ESCAVAÇÕES

Palavras-chave: fotografia, experimentação, jornal

Resumo

"Escavações" é uma experimentação artística realizada pelo Coletivo Fabulografias, ligado ao Laboratório de Estudos Audiovisuais - OLHO da Faculdade de Educação - Universidade Estadual de Campinas - Unicamp (SP), exposta em 2015 no Museu da Imagem e Som de Campinas - SP na Mostra "Aparições" organizada pelo Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo - LABJOR - Unicamp. Inspirados nas fotografias de Francesca Woodman, nas imagens de Tom Lisboa (Palimpsestos) e Leila Danzinger (Todos os nomes da melancolia) em obras que tem como suporte o papel jornal, e pela poesia Escova, de Manoel de Barros, o Coletivo Fabulografias propõe nesta exposição pensar uma intervenção pela poética do fragmento e fazer surgir das palavras-jornal o indizível e o insuportável. As produções imagéticas foram disparadas por minicontos escritos pelo Coletivo Fabulografias a partir de encontros dos pesquisadores-artistas com grupos minoritários: moradores de rua, profissionais do sexo, trabalhadores dos serviços de limpeza da universidade, indígenas... A partir dos contos lançamo-nos as produções imagéticas com o jornal, escavando nas matérias jornalísticas as narrativas que não se fazem presente, esvaziando as letras e palavras e imagens e compondo uma narrativa poética que faz pulsar o silenciamento e a invisibilidade.

 

PALAVRAS-CHAVES: Fotografia, experimentação, jornal.

 

 

ABSTRACT

“Excavations” is an artistic experiment conducted by the Collective Fabulografias, linked to the Laboratory of Audiovisual Studies – OLHO, of the Faculty of Education – Universidade Estadual de Campinas (Unicamp - SP) , which was exposed in 2015 at the Image and Sound Museum of Campinas - SP at the Mostra “Aparições” organized by the Laboratory of Studies Advanced in Journalism - LABJOR - Unicamp. Inspired by the photographs of Francesca Woodman, in the images of Tom Lisboa (Palimpsestos) and Leila Danzinger (All Names of Melancholy) in works supported by the newspaper, and by the poetry  by Manoel de Barros, the Fabulogfrafias Collective proposes in this exhibition to think an intervention by the poetics of the fragment and to make appear from the newspaper words the unspeakable and the unbearable. The imagery productions were triggered by texts written by the Collective Fabulographs from meetings of researchers-artists with minority groups: street dwellers, university cleaning workers, indigenous people... From the short stories we launched the imaginary productions with the newspaper, digging in the journalistic subjects the narratives that are not present, emptying the letters and words and images and composing a poetic narrative that makes pulsate the silence and the invisibility.

 

KEYWORDS: Photography, experimentation, newspaper.

 

 

RESUMEN

"Excavaciones" es una experimentación artística realizada por el Colectivo Fabulografías, ligado al Laboratorio de Estudios Audiovisuales - OLHO de la Facultad de Educación - Universidad Estadual de Campinas - Unicamp (SP), expuesta en 2015 en el Museo de la Imagen y el Sonido de Campinas - SP en la Muestra "Apariciones" organizada por el Laboratorio de Estudios Avanzados en Periodismo - LABJOR - Unicamp. Inspirado por las fotografías de Francesca Woodman, las imágenes de Tom Lisboa (Palimpsestos) y Leila Danziger (Todos los nombres de abatimiento) en las obras que se apoya en el papel de periódico, y el cepillo poesía, Manoel de Barros, el colectivo propone este Fabulografias la exposición pensar una intervención por la poética del fragmento y hacer surgir de las palabras-periódico lo indecible y lo insoportable. Las producciones imaginales fueron disparadas por minicontos escritos por el Colectivo Fabulografías a partir de encuentros de los investigadores-artistas con grupos minoritarios: moradores de calle, profesionales del sexo, trabajadores de los servicios de limpieza de la universidad, indígenas... A partir de los cuentos nos lanzamos las producciones imagéticas con el periódico, excavando en las materias periodísticas las narrativas que no se hacen presentes, vaciando las letras y palabras e imágenes y componiendo una narrativa poética que hace pulsar el silenciamiento y la invisibilidad.

 

PALABRAS CLAVES: Fotografía, ensayo, periódico.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alik Wunder, Universidade Estadual de Campinas

Professora e pesquisadora da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (SP) da linha de pesquisa Arte e Linguagem em Educaçãoe compõe o Laboratório de Estudos Audiovisuais – OLHO. E-mail: <alik.wunder@gmail.com>

Alda Regina Tognini Romaguera, Universidade de Sorocaba

Doutora em Educação pela Faculdade de Educação da Unicamp (2010), atua na área de: Educação, Conhecimento, Linguagem e Arte. É pesquisadora do Laboratório de Estudos Audiovisuais OLHO (FE - Unicamp) e do grupo CNPq “multiTÃO: prolifer-artes sub-vertendo ciências, educações e comunicações” (Labjor e F.E/Unicamp; DEDU/Uefs; Dpto de Filosofia/UFRN). Participa do projeto de pesquisa "In-ventos por entre áfricas, literaturas e imagens" e coordena o Grupo de estudos RITMOS: Estética no Cotidiano Escolar. Participa do “Coletivo Fabulografias” como membro da equipe executora, na criação e montagem de exposições. Desenvolve projetos de pesquisa e é professora pesquisadora da Universidade de Sorocaba - UNISO. E-mail: alda.romaguera@prof.uniso.br

Marli Wunder, Coletivo Fabulografias

Fotógrafa/artista. E-mail: marliwunder1@gmail.com. 

Referências

Coletivo Fabulografias - http://fabulografias.weebly.com/

DELEUZE, G. Conversações. São Paulo: Ed. 34, 1992.

KRAUSS, R. O fotográfico. Trad. Anne Marie Davée. Barcelona: Editorial Gustavo Gilli, 2002.

Publicado
2018-10-08
Como Citar
WUNDER, A.; ROMAGUERA, A. R. T.; WUNDER, M. ESCAVAÇÕES. Revista Observatório, v. 4, n. 6, p. 1036-1045, 8 out. 2018.