CARRY FIRE: um estudo de recepção das críticas musicais ao disco de Robert Plant

  • Fábio Cruz Universidade Federal de Pelotas
  • Arthur Freire Simões Pires Universidade Federal de Pelotas
Palavras-chave: Crítica musical, recepção, rock, Robert Plant

Resumo

Neste artigo, realizamos um estudo voltado à compreensão de como receptores, que cursaram uma disciplina universitária, que une comunicação com o gênero musical rock, compreendem as críticas musicais, entendidas como um subgênero do jornalismo cultural (PIZA, 2013). Sob preceitos de Kellner (2001) e Orozco Gómez (2000), analisamos o debate com o grupo focal acerca de dois textos produzidos pelos veículos The Guardian (Inglaterra) e Omelete (Brasil). Entendemos que os textos reforçam estereótipos, fator este que corrobora um posicionamento contrário por parte dos receptores em relação ao conteúdo dos textos selecionados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fábio Cruz, Universidade Federal de Pelotas

Pós-doutor em Direitos Humanos, Mídia e Movimentos Sociais (Universidade Pablo de Olavide – UPO, Sevilha, Espanha). Doutor em Cultura Midiática e Tecnologias do Imaginário pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Professor do curso de graduação em Jornalismo da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). E-mail: <fabiosouzadacruz@gmail.com>

Referências

COTTA, Felipe. Robert Plant – Carry Fire. Crítica. Disponível em

<https://omelete.uol.com.br/musica/critica/robert-plant-carry-fire-critica/>.

Acesso em 25 dez. 2017.

CRUZ, Fábio; PIRES, Arthur Freire Simões. A Way With Words: um estudo barthesiano sobre Carry Fire. Revista Observatório, Palmas, v. 4, n. 6, p.985-1006, out.- dez. 2018. Trimestral.

CRUZ, Fábio Souza da; CURI, Guilherme de Oliveira. Communication Breakdown: a cobertura do show de Robert Plant no festival Lollapalooza à luz do fait divers. Revista Famecos: mídia, cultura e tecnologia, Porto Alegre, v. 22, n. 4, p.71-85, out. 2015.

CRUZ, Fábio Souza da; GARCIA, Estevan Freitas. A donzela estereotipada: um estudo de recepção do Grupo Iron Maiden nos portais G1 e R7. Animus: Revista Interamericana de Comunicação Midiática, Santa Maria, v. 16, n. 31, p.178-195, 2017. Anual.

KELLNER, Douglas. A cultura da mídia. São Paulo: EDUSC, 2001.

MONGREDIEN, Phil. Robert Plant: Carry Fire review – more of a good thing.

Disponível em <https://www.theguardian.com/music/2017/oct/15/robert-plantcarry- fire-review>. Acesso em 25 dez. 2017.

OROZCO GÓMEZ, Guillermo. La investigación em comunicación desde La perspectiva cualitativa. La Plata: Ediciones de La Facultad de periodismo y Comunicación Social, 2000.

PIZA, Daniel. Jornalismo Cultural. São Paulo: Contexto, 2013.

https://www.forbes.com/sites/markbeech/2018/01/27/led-zeppelin-adds-to-300-million-sales-with-live-album-50th-anniversary-surprises/#116ea753ca59

https://www.rockhall.com/inductees

Publicado
2019-10-01
Como Citar
CRUZ, F.; SIMÕES PIRES, A. F. CARRY FIRE: um estudo de recepção das críticas musicais ao disco de Robert Plant. Revista Observatório, v. 5, n. 6, p. 453-472, 1 out. 2019.