CIBERVÍDEOS E MULTILETRAMENTOS NA EDUCAÇAO ONLINE

Palavras-chave: Cibervídeos, Multiletramentos, Pesquisa-formação na Cibercultura, Educação Online

Resumo

Pensando a partir das análises sobre multiletramentos, buscamos aprofundar conhecimentos a respeito dos vídeos na cibercultura, tendo como base a Educação Online. Em estudo exploratório, seis cibervídeos foram mapeados e serão abordados ao longo do texto: hipervídeo, microvídeo, videoaula, videoconferência, vídeo volátil e webinar. O objetivo principal é entrelaçar os cibervídeos com as produções, as teorias e as narrativas dos praticantes ciberculturais que emergiram de uma Oficina de Produção de Cibervídeos. O método para investigação foi a Pesquisa-formação na cibercultura, desenvolvida na graduação em Pedagogia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. O esforço em conversar com os dados oriundos do campo nos conduziu às seguintes noções subsunçoras: “videodocência” e “ciberexperiência audiovisual”. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Edméa Santos, Universidade Estadual do Rio de Janeiro

Pós-doutora pela Universidade Aberta de Portugal-UAB. Doutorado e Mestrado em Educação pela UFBA, Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da UERJ – Líder do Gpdoc – Grupo de Pesquisa Docência e Cibercultura. www.docenciaonline.pro.br; E-mail: edmeabaiana@gmail.com.

Vivian Martins

Mestre em Educação (PROPED/UERJ), Especialista em Planejamento, Implementação e Gestão da Educação a Distância (UFF), Graduada em Pedagogia (UERJ). Professora do Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ). E-mail: vivian.martinst@gmail.com.

Referências

ARDOINO, Jacques. Para uma pedagogia socialista. Brasília: Editora Plano, 2003.

ALVES, Nilda. Decifrando o pergaminho: o cotidiano das escolas nas lógicas das redes cotidianas. In: OLIVEIRA, Inês Barbosa; ALVES, Nilda (orgs.). Pesquisa nos/dos/com os cotidianos das escolas. 3ª ed. Petrópolis: DP&A, 2008, p.13-38.

BALADELI, Ana Paula Domingos. Formação do professor para os multiletramentos: relato de experiência de projeto de extensão. Língua, Linguística & Literatura. DLCV - João Pessoa, v.Esp., n.2, jul/dez, 2015. Disponível em: http://periodicos.ufpb.br/index.php/dclv/article/download/18857/17040. Acesso em: 26 jul 2017.

BARBOSA. Joaquim Gonçalves. Uma escola multirreferencial: a difícil arte de se

autorizar, o pensamento plural de Jacques Ardoino e a educação. In: MACEDO,

Roberto Sidnei; BARBOSA, Joaquim Gonçalves; BORBA, Sergio (Orgs.). Jacques

Ardoino & a Educação. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2012.

CERTEAU, Michel. A invenção do cotidiano: artes de fazer. Petrópolis: Vozes, 1994.

CRUZ, Dulce Maria. A potencialidade educacional e dialógica da videoconferência na EAD. In: Marco Silva; Lucila Pesce; Antônio Zuin. (Org.). Educação online. 1 ed. Rio de Janeiro: Wak Editora, 2010, v. 1, p. 279-308.

DUARTE, Rosália; ELEÁ, Ileana. Mídia-educação: teoria e prática. In: SANTOS, Edméa. (org.). Mídias e tecnologias na educação presencial e a distância. Rio de Janeiro: LTC, 2016, p. 3-17.

FIEL. Arthur Felipe de Oliveira. O cinema como meio e forma de multiletramento. Anais do XII Congresso Internacional de Tecnologia na Educação. Pernambuco, 2015. Disponível em: http://www.pe.senac.br/congresso/anais/2015/arquivos/pdf/comunicacao-oral/O%20CINEMA%20COMO%20MEIO%20E%20FORMA%20DE%20MULTILETRAMENTO.pdf Acesso em: 26 jul 2017.

JUNIOR, Edson Estavarengo; SANTINI, Marisa Coelho Pereira; CHAVES, Rogerio E. Silva. Microvídeo: definições. Revista Inovaeduc. Nº 03 | Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (FE-Unicamp), 2015. Disponível em: < http://www.lantec.fe.unicamp.br/inovaeduc/wp-content/uploads/2015/n3.art3.pdf> Acesso em: 24 jun 2016.

LARROSA, Jorge. Notas sobre a experiência e o saber da experiência. Revista Brasileira de Educação. N. 19. Rio de Janeiro, 2002. pp. 20-28. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/n19/n19a02.pdf Acesso em: 19 jul 2017.

MORAN, José M. O vídeo na sala de aula. Comunicação e Educação, São Paulo, (2): 27 a 35. jan./abr, 1995. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/comueduc/article/view/36131 Acesso em: 17 jul 2017.

ROJO, R. H. R. Cenários futuros para as escolas. Cadernos da Fundação Telefônica nº 3: Multiletramentos na escola. São Paulo, SP, p. 19 - 22, 2013.

______. Desafios dos (multi)letramentos nas nuvens. Revista Na Ponta do Lápis, São Paulo, SP, p. 36 - 37, 2013.

SANTAELLA, Lucia. Linguagens líquidas na era da mobilidade. 2 ed. São Paulo: Palus, 2007.

SANTOS, Edméa. O. Educação online: cibercultura e pesquisa-formação na prática docente. Salvador. Tese (Doutorado em Educação). FACED. Universidade Federal da Bahia, 2005.

______. Introdução. In: SANTOS, Edméa O.; SILVA, MARCO; PESCE, Lucila. Cibercultura: o que muda na educação. Rio de Janeiro: TV Escola (Ministério da Educação), 2011 (Boletim).

______. Pesquisa-formação na cibercultura. 1. ed. Santo Tirso: Whitebooks, 2014. v. 1. 202p.

SANTOS, Edméa O.; CARVALHO, Felipe S.; PIMENTEL, Mariano. Mediação docente online para colaboração: notas de uma pesquisa-formação na cibercultura. ETD - Educação Temática Digital, v. 18, n. 1, p. 23-42, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/index. Acesso em: 28 jul. 2017.

SANTOS, Edméa O.; MADDALENA, T. L.; ROSSINI, T. Diário hipertextual on-line de pesquisa: uma experiência com o aplicativo Evernote. In: Edvaldo Couto, Cristiane Porto, Edméa Santos. (Org.). App-Learning: experiências de pesquisa e formação. 1ed.Salvador: EDUFBA, 2016. p. 93-108.

SANTOS, Edméa O.; SILVA, Marco. A pedagogia da transmissão e a sala de aula interativa. Coleção Agrinho, Paraná, 2014. Disponível em: http://www.agrinho.com.br/site/wp-content/uploads/2014/09/2_02_A-pedagogia-da-transmissao.pdf Acesso em: 24 jul. 2017.

SOUZA, Maria Izabel et al. Produção de microvídeos para dispositivos móveis na temática do Código Florestal brasileiro. EAD em Foco - Revista de Educação a Distância. Rio de Janeiro, v. 6, p. 87-101, 2016. Disponível em: http://eademfoco.cecierj.edu.br/index.php/Revista/article/view/370 . Acesso em: 24 jul. 2017.

SOUZA, Terezinha Fernandes Martins. Ondas em ressonância: letramentos digitais de estudantes na Universidade Aberta de Portugal. Santa Catarina. 2016. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal de Santa Catarina.

TAVARES, L. H. M. C. Gêneros e multimodalidade discursiva em histórias em

quadrinhos. Revista Prolingua, vol. 5, n.2, jul./dez, 2010, p. 69-80. Disponível

em: http://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/prolingua/article/view/15309 Acesso

em: 13 jul. 2013.

TOMÉ, Vítor Manuel Nabais; SOARES, Maria do Carmo Tomé. Educação para os media: atividades de análise e produção de mensagens media na disciplina de português. In: Luiz Alexandre da Silva Rosado; Giselle Martins dos Santos Ferreira. (Org.). Educação e tecnologias: parcerias. 1ed. Rio de Janeiro: Editora Universidade Estácio de Sá, 2015, v. 4, p. 259-299.

Publicado
2018-08-01
Como Citar
SANTOS, E.; MARTINS, V. CIBERVÍDEOS E MULTILETRAMENTOS NA EDUCAÇAO ONLINE. Revista Observatório, v. 4, n. 5, p. 231-262, 1 ago. 2018.