INSEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL DE FAMÍLIAS COM BAIXA CONDIÇÃO ECONÔMICA RESIDENTES NA ZONA OESTE DE PIRACICABA-SP

Palavras-chave: Insegurança Alimentar e Nutricional, Fome, Brasil

Resumo

Circunstâncias de Insegurança Alimentar e Nutricional (IAN) são encontradas em regiões brasileiras, por diversos fatores como a fome/desnutrição, doenças associadas à má alimentação e ingestão de alimentos de qualidade duvidosa que põe em risco a saúde. Diante dessa situação Políticas Públicas são necessárias para garantir os Direitos Humanos à Alimentação Adequada - DHAA da população brasileira, e também estudos nessa área são necessários para que se possa ter conhecimento de seus determinantes. O presente estudo foi realizado, através da metodologia de pesquisa qualitativa em saúde. Os sujeitos da pesquisa foram nove participantes, mães de crianças menores de dois anos de idade. Foram realizadas entrevistas dialogadas e descritivas para a elaboração dos resultados, que foram obtidos a partir da análise do conteúdo segundo Minayo (1999). Desenvolvidos pelo olhar de duas pesquisadoras, identificando significados e agrupando esses por semelhanças. Foi possível a identificação da riqueza de informações de dados, onde a presença de insegurança alimentar e a fome são reais, apresentando uma realidade que pode ser vista em tantos outros domicílios do Brasil afora. Podemos observar a importância do olhar para as políticas e mecanismos para que o DHAA possa acontecer corretamente. Conhecendo desta forma através de pesquisas, suas falhas, para assim melhorar as situações alimentares brasileiras.

Publicado
2017-02-06