SPOTIFY: mediadores de escuta e arranjos algorítmicos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20873/uft.2447-4266.2022v8n1a1pt

Palavras-chave:

Spotify, plataformas, algorítmos, mediação

Resumo

Este ensaio desenvolve uma breve história das práticas de produção e da fruição no processo de plataformização da experiência musical e procura entender como os novos ambientes digitais alteram as condições de experiência com a música no mundo contemporâneo. O foco da análise é a plataforma digital de streaming Spotify, como mediador de escuta, no contexto de transformações trazidas pelos modos de registro, distribuição e consumo de música por meio de plataformas digitais – e seus complexos processos de dataficação e orientação pela lógica algorítmica. O ensaio pretende apresentar os momentos iniciais desse processo, a partir da construção de um modelo de negócio, baseado na experiência de captura da atenção, na curadoria humana e algorítmica que orienta a fruição musical no Spotify.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Liráucio Girardi Júnior, Faculdade Cásper Líbero

Graduação em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (1991), mestrado em Ciência Política pela Universidade Estadual de Campinas (1995) e doutorado em Sociologia pela Universidade de São Paulo (2004). Professor titular (Sociologia e Comunicação) da Faculdade Cásper Líbero e da Escola de Comunicação/Escola da Indústria Criativa USCS.

Heitor Ribeiro, Faculdade Cásper Líbero

Bacharel em Jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero.

Referências

AMARAL, A. Manifestações da performatização do gosto nos sites de redes sociais: uma proposta pelo olhar da cultura pop. Revista Eco-PÓS, Rio de Janeiro, v.17, n.3, 2014.
ANDERSON, C.. Free - O futuro dos preços. Rio de Janeiro: Campus, 2009
BONINI, T., & GANDINI, A. “First Week Is Editorial, Second Week Is Algorithmic”: Platform Gatekeepers and the Platformization of Music Curation. Social Media + Society, 2019
BOURDIEU, P.. As regras da arte: gênese e estrutura do campo literário. São Paulo: Companhia das Letras, 1996
CRUZ, L. R. da. Os novos modelos de negócio da música digital e a economia da atenção. Revista Crítica de Ciências Sociais, 2016
DUFFY, B. E., POELL, T., & NIEBORG, D. B. Platform Practices in the Cultural Industries: Creativity, Labor, and Citizenship. Social Media + Society, 2019
GILLESPIE, T.. A relevância dos algoritmos – Parágrafo, São Paulo, Brasil, v. 6, n. 1, p. 95-121, jan./abr. 2018.
GIRARDI JR, L.. Pierre Bourdieu: questões de sociologia e comunicação. São Paulo ; Fapesp:Annablume, 2007
___________________. “Cultural Techniques” e a Materialidade da Comunicação: contribuições para uma “Digital Literacy”. Trabalho apresentado ao Grupo de Trabalho Comunicação e Cibercultura do XXVI Encontro Anual da Compós. Faculdade Cásper Líbero, São Paulo - SP, 06 a 09 de junho de 2017
HELMOND, Anne. The Platformization of the Web: Making Web Data Platform Ready. Social Media + Society. p. 1-11 2015
HESMONDHALGH, D., MEIER, L. M. What the digitalisation of music tells us about capitalism, culture and the power of the information technology sector, Information, Communication & Society, 21:11, 2018
HERSCHMANN, M. (org.). Nas bordas no mainstream musicaL: novas tendências da música independente no início do século XXI.. São Paulo : Estação das Letras e Cores Editora, 2011, v.1. p.420.
KISCHINHEVSKY, Marcelo; HERSCHMANN, Micael. A reconfiguração da indústria da música. E-compós, Brasília, v.14, n.1, p. 1-14, jan./abr. 2011.
LESSIG, L.. Cultura Livre. São Paulo: Trama Universitária, 2005
LIMA, L.P. B. Práticas Culturais on-line e Plataformas Digitais: desafios para a diversidade cultural na internet. Revista do Centro de Pesquisa e Formação / Nº 7, novembro 2018
MEIER, L.; MANZEROLLE, V. R.. Rising tides? Data capture, platform accumulation, and new monopolies in the digital music economy. New Media & Society. 21(3), pp. 543-561, 2019
MONARCHA, H., NETTO, A. S.. SPOTIFY E USER EXPERIENCE: Um Estudo Do Novo Consumidor De Música Na Era Digital. Puçá - Revista de Comunicação e Cultura da Faculdade Estácio do Pará - Belém, Ano 3, Vol. 3, no 2. Ago./Dez. 2017
MORRIS, J. W. Curation by code: Infomediaries and the data mining of taste. European Journal of Cultural Studies Vol. 18(4-5) p. 446–463, 2015
PREY, R.. Musica Analytica: The Datafication of Listening, In Nowak, R., & Whelan, A. (Eds.) Networked Music Cultures, Palgrave Macmillan UK, 2016 (pp. 31-48).
SÁ, S. P. de ; WALTENBERG, L. . A vida (nada) secreta dos discos de vinil: materialidades, vínculos e performance de gosto nas práticas de consumo musicais In: Erick Felinto. (Org.). Vida Secreta dos Objetos. 1ed.: , 2016,
SHAPIRO, C., VARIAN, H. R. A Economia da Informação. Rio de Janeiro: Campus, 1999, SIEGERT, B.. Cultural Techniques: Or the End of the Intellectual Postwar Era in German Media Theory. Theory, Culture & Society vol. 30 n.6, pp. 48–65, 2013
SRNICEK, N. Plataform Capitalism. Cambridge/UK; Polity Press, 2017
STRIPHAS, T. Algorithmic Culture. European Journal of Cultural Studies. V. 18 n. 4-5, p. 395-412, 2015
VAN DJICK, J. Users like you? Theorizing agency in user-generated content. Media Culture Society; 31; 41, 2009
WAGNER, T. et alli. Streaming Killed the Download Star! How the Business Model of Streaming Services Revolutionizes Music Distribution. Journal of Organizational Advancement, Strategic and Institutional Studies, Vol. VII, No. 1, 2015
TELLES, M.. Medium/Forma nas Teorias Alemãs das Mídias: um exercício em “arqueologia epistêmica”. Trabalho apresentado no GP Teorias da Comunicação, XVI Encontro dos Grupos de Pesquisas em Comunicação, evento componente do XXXIX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, 2016
WILLIAMS, R.. Televisão: tecnologia e forma cultural. São Paulo: Boitempo; Belo Horizonte, PUCMinas, 2016

Publicado

2022-02-20

Como Citar

GIRARDI JÚNIOR, Liráucio; RIBEIRO, Heitor. SPOTIFY: mediadores de escuta e arranjos algorítmicos . Revista Observatório , [S. l.], v. 8, n. 1, p. a1pt, 2022. DOI: 10.20873/uft.2447-4266.2022v8n1a1pt. Disponível em: https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/observatorio/article/view/11361. Acesso em: 15 abr. 2024.