Políticas públicas e desenvolvimento: uma análise de programas habitacionais em Palmas-TO (1998-2012)

Resumo

Um forte movimento migratório marcou as primeiras décadas da construção de Palmas e a cidade ainda é marcada pelo expressivo crescimento populacional. Crescimento populacional gera uma demanda habitacional que será suprida ou pela iniciativa privada ou através de programas habitacionais desenvolvidos pelo Estado. Na construção desse artigo, através de pesquisa de campo, foi identificado os vários programas habitacionais desenvolvidos na cidade ao longo de um período de quatorze anos, abarcando desde os primeiros programas desenvolvidos na capital até os mais atuais. Através da identificação se propõe uma análise dos reflexos sociais e econômicos na cidade, avaliando a segregação residencial, a questão do déficit de moradia e a importância da discussão da questão fundiária em Palmas em um contexto de especulação imobiliária. Percebe-se que em Palmas os programas habitacionais reforçam um processo de segregação residencial, mesmo com a manutenção de imensos vazios urbanos nas áreas centrais da cidade.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##
Formada em Geografia pela UEG, mestre em Desenvolvimento Regional pela UFT, doutoranda em Ciências do Ambiente pela UFT

Referências

BAZOLLI, J. A. Os efeitos dos vazios urbanos no custo de urbanização da cidade de Palmas-TO. 2007. 154 f. Dissertação (Mestrado em Ciência do Ambiente) – Universidade Federal do Tocantins, Palmas, 2007.
BONDUKI, N. G. Origens da habitação social no Brasil. Revista Análise Social. Lis-boa: Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, v. 23, p. 711-732, 1994.
BRASIL. Estatuto da Cidade. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/leis_2001/l10257.htm (acessado em 15/10/2012)
CAIXA ECONÔMICA FEDERAL. Demanda habitacional no Brasil. Brasília: Caixa, 2012.
CORIOLANO, G. P. Plano Diretor Participativo de Palmas: análise da aplicação de instrumentos urbanísticos para a redução das desigualdades socioterritoriais. 2011. 167 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional) – Universidade Federal do Tocan-tins, Palmas, 2011.
FIX, M. Uma ponte para a especulação: ou a arte da renda na montagem de uma “ci-dade global”. Caderno CRH. Salvador: Universidade Federal da Bahia, v. 22, nº 55, p. 41-64, jan./abr. 2009.
FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO. Centro de Estatística e Informações. Déficit habi-tacional municipal no Brasil 2010. Belo Horizonte: Ministério das Cidades/Secretaria Nacio-nal de Habitação/Fundação João Pinheiro, 2013.
FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO. Centro de Estatística e Informações. Nota técnica: déficit habitacional no Brasil – anos 2011 e 2012. Belo Horizonte, 2014.
GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS. Plano de Habitação de Interesse Soci-al do Estado do Tocantins. Produto 4: relatórios parciais do diagnóstico – microrregiões 5 a 8: Porto Nacional, Dianópolis, Rio Formoso e Gurupi. Tocantins, 2012.
IBGE. Sinopse do censo demográfico 2010. Rio de Janeiro, 2011.
INSTITUTO PESQUISA ECONÔMICA APLICADA (IPEA). Infraestrutura social e urbana no Brasil: subsídios para uma agenda de pesquisa e formulação de políticas públi-cas. Brasília: IPEA, livro 6, v. 2, 2010.
LUCINI, A. C. G. C. O espaço das construtoras e o Programa Minha Casa Minha Vi-da em Palmas - TO: o Estado e a sociedade criando um mercado. 2013. 168 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional) – Universidade Federal do Tocantins, Palmas, 2013.
MARICATO, E. Metrópoles desgovernadas. Revista Estudos Avançados. São Paulo: Instituto de Estudos Avançados (IEA), v. 25, n. 71, p. 7-22, 2011.
MELO JUNIOR, L. G. de. Co Yvy Ore Retama: de quem é esta terra? Uma avaliação da segregação a partir dos programas de habitação e ordenamento territorial de Palmas. 2008. 165 f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) – Universidade de Brasí-lia, Brasília, 2008.
MORAIS, M. da P. Breve diagnóstico sobre o quadro atual da habitação no Brasil. Boletim de políticas sociais. Brasília: Diretoria de Estudos Sociais (IPEA), nº 4, p. 109-118, 2002.
OLIVEIRA, E. L. de; GIVISIEZ, G. H. N.; RIOS-NETO, E. L. G. Demanda futura por moradias no Brasil 2003-2023: uma abordagem demográfica. Brasília: Ministério das Cidades, 2009.
PINTO, L. M. C. Luzimangues: processos sociais e política urbana na gênese de uma “nova cidade”. 2012. 189 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional) – Uni-versidade Federal do Tocantins, Palmas, 2012.
REIS, P. O. B. dos. Modernidades tardias no cerrado: discursos e práticas na história de Palmas-TO (1990-2010). 2011. 227 f. Tese (Doutorado em História Social) – Universi-dade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2011.
RODOVALHO, S. A. Palmas, do projeto ao plano: o papel do planejamento urbano na produção do espaço. 2012. 193 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional) – Universidade Federal do Tocantins, Palmas, 2012.
ROLNIK, R. (Org.). Como produzir moradia bem localizada com recursos do progra-ma minha casa minha vida? Implementando os instrumentos do Estatuto da Cidade. Brasí-lia: Ministério das Cidades, 2010.
ROYER, L. de O. Financeirização da política habitacional: limites e perspectivas. 2009. 194 f. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009.
SHIMBO, L. Z. Habitação social, habitação de mercado: a confluência entre Estado, empresas construtoras e capital financeiro. 2010. 361 f. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo) – Universidade de São Paulo, São Carlos, 2010.
SIGOLO, L. M. D. Recentes do mercado formal de moradia no ABCD. In: XIV ENCONTRO NACIONAL DA ANPUR, 2011, Rio de Janeiro. Anais do XVI Encontro Nacional da ANPUR. Rio de Janeiro: Garamond, 2011.
VELOSO, R. de S. A contradição em processo em Palmas-TO: especulação imobiliá-ria e direito social à moradia em uma cidade de contrastes. 2014. 173 f. Dissertação (Mes-trado em Desenvolvimento Regional) – Universidade Federal do Tocantins, Palmas, 2014.
VOLOCHKO, D. Estratégias financeiras e a produção do imobiliário residencial em São Paulo: o Caso do Panamby. In: OLIVEIRA, J. A. (Org.). Cidades brasileiras: territoria-lidades, sustentabilidade e demandas sociais. Manaus: Universidade Federal do Amazonas, vol. II, 2010.
Publicado
2017-02-06
Como Citar
LUCINI, Andreia Cristina Guimarães Cantuária; PEDROSO NETO, Antonio José. Políticas públicas e desenvolvimento: uma análise de programas habitacionais em Palmas-TO (1998-2012). Revista Interface (Porto Nacional), [S.l.], n. 12, p. 84-102, fev. 2017. ISSN 2448-2064. Disponível em: <https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/interface/article/view/2329>. Acesso em: 14 dez. 2017.

Palavras-chave

política habitacional, segregação residencial