AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL: uma análise de indicadores de desempenho institucional em uma IFES

Palavras-chave: Palavras-chave: Avaliação Institucional. Indicadores de desempenho. Sinaes.

Resumo

Esta pesquisa teve como objetivo analisar os resultados dos indicadores de desempenho institucional considerando as diretrizes estabelecidas e observando as recomendações oriundas dos mecanismos de Avaliação Institucional. Caracteriza-se como exploratória e descritiva e levantamento bibliográfico e documental, com abordagem quali-quantitativa desenvolvida a partir da análise de resultados de indicadores institucionais dos anos de 2016 e 2017, associados, especialmente, ao Eixo 3 – Políticas Acadêmicas, do Sistema Nacional de Avaliação Superior - Sinaes. Os resultados e análises apresentados têm a sua aplicabilidade e relevância institucional, no sentido de apoiar a implementação de estratégias e ações para o desenvolvimento e planejamento institucional da Universidade Federal do Tocantins.

 

PALAVRAS-CHAVE: Avaliação Institucional; Indicadores de desempenho; Sinaes.

 

 

ABSTRACT

This study aimed to analyze the results of the institutional performance indicators considering the established guidelines and observing the recommendations from the mechanisms of Institutional Evaluation. It is characterized as descriptive and exploratory, with bibliographical and documental survey, using an quali-quantitative approach developed from the analysis of the results of institutional indicators of year 2016 and 2017, associated, in particular, with the axis 3 - Políticas Acadêmicas, do Sistema Nacional de Avaliação Superior – Sinaes (Academic Policies of the National System of Higher Assessment). The analyses and results presented have the applicability and an institutional relevance, in order to support the implementation of strategies and actions for the development and institutional planning at the Federal University of Tocantins.

 

KEYWORDS: Institutional Assessment; Performance indicators; Sinaes.

 

 

RESUMEN

Esta investigación tuvo como objetivo analizar los resultados de los indicadores de desempeño institucional considerando las directrices establecidas y observando las recomendaciones oriundas de los mecanismos de Evaluación Institucional. Se caracteriza como exploratoria, descriptiva, levantamiento bibliográfico y documental, con abordaje cualitativito-cuantitativo desarrollada a partir del análisis de resultados de indicadores institucionales de los años 2016 y 2017, asociados, especialmente al Eje 3 – Políticas Académicas, del Sistema Nacional de Evaluación Superior – SINAES. Los resultados y análisis presentados tienen su aplicabilidad y relevancia institucional, en el sentido de apoyar la implementación de estrategias y acciones para el desarrollo y planeación institucional de la Universidad Federal de Tocantins.

 

PALABRAS CLAVE: Evaluación Institucional; Indicadores de desempeño; Sinaes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Andrea Lemus Erasmo, Universidade Federal do Tocantins

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Santa Maria (1985), mestrado em Agronomia (Produção Vegetal) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1988) e doutorado em Agronomia (Produção Vegetal) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1995). Atualmente é professor Adjunto IV da Fundação Universidade Federal do Tocantis, no curso de Agronomia e Eng. Florestal, e professor permanente nos Programas de Pós-­graduação em Produção Vegetal­ -UFT(Mestrado e Doutorado) desde 2008, e Ciências Florestais e Ambientais­ - UFT (Mestrado), desde 2012. Desenvolve trabalhos de Pesquisa na área de ecologia e manejo de plantas daninhas, cultivo de pinhão manso e extrato de plantas para fins alelopáticos. É coordenador do grupo de pesquisa Jatropha curcas - Tocantins. É líder do grupo de pesquisa do CNPQ "Ecofisiologia e manejo de plantas daninhas". Faz parte da Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas. Possui experiência na área de gestão e avaliação universitária, tendo ocupado diversos cargos desde o ano de 1996. Foi Diretor do campus de Gurupi da UFT nos períodos de 2007 a 2011 e de 2011 a 2015. É Pro Reitor de Avaliação e Planejamento desde Junho de 2015. É bolsista de produtividade em pesquisa do CNPq ­ Nível 2.

Michelle M. Semiguen L. T. Duarte, Universidade Federal do Tocantins

Mestrado profissional em Mestrado em Gestão de Politicas Publicas pela Universidade Federal do Tocantins (UFT). Graduação em Engenharia de Produção Agroindustrial pela Faculdade Estadual de Ciências e Letras de Campo Mourão (FECILCAM). E-mail: msduarte@uft.com.br

Enedina Betânia Leite de Lucena Pires Nunes, Universidade Federal do Tocantins

Mestrado em Educação pela Universidade Federal do Tocantins (UFT). Graduação em Administração pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). E-mail: enedina@uft.com.br.

Rayenne Neres Montelo Mendes, Universidade Federal do Tocantins

Especialista em Administração Pública, MBA em Gestão Empresarial e Graduada em Administração pela UFT. E-mail: rayene@uft.edu.br.

Referências

BITTENCOURT, Hélio Radke et. al. Sobre o Índice Geral de Cursos (IGC). Avaliação, Campinas; Sorocaba, SP, v. 14, n. 3, p. 667-682, nov. 2009. http://www.scielo.br/pdf/aval/v14n3/a08v14n3.pdf. Acesso em: 27 abr. 2018.

BRASIL. Instrumento de Avaliação Institucional Externa. Presencial e a Distância. Recredenciamento e Transformação de Organização Acadêmica. Brasília, 2017. Disponível em: http://download.inep.gov.br/educacao_superior/avaliacao_institucional/instrumentos/2017/IES_recredenciamento.pdf . Acesso em: 02 fev. 2018.

BRASIL. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Secretaria de Gestão.

Guia referencial para medição de desempenho e manual para construção de indicadores. Brasília, 2009a. Disponível em: < http://www.gespublica.gov.br/sites/default/files/documentos/guia_indicadores_jun2010.pdf>. Acesso em: 18 ago. 2017.

BRASIL. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Indicadores de programas: Guia Metodológico. Brasília: MP, 2010.

BRASIL. Tribunal de Contas da União. Secretaria de Educação Superior/MEC. Secretaria Federal de Controle Interno. Orientações para o cálculo dos indicadores de gestão. Decisão n. 408/2002 e Acórdãos n.1.043/2006 e n.2. Brasília: TCU, MEC, SFCI, 2009b.

BRASIL. Tribunal de Contas da União. Técnica de Auditoria: Indicadores de Desempenho e Mapa de Produtos. Brasília : TCU, Coordenadoria de Fiscalização e Controle, 2000. 32 p. Disponível em: < http://portal.tcu.gov.br/biblioteca-digital/tecnica-de-auditoria-indicadores-de-desempenho-e-mapa-de-produtos.htm> . Acesso em: 05 ago. 2017.

BRASIL. Presidência da República. Lei Nº 10.861, de 14 de abril 2004.

Institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – SINAES e dá outras providências. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2004/lei/l10.861.htm>. Acesso em: 06 ago. 2017.

CHIAVENATO, Idalberto. Teoria Geral da Administração: abordagens descritivas e explicativas. V. 2. 5 ed. São Paulo: Makron Books, 1998.

CHIAVENATO, Idalberto. Teoria Geral da Administração: abordagens prescritivas e normativas da administração. V. 1. 5 ed. São Paulo: Makron Books, 1997.

DIAS SOBRINHO, José. Qualidade, Avaliação: do SINAES a índices. Avaliação, Campinas; Sorocaba, v. 13, n. 3, p. 817-825, nov. 2008. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/aval/v13n3/11.pdf > Acesso em: 27 abr. 2018.

FERREIRA, Helder; CASSIOLATO, Martha; GONZALEZ, Roberto. Como Elaborar Modelo Lógico de Programas: um roteiro básico. Nota Técnica. Brasília: IPEA, 2007. Disponível em: < http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/nota_tecnica/2007_nt02_fevereiro_disoc.pdf> . Acesso em: 18 ago. 2017.

FORPLAD - FORUM NACIONAL DE PRÓ-REITORES DE PLANEJAMENTO E ADMINISTRAÇÃO. Indicadores de gestão. Instituições Federais de Ensino Superior. Brasília. 2003.

JANNUZZI, Paulo de M. Indicadores Sociais no Brasil. 3. Ed. Campinas: Alínea Editora, 2001. Conceitos, Fonte de Dados e Aplicações> Disponível em: https://favaretoufabc.files.wordpress.com/2014/06/januzzi-principais-indicadores-sociaiscompleto.pdf. Acesso em: 18 ago. 2017.

KAPLAN, Robert S.; NORTON, David P. A estratégia em ação: balanced scorecard. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

SANDER, Benno. Administração da Educação no Brasil: Genealogia do Conhecimento. Brasília: Liber Livro, 2007. http://www.jpe.ufpr.br/n2_r.pdf. Acesso em 03 out. 2017.

SINAES - Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior: da concepção à regulamentação. INEP. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. 5. ed., revisada e ampliada. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2009. 328 p. Disponível em: < http://portal.inep.gov.br/documents/186968/484109/SINAES+-+Sistema+Nacional+de+Avalia%C3%A7%C3%A3o+da+Educa%C3%A7%C3%A3o+Superior+Da+Concep%C3%A7%C3%A3o+%C3%A0+Regulamenta%C3%A7%C3%A3o+5a+ed+amp/d98724bf-b529-4a88-a5f9-e62b9d6f9ebc?version=1.4> . Acesso em: 06 ago. 2017.

UFT - UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS. Plano de Desenvolvimento Institucional 2016-2020. Palmas, 2016a. Disponível em: <http://docs.uft.edu.br/share/proxy/alfresco-noauth/api/internal/shared/node/uliBUJ1lT5ej50IeDsRRLw/content/PDI%202016-2020.pdf>. Acesso em: 15 ago. 2017.

UFT - UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS. Resolução do Consuni Nº 09, de 27 de abril de 2016. Dispõe sobre a instituição do Plano de Monitoramento e Avaliação das Ações do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da Universidade Federal do Tocantins. Palmas, 2016b. Disponível em: http://docs.uft.edu.br/share/proxy/alfresco-noauth/api/internal/shared/node/S1Iww-AMRhSTWoX9pdg1Rw/content/09-2016%20-%20Plano%20de%20Monitoramento%20das%20metas%20do%20PDI%20da%20UFT.pdf. Acesso em: 22 ago. 2017.

UFT – UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS. Relatório de Gestão da Universidade Federal do Tocantins – Exercício 2017. Palmas, 2018. Disponível em: https://docs.uft.edu.br/share/s/FOw1DB6GSwCU08x-ZQwRhg . Acesso em: 20 abr. 2018.

YIN, Robert K. Estudo de caso: planejamento e métodos; trad. Daniel Grassi. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.

Publicado
2018-10-08
Como Citar
ERASMO, E.; DUARTE, M. M.; PIRES NUNES, E.; MENDES, R. AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL: uma análise de indicadores de desempenho institucional em uma IFES. Revista Observatório, v. 4, n. 6, p. 845-877, 8 out. 2018.
Seção
Tema Livre / Free Theme / Tema Libre