MODELO DE APURAÇÃO DE CUSTOS EM UNIVERSIDADES FEDERAIS

Palavras-chave: Custos, Gestão, Universidades

Resumo

A Gestão das Universidades Federais, por serem organizações complexas e de responsabilidade pública, tem se tornado cada vez mais desafiadora, o que leva à necessidade de promover o seu aperfeiçoamento. Este trabalho tem como objetivo apresentar uma proposta metodológica de apuração de custos adequada às necessidades da Universidade Federal do Tocantins – UFT. A pesquisa é um estudo de caso de natureza qualitativa, pois se buscou estudar a teoria existente e aplicar a uma dada realidade. O modelo foi fundamentado no Activity based Cost (ABC) para a geração de informações como instrumento de apoio à Gestão. A técnica de cálculo de custos ABC prevê o monitoramento das atividades que acarretam os maiores custos, sendo estes alocados aos produtos, possibilitando, dessa forma, a análise dos custos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Lúcia Medeiros, Universidade Federal do Tocantins

Graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal da Paraíba, mestrado em Economia pela Universidade Federal da Paraíba  e doutorado em Administração de Empresas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Realizou estágio doutoral no ISCTE/IUL em Lisboa - PT. Atualmente é professora adjunto II da Fundação Universidade Federal do Tocantins e do Mestrado em Gestão de Políticas Públicas. E-mail: analucia@uft.edu.br

Michelle M.S.L. Trombini Duarte, Universidade Federal do Tocantins

Mestre em Gestão de Políticas Públicas pela Universidade Federal do Tocantins, especialista em Administração Publica e, graduada em Engenharia de Produção pela Faculdade Estadual de Ciências e Letras de Campo Mourão (2003). Atualmente é Diretora de Planejamento e Avaliação da Fundação Universidade Federal do Tocantins, atuando principalmente nos seguintes temas: avaliação e gestão pública. E-mail: msduarte@uft.edu.br. 

Referências

ALONSO, M. Custos no serviço público. Revista do Serviço Público. Brasília, n. 1, p. 37-62, jan. mar., 1999. Disponível em: https://revista.enap.gov.br/index.php/RSP/article/view/340

AMARAL, N. C. Evolução do custo do aluno das IFES: eficiência? Revista Avaliação – Revista de Avaliação Institucional da Educação Superior. São Paulo, v. 9, n. 2, p. 115-125, jun., 2004. Disponível em: http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php/avaliacao/article/view/1272

BRASIL. Decreto 4.279 de 21 de julho de 2002. Dispõe sobre a organização administrativa da Fundação Universidade Federal do Tocantins, e determina outras providências. Disponível em: http://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/2002/decreto-4279-21-junho-2002-464767-norma-pe.html.

______. Lei n. 10.032 de 23 de outubro de 2000. Autoriza o Poder Executivo a instituir a Fundação Universidade Federal Do Tocantins. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L10032.htm.

______. Portaria n. 42, de 14 de abril de 1999. Atualiza a discriminação da despesa por funções de que tratam o inciso I do § 1º do art. 2º e § 2º do art. 8º, ambos da Lei nº 4.320, de 17 de março de 1964, estabelece os conceitos de função, subfunção, programa, projeto, atividade, operações especiais, e dá outras providências. Disponível em: http://www3.tesouro.gov.br/legislacao/download/contabilidade/portaria42.pdf.

______. Tribunal de Contas da União. Orientações para o cálculo dos indicadores de gestão decisão TCU n. 408/2002-Plenário. Março de 2002. Disponível em: portal.mec.gov.br/setec/arquivos/pdf/indicadores.pdf .

BORGES, Thiago Bernardo; DO CARMO MARIO, Poueri; CARNEIRO, Ricardo. A implementação do sistema de custos proposto pelo governo federal: uma análise sob a ótica institucional. Revista de Administração Pública-RAP, v. 47, n. 2, 2013. Disponível em:http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0034-76122013000200009&script=sci_abstract&tlng=pt

CARVALHO, Dalmy Freitas de. A contabilidade de custos e os métodos de custeio: uma análise da utilização gerencial da informação da contabilidade de custos pelas indústrias de autopeças da Região Metropolitana de Belo Horizonte. Rio de Janeiro: Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2002. Disponível em: http://dalmycarvalho.pro.br/dissertacao/dissertacao_dalmy_carvalho.pdf.

DE CARVALHO, Roberto Francisco. O processo de gestão e participação na universidade: limites, possibilidades e desafios na UFT. 2011. Tese de Doutorado. Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2011. Disponível em: https://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tde/1096.

DOS SANTOS, Marcos Roberto; COSTA, Flaviano; VOESE, Simone Bernardes. Causas da (não) utilização de sistemas de apuração de custos pelas instituições federais de ensino superior. In: Anais do Congresso Brasileiro de Custos-ABC. 2016. Disponível em: https://anaiscbc.emnuvens.com.br/anais/article/view/4130

DUARTE, Michelle Trombini; LIMA, Jaasiel Nascimento; MEDEIROS, Ana Lúcia. Perfil da Execução Orçamentária das Instituições Federais de Ensino Superior da Região Norte do Brasil no Período 2011–2013, Rio de Janeiro. XXXVIII Encontro da EnANPAD, 2014. Rio de Janeiro: EnANPAD, 2014.

MACHADO, Nelson. Sistema de Informação de Custo: Diretrizes para integração ao orçamento público e a contabilidade Governamental. 2002. Tese de Doutorado. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002. Disponível em:

MORGAN, B. F. A determinação do custo do ensino na educação superior: o caso da Universidade de Brasília: Universidade de Brasília, 2004.

NAKAGAWA, Masayuiki. ABC: custeio baseado em atividades. São Paulo: Atlas, 2001.

PEREZ JÚNIOR, José Hernandez; OLIVEIRA, Luís Martins de; COSTA, Rogério Guedes. Gestão estratégica de custos. 1. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

PETER, Maria da Glória Arrais. Controladoria na Administração Pública: Um estudo fundamentado no Activity Based Costing. 1. ed. Fortaleza: Edições UFC, 2007.

______; MARTINS, Eliseu; PESSOA, Maria Naiula Monteiro Pessoa; PETER, Fábio Arrais. Proposta de um sistema de custos para as Universidades Federais Brasileiras fundamentado no ActivityBasedCosting. São Paulo: ANPAD, 2003. Disponível em: http://www.anpad.org.br/admin/pdf/enanpad2003-gpg-1801.pdf

REINELT, Clio et al. Metodologia para apuração de custos nas IFES brasileiras. Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina, 2005. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/101612

ROSA, Paulo Moreira da. Proposta de modelo de gestão por atividades para universidades públicas brasileiras. Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina, 2004. Disponível em:

SILVA, Elizabete Ribeiro Sanches et al. Custeio baseado em atividades: uma proposta do seu uso no contexto de uma Universidade Federal de Minas Gerais. In: Anais do Congresso Brasileiro de Custos-ABC. 2016. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/87051

SILVEIRA, Suely de Fátima Ramos; WALKIM, Vasconcelo Reis. Custo do ensino de graduação em instituições federais de ensino superior: o caso da Universidade Federal de Viçosa. Revista da Administração Pública. Rio de Janeiro, v. 44, n. 3, p. 637-66, 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rap/v44n3/05.pdf.

SLOMSKI, V. Manual de contabilidade pública: Um enfoque na contabilidade municipal de acordo com a lei de responsabilidade fiscal. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

SOARES, Thiago; SERRA, Fernando; MAZON, Gisele; MELO, Pedro Antônio. Modelagem de estrutura de custos em Instituição de Ensino Superior. Revista de Administração, Contabilidade e Economia – RACE. v. 8, n. 2, p. 267-290, 2009. Disponível em: http://editora.unoesc.edu.br/index.php/race/article/view/184

SOTHE, A.; KREUZBERG, F.; SCAPIN, J.E. Custos no setor público: análise dos artigos posteriores a publicação do estudo nº12 do IFAC. 2012. Disponível em: http://www.anpad.org.br/diversos/trabalhos/EnAPG/enapg_2012/2012_EnAPG416.pdf.

SOUZA, Marcos Antônio de; LISBOA, Lázaro Plácido; ROCHA, Welington. Práticas de contabilidade gerencial adotadas por subsidiárias brasileiras de empresas multinacionais. Revista Contabilidade & Finanças, v. 14, n. 32, p. 40-57, 2003. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1519-70772003000200003&script=sci_arttext&tlng=es.

YIN, Robert K. Estudo de caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman, 2001.

Publicado
2018-08-01
Como Citar
MEDEIROS, A. L.; TROMBINI DUARTE, M. M. MODELO DE APURAÇÃO DE CUSTOS EM UNIVERSIDADES FEDERAIS. Revista Observatório, v. 4, n. 5, p. 813-848, 1 ago. 2018.