacionais, caso ainda não estejam. 

 

Saiba mais sobre Mudanças na Revista Observatório para 2022

Edição Atual

v. 7 n. 4 (2021): Media innovation in Ibero-America: looking to the future / Inovação em mídia na Ibero-América: mirando o futuro

Identificar, caracterizar e refletir criticamente sobre os processos inovadores da comunicação, da mídia e do jornalismo são os pontos centrais da edição temática de Inovação em mídia da Revista Observatório. O dossiê apresenta uma curadoria de artigos que exploram os cenários no Brasil e na Colômbia com destaque para inovações nos campos prático, acadêmico, social e econômico, onde são mostradas novas formas de aprendizagem mediadas por tecnologias, a criação de modelos de negócios e expansão transmídia de conteúdos, produtos ou serviços para ambientes multiplataforma. Como é imprescindível, a crise sanitária surge como um contexto atípico e de pano de fundo para algumas das discussões propostas.

 

Organização do Dossiê Temático

Profa. Dra. Ana Cecília Bisso Nunes (PUCRS, Brasil)

Profa. Dra. Ana Marta Moreira Flores (NOVA, Portugal)

Profa. Dra. Maria Isabel Villa Montoya (EAFIT, Colômbia)

 

Organização dos Temas Livres

Prof. Dr. Francisco Gilson Rebouças Porto Junior, Universidade Federal do Tocantins, Brasil. 

 

Taxa de endogenia do número: 0%  | Taxa de aceitação do número:  6%  | Taxa de recusa do número: 94%   (Veja as estatísticas em Critérios de Qualidade)

Publicado: 2021-10-01

Editorial

Media innovation in Ibero-America: looking to the future

Ver Todas as Edições