PADRE JOSIMO TAVARES E AS RELAÇÕES SOCIAIS NO CAMPO: INTERSECÇÕES, FORMAÇÃO POLÍTICA E MOVIMENTOS SOCIAIS DE MULHERES NO ESTADO NO TOCANTINS

Palavras-chave: Padre Josimo, Luta, Movimento de Mulheres

Resumo

Esse artigo é parte de uma proposta de estágio de pós-doutoramento em Geografia, e tem como objetivo analisar as relações sociais no campo do Estado do Tocantins, a partir das influências e herança da trajetória política pleiteada por Padre Josimo Tavares nas décadas de 70 e 80 na Região do Bico do Papagaio (TO), para trabalhos de base e formação política de movimentos sociais camponeses no estado do Tocantins, dentre esses, um movimento de mulheres do campo. No Estado do Tocantins, sobretudo na Região do Bico do Papagaio, a partir de pesquisas realizadas no âmbito da Geografia Agrária e dos estudos e análises de gênero, observou-se que a realidade supracitada no parágrafo anterior, possui uma materialização diferente no que diz respeito à luta pela terra. As mulheres camponesas possuem uma força política importante para a questão agrária local, os movimentos sociais articulados pela Via Campesina estão tomando dimensão dos conflitos e isso tem ocorrido cada vez mais, através de articulações de mulheres camponesas.

Referências

BRANCO, Patrícia. Do Género à Interseccionalidade: Considerações sobre mulheres, hoje e em contexto europeu. Centro de Estudos Sociais (Laboratório Associado), Universidade de Coimbra – Portugal, 2008.

COSTA, Cássio. Movimentos sociais: surgimentos. In: ANPUR, Brasília – DF, 2006.

FERNANDES, Bernardo Mançano. A Formação do MST no Brasil. São Paulo: Vozes, 2000.

FIGUEIREDO, Carlos V. S. Estudos Subalternos: Uma Introdução. Raído, Dourados, MS, v. 4, n. 7, p. 83-92, jan./jun, 2011.

GOHN, Maria da Glória. Teoria dos Movimentos Sociais: paradigmas clássicos e contemporâneos. 3ª ed. São Paulo: Loyola, 2002.

MARTINS, José de Souza. Caminhada no Chão da Noite. A Emancipação Política e Libertação nos Movimentos Sociais do Campo, São Paulo, 1989.

MCDOWELL, Linda. Gênero, identidad y lugar: un estudio de las geografías feministas. Valencia: Cátedra, 2000.

PORTO- GONÇALVES, C.W. P. A Geograficidade do Social. In: SEOANE, José (Org.) Movimientos sociales y conflic-to en América Latina. Buenos Aires: CLACSO, 2003.

RAGO, Margareth. Descobrindo historicamente o gênero. Cadernos Pagu, n. 11, Campinas – SP, 1998.

SADER, Regina. Espaço e luta no Bico do Papagaio. Tese de doutorado. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo. São Paulo, 1987.

SAFFIOTI, H. I.: No caminho de um novo paradigma. Araraquara: Centro de Referência da Mulher Profa. H. Saffioti. Prefeitura Municipal de Araraquara, 2002.

SANTOS, Gleys I Ramos. Mulheres em movimento: Os limites do espaço e do gênero em face do movimento de mulheres trabalhadoras rurais. Tese de Doutorado: IESA/UFG, Goiânia – GO, 2013.

SILVA, Moisés Pereira . Josimo, sua produção poética e o seu engajamento: considerações sobre um intelectual da terra. In: XXV Simpósio Nacional de História: História e Ética, 2009, Fortaleza - CE. Temas & Matizes (Online), Vol. I, 2009.

Publicado
2016-03-17