JOVENS MULHERES: desafios para construção da diversidade de representação nos meios de comunicação

Palavras-chave: Jovens mulheres, controle social, imagem

Resumo

O presente artigo tem como objetivo discutir as estratégias para o controle social da imagem das jovens mulheres a partir das propostas relacionadas à comunicação contidas em planos nacionais de políticas públicas construídos nas conferências nacionais de políticas para as mulheres realizadas em 2004, 2007 e 2011 e nas conferências nacionais de políticas para a juventude realizadas em 2008, 2011 e 2015. A partir da realização de análise documental e de conteúdo das resoluções das referidas conferências apresentamos como a discussão do tema avançou ao longo dos anos no campo institucional brasileiro. Ao abordar questões como comunicação, gênero e juventude nos documentos institucionais pontuamos os desafios que ainda persistem para a construção da diversidade de representação delas no cenário midiático brasileiro. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cynthia Mara Miranda, Universidade Federal do Tocantins

Doutora e mestre em Ciências Sociais (UnB), graduada em Comunicação Social (UFT), Professora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Sociedade (PPGCOM) e do curso de Jornalismo da Universidade Federal do Tocantins (UFT). E-mail: cynthiamara@uft.edu.br.

Referências

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. 70. ed. Lisboa, Portugal: LDA, 2009.

BRASIL, Presidência da República. Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres. Plano Nacional de Políticas para as Mulheres (PNPM I). Brasília: Secretaria de Políticas para as Mulheres, 2004.

_____. Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres. Plano Nacional de Políticas para as Mulheres (PNPM II). Brasília: Secretaria de Políticas para as Mulheres, 2007.

_____. Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres. Plano Nacional de Políticas para as Mulheres (PNPM 2013-2015). Brasília: Secretaria de Políticas para as Mulheres, 2011.

_____. Presidência da República. Secretaria Nacional de Juventude. Caderno de Resoluções da I Conferência Nacional de Políticas para a Juventude. Brasília: Secretaria Nacional de Juventude, 2008.

_____. Secretaria Nacional de Juventude. Propostas Finais Aprovadas da II Conferência Nacional de Juventude. Brasília, 2011.

_____. Secretaria Nacional de Juventude. Propostas Aprovadas da III Conferência Nacional de Juventude. Brasília, 2015.

INTERVOZES. Coletivo Brasil de Comunicação Social. Caminhos para a luta pelo direito à comunicação no Brasil - como combater as ilegalidades no Rádio e na TV. São Paulo: 2015.

LÜDKE, Menga; ANDRÉ, Marli Elisa D. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MARINONI, Bruno. Concentração dos meios de comunicação de massa e o desafio da democratização da mídia no Brasil. n. 13/2015, Friedrich Ebert Stiftung, Brasil, 2015.

MENESES, V. D. ; MIRANDA, C. M. . Reflexões sobre a cultura da imagem e o imaginário feminino na publicidade. In: Observatório, Palmas, v. 1, n.1, p. 162-184, 2015.

MIRANDA, C. M.. Debates sobre comunicação e cultura a partir do ponto de vista das jovens mulheres. In: LOBATO, Ana Laura. (Org.). Jovens Mulheres e Políticas Públicas (Livro Eletrônico) - Coleção juventude. Série Estudos, n. 2.2.ed.Brasília - DF: Presidência da República, v. 1, p. 168-180, 2014.

MORENO, Rachel. A imagem da mulher na mídia – controle social comparado. São Paulo: Publisher Brasil, 2012. 296 p.

ROST, Mariana. &VIEIRA, Miriam Steffen. Convenções de Gênero e Violência Sexual: a cultura do estupro no ciberespaço. In: Contemporânea: comunicação e cultura, Salvador, Universidade Federal da Bahia,v.13, n.02, p. 261-279, mai./ago. 2015.

Publicado
2016-10-30
Como Citar
MIRANDA, C. JOVENS MULHERES: desafios para construção da diversidade de representação nos meios de comunicação. Revista Observatório, v. 2, n. 4, p. 346-364, 30 out. 2016.

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##