Festas do Divino Espírito Santo: influência do modelo de império de Alenquer (Portugal) na festa de Natividade - Tocantins (Brasil)

Palavras-chave: Religião, História, Festa do Divino Espírito Santo

Resumo

O presente estudo faz um breve resgate histórico sobre o início das comemorações da festa do Divino Espírito Santo em Portugal e sua expansão para as colônias portuguesas como o Brasil, sendo um dos lugares que seguiram o modelo de “império” estabelecido em Alenquer. Retrata ainda, a Festa do Divino Espírito Santo em Natividade, cidade histórica do Estado do Tocantins, e a influência no formato da festividade (comemoração e modo de organização) advindo dos colonizadores portugueses.

Palavras-chave: Religião. História. Festa do Divino Espírito Santo

 

ABSTRACT

This study is a short historical review on the start of festival celebrations of the Holy Spirit in Portugal and its expansion to the Portuguese colonies like Brazil, one of the places that followed the model of "empire" established in Alenquer. Portrays also the Feast of the Holy Spirit in Natividade, historic city of Tocantins State, and the influence on the format of the festival (celebrating and organizing mode) arising from the Portuguese colonizers.

Keywords: Religion. History. Feast of the Holy Spirit

 

RESUMEN

Este estudio es una breve reseña histórica sobre el inicio de las celebraciones festivas del Espíritu Santo en Portugal y su expansión a las colonias portuguesas como Brasil, uno de los lugares que siguieron el modelo de "imperio" establecido en Alenquer. Retrata también la Fiesta del Espíritu Santo en Natividade, ciudad histórica del estado de Tocantins, y la influencia en el formato del festival (modo de celebración y organización) surgido de los colonizadores portugueses.

Descriptores: Religión. Historia. Fiesta del Espíritu Santo

Biografia do Autor

Poliana Macedo de Sousa, UFT - Universidade Federal do Tocantins

Mestra em Ciências do Ambiente, especialista em Cidadania e Cultura, especialista em Ensino de Jornalismo e graduada em Comunicação Social – Jornalismo pela Universidade Federal do Tocantins. Docente voluntária na Universidade Federal do Tocantins, curso de Jornalismo.

Referências

ABREU, Martha. O império do Divino: festas religiosas e cultura popular no Rio de Janeiro, 1830-1900. Rio de Janeiro: Nova Fronteira; São Paulo: Fapesp, 1999.
BENEVIDES, Francisco da Fonseca. Rainhas de Portugal: estudo histórico. 2ª Ed. Lisboa: Livros Horizonte, 2009.

CÂMARA MUNICIPAL DE ALENQUER. Renascem as festas do Espírito Santo. Disponível em Acesso em 02 jul 2010.

LEAL, João. As Festas do Espírito Santo no Açores: um estudo de antropologia social. Publicações Dom Quixote: Lisboa, 1994.

LOPES, Aurélio. Devoção e poder nas Festas do Espírito Santo. Edições Cosmos, 2004.

MARQUES, João Francisco. Oração e devoções. In: AZEVEDO, Carlos Moreira (Dir). História Religiosa de Portugal. Vol. 2, Lisboa: Círculo de Leitores, 2000. p.650-658

MATA, Luís Antonio Santos Nunes. Ser, ter e poder: o hospital do Espírito Santo nos finais da Idade Média. Coleção História e Arte. Número 5. Magno Edições &Câmara Municipal de Santarém: Leiria, 200. p. 21- 33

MILHEIRO, Maria Manuela. A Arte e a Festa. O sagrado, o lúdico e o efêmero. In: Cadernos do Noroeste. Vol. 9 (2), 1996, pag. 83-102

PENTEADO, Pedro. Confrarias. In: AZEVEDO, Carlos Moreira (Dir). História Religiosa de Portugal. Vol. 2, Lisboa: Círculo de Leitores, 2000. p. 323-330.

PREFEITURA DE NATIVIDADE. História e Localização geográfica. Disponível em: < http://www.natividade.to.gov.br/Historia/Acesso em: 19 jul 2016

PREFEITURA DE PIRENOPOLIS. Atrativos Culturais. Disponível em: < http://www.pirenopolis.go.gov.br/category/atrativos-culturais/>Acesso em: 19 jul 2016
Publicado
2017-01-12
Como Citar
Sousa, P. M. de. (2017). Festas do Divino Espírito Santo: influência do modelo de império de Alenquer (Portugal) na festa de Natividade - Tocantins (Brasil). DESAFIOS - Revista Interdisciplinar Da Universidade Federal Do Tocantins, 4(1), 14-20. https://doi.org/10.20873/uft.2359-3652.2017v4n1p14
Seção
Artigos