A INTENCIONALIDADE NAS NOTÍCIAS FALSAS: A NOTA DE REPÚDIO COMO ESTRATÉGIA DE DEFESA DO JORNALISMO NA ERA DAS FAKES NEWS

  • Maria Luciene Sampaio Barbosa Universidade Federal de Roraima
  • Vilso Junior Santi Universidade Federal de Roraima
Palavras-chave: Intencionalidade nas notícias, notícias falsas, fake news, notícia

Resumo

Este artigo discute através do estudo de caso, a utilização da Nota de Repúdio como estratégia do jornal online Roraima em Tempo na defesa e resgate da credibilidade das notícias produzidas e divulgadas pelo jornalismo digital na era das fakes news. Com a publicação da nota de repúdio, levantou-se a questão se as fakes news causam preocupação e abalam a credibilidade do jornalismo online. Analisar esse mecanismo de defesa e repúdio utilizado pelo jornal abre a discussão sobre a intencionalidade das notícias falsas disseminadas na web. Essa análise foi feita tomando por aporte teórico o pensamento de Norbert Elias e John L. Scotson (2000) que tratam sobre relações de poder e Pierry Lévy (2003; 2007) que aponta para as mudanças na forma de se comunicar e nas relações ocasionadas pelo ciberespaço. A nota de repúdio no jornal Roraima em Tempo abriu espaço para uma discussão latente sobre a proliferação das notícias falsas, obrigando o veículo de comunicação a utilizar estratégias de defesa para reafirmar que o conteúdo por ele veiculado é verdadeiro e merece credibilidade.

 

PALAVRAS-CHAVE: Intencionalidade nas notícias; Notícias falsas; Nota de repúdio.

 

 

ABSTRACT

 

This article discusses through the case study the use of the Note of Repudiation as a strategy of the online newspaper Roraima em Tempo in defending and restoring the credibility of the news produced and disseminated by digital journalism in the era of fakes news. With the release of the repudiation note, the question arose as to whether fakes news causes concern and undermines the credibility of online journalism. Analyzing this defense and repudiation mechanism used by the newspaper opens the discussion about the intentionality of fake news disseminated on the web. This analysis was made taking as theoretical basis the thought of Norbert Elias and John L. Scotson (2000) that deal with power relations and Pierry Lévy (2003; 2007) that points to the changes in the way of communicating and the relations caused by the cyberspace. The note of repudiation in the newspaper Roraima em Tempo made room for a latent discussion about the proliferation of fake news, forcing the media to use defense strategies to reaffirm that the content it conveys is true and deserves credibility.

 

KEYWORDS: Intentionality in the news; Fake news; Note of repudiation.

 

 

RESUMEN

 

Este artículo discute a través del estudio de caso el uso de la Nota de Repudio como una estrategia del periódico en línea Roraima em Tempo para defender y restaurar la credibilidad de las noticias producidas y difundidas por el periodismo digital en la era de las noticias falsas. Con el lanzamiento de la nota de repudio, surgió la pregunta de si las noticias falsas causan preocupación y socavan la credibilidad del periodismo en línea. El análisis de este mecanismo de defensa y repudio utilizado por el periódico abre la discusión sobre la intencionalidad de las noticias falsas difundidas en la web. Este análisis se realizó tomando como base teórica el pensamiento de Norbert Elias y John L. Scotson (2000) que se ocupan de las relaciones de poder y Pierry Lévy (2003; 2007) que señala los cambios en la forma de comunicarse y las relaciones causadas por el ciberespacio La nota de repudio en el periódico Roraima em Tempo dejó espacio para una discusión latente sobre la proliferación de noticias falsas, obligando a los medios a usar estrategias de defensa para reafirmar que el contenido que transmite es verdadero y merece credibilidad.

 PALABRAS CLAVE: Intencionalidad en las noticias; Noticias falsas; Nota de repudio.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Luciene Sampaio Barbosa, Universidade Federal de Roraima

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Roraima (PPGCOM - UFRR). Especialista em Jornalismo Digital e jornalista em Roraima. E-mail: luciene7sampaio@gmail.com

Vilso Junior Santi, Universidade Federal de Roraima

Professor-Doutor, Pesquisador no Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Roraima (PPGCOM – UFRR). E-mail: vjrsanti@gmail.com

Referências

BASILE, Juliano. Brasileiro é o povo que mais acredita em boatos, diz pesquisa. Valor Econômico, São Paulo-SP, 08 de outubro de 2018. Política. Disponível em:

<https://www.valor.com.br/brasil/5911993/brasileiro-e-o-povo-que-mais-acredita-em-boatos-aponta-pesquisa >. Acesso em: 13 de jun. 2019

BERNERS-LEE, Tim. 30 anos depois, o que vem a seguir #ForTheWeb? World Wide Web Foundation, Washigton- EUA. 12 de mar. de 2019. Disponível em :

<https://webfoundation.org/2019/03/web-birthday-30/>. Acesso em 21 de jun. 2019

BRADSHAW, Paul. Instantaneidade: Efeito da rede, jornalistas mobile, consumidores ligados e o impacto no consumo, produção e distribuição. In: CANAVILHAS, João Messias (Org). Webjornalismo: 7 características que marcam a diferença. Covilhã: Livros LabCom, 2014. p. 111-136.

BAPTAGLIN, L. A.; CHIERENTIN SANTI, V. J. As intervenções artísticas urbanas no circuito da arte em Roraima e o potencial comunicativo dos saberes artísticos amazônicos. Revista Observatório, v. 4, n. 4, p. 615-637, 29 jun. 2018.

CANAVILHAS, João Messias. Do jornalismo online ao webjornalismo: formação para a mudança. Revista Comunicação e Sociedade. Universidade do Minho, n.10, 2006. Disponível em: . Acesso em: 15 de jun. 2019

DA REDAÇÃO: Um terço dos brasileiros checa veracidade de notícias. Veja On line, Brasília-DF, 14 de maio de 2018. Política. Disponível em: <https://veja.abril.com.br/politica/um-terco-dos-brasileiros-checa-veracidade-de-noticias- aponta-pesquisa/>. Acesso em: 19 de jun. 2019.

DE ALMEIDA, T. A.; SANTI, V. J. Somos migrantes: o uso das redes sociais na produção midiática alternativa sobre a migração venezuelana em Roraima. Aturá - Revista Pan-Amazônica de Comunicação, v. 2, n. 1, p. 136-156, 2 jan. 2018.

D´AGOSTINO, Rosanne; OLIVEIRA, Mariana. STF lança painel de combate a informações falsas. G1, Brasília-DF, 11 de jun. de 2019. Política. Disponível em <https://g1.globo.com/politica/noticia/2019/06/11/stf-lanca-painel-de-combate-a-informacoes-falsas.ghtml >. Acesso em: 13 de jun. 2019

ELIAS, Norbert e SCOTSON, John. Os Estabelecidos e os Outsiderssociologia das relações de poder a partir de uma pequena comunidade. Rio de Janeiro. Ed. Jorge Zahar, 2000

ESTEVÃO, Flávia Gonçalves de Moura; FARIAS, Lídia. Conexão e “Pós-verdade”: Propagabilidade da Desinformação?. Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação 41º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. Joinville, 02 de set. 2018. Disponível em: <http://portalintercom.org.br/anais/nacional2018/resumos/R13-2058-1.pdf>. Acesso em: 19 jun. .2019.

FÉLIX, J. DE S.; SANTI, V. J. O uso da mídia televisiva por grupos e instituições religiosas no Brasil: uma análise da atuação da IURD na rede Record. Aturá - Revista Pan-Amazônica de Comunicação, v. 2, n. 2, p. 245-260, 23 abr. 2018.

HOHLFELDT, Antônio. Martino, Luiz C. França, Vera Veiga. Teorias da Comunicação. Petrópolis, Rio de Janeiro. Ed. Vozes, 2001

LÉVY, Pierre. A inteligência coletiva: por uma antropologia do ciberespaço. 4. ed. São Paulo: Loyola, 2003.

LÉVY, Pierre. Cibercultura: la cultura em la sociedad digital. México: Anthoropos Editorial 2007.

MALDONADO, Alberto Efendy Gómez de La Torre. Transmetodologia em tempos de fascismo social, Revista Latinoamericana de Comunicación, n.133, 2016. Disponível em: <https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=5792173>. Acesso em 15 de maio de 2019.

MEDINA, Manoel. Cibercultura: La cultura de la sociedade digital/ Pierre Lévy. México: Anthoropos Editorial, 2007.

MELLO, Patrícia. “Choveu” Fake News no WhatsApp de brasileiros na eleição, revela pesquisa. Atual Amazônia. Manaus-AM, 20 de maio de 2019. Política. Disponível em: <https://amazonasatual.com.br/choveu-fake-news-no-whatsapp-de-brasileiros-na-eleicao-revela-pesquisa/>. Acesso em: 18 de jun. 2019

ROSTO, Alejandro. Interatividade: definições, estudos e tendências. In: Canavilhas, João (org). Webjornalismo 7 característica que marcam a diferença. Covilhã. Editora: LivrosLab, 2014

SANTOS, L. C. C.; SANTI, V. J. Relações sincrônicas e diacrônicas na prática jornalística: do período industrial ao pós-industrial. Aturá - Revista Pan-Amazônica de Comunicação, v. 1, n. 3, p. 62-86, 10 dez. 2017.

SANTI, V. J.; LUZ, W. O. DA. O uso das redes sociais pelo governo de Roraima como ferramenta na prática jornalística. Aturá - Revista Pan-Amazônica de Comunicação, v. 1, n. 2, p. 145-167, 30 ago. 2017.

SOARES, Anderson. Mais de 60 testemunhas serão ouvidas nos processos que investigam Denarium por supostos crimes. Roraima em Tempo, Boa Vista-RR, 25 de mar. de 2019. Notícias locais. Disponível em : <https://roraimaemtempo.com/noticias-locais/mais-de-60-testemunhas-serao-ouvidas-nos-processos-que-investigam-denarium-por-supostos-rimes,295738.jhtml> .Acesso em 02 de mar. de 2019

SPANNENBERG, Ana Cristina Menegotto; BARROS, Cindhi Vieira Belafonte. Do impresso ao digital: a história do Jornal do Brasil. Revista Observatório. Vol. 2, Especial 1, maio. 2016. Disponível em : https://hal.archives-ouvertes.fr/hal-01560361/document.> . Acesso em: 15 jun. 2019

SOBRE O WHATSAPP. WhatsApp. Disponível em <https://www.whatsapp.com/about/?lang=pt_br>. Acesso em: 18 de jun. de 2019

THEVIOT, Anaïs; BRIN, Colette; PRIOR Hélder. Social Média, desinformação em jornalismo em Campanhas Eleitorais. Plataforma 9- Portal Cultural do mundo da Língua Portuguesa. 19 de set. de 2018. Disponível em: <https://plataforma9.com/publicacoes/social-media-desinformacao-e-jornalismo-em-campanhas-eleitorais-revista-sobre-jornalismo.htm>. Acesso em 25 de jun. de 2019

WOLF, M., Teorias da comunicação. Lisboa: Presença, 1994, 2002.

WOISCHNIK, Jan. Fakes news e as eleições 2018. Rio de Janeiro: Fundação Konrad Adenauer, 2018.

ZANETTI, Daniela; REIS, Ruth, Comunicação e Territorialidades: poder e cultura, redes sociais e mídias. Vitória: Edufes, 2017.

Publicado
2019-09-01
Como Citar
Barbosa, M. L. S., & Santi, V. J. (2019). A INTENCIONALIDADE NAS NOTÍCIAS FALSAS: A NOTA DE REPÚDIO COMO ESTRATÉGIA DE DEFESA DO JORNALISMO NA ERA DAS FAKES NEWS. Aturá - Revista Pan-Amazônica De Comunicação, 3(3), 93-109. Recuperado de https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/atura/article/view/8191
Seção
Dossiê Temático / Thematic dossier / Dossier temático

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)