Hotel Central: O Moderno na Praça Pedro II - Núcleo Fundacional da Cidade de São Luís

Palavras-chave: Hotel Central, Arquitetura Moderna, Praças

Resumo

Este artigo trata da inclusão da modernidade na arquitetura das Praças Pedro II e Benedito Leite núcleo fundacional de São Luís do Maranhão, e da edificação do Hotel Central, construído em 1943 em estilo Art Decó. O projeto de autoria do arquiteto maranhense Vicente Azevedo, bastante arrojado no período, constituía-se de 5 níveis de pisos, num espaço onde predominava a horizontalidade. A história desse hotel se entrelaça com a história da praça, da cidade, com os usos e hábitos dos maranhenses e com o espírito do modernismo da época, e sua inauguração corresponde a um novo tempo para a cidade de São Luís, o que inclui a demolição de antigas edificações e a exaltação do novo. O contexto inclui a existência de uma guerra que abalava a população, pois alguns dos seus filhos participavam no front. Por outro lado, a distância do epicentro da guerra de certa forma diminuía os impactos dos horrores vivenciados principalmente na Europa e nos Estados Unidos da América. Neste ensaio, abordaremos o Hotel Central e sua relação com o tempo, com a cidade, com a história do espaço, Pedro II e Benedito Leite e destacaremos suas características principais.

Referências

ANDRADE, Nelson; BRITO, Paulo Lúcio; JORGE, Wilson Edson. Hotel Planejamento e Projeto. São Paulo: Senac, 2005.
BERMAN, Marshal. Tudo que é sólido se desmancha no ar. Tradução: Carlos Felipe Moisés eAna Maria L. Loriatti. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.
CORDEIRO, Juliana Carneiro Barbosa.”Pela Hora da Morte”: custo de vida em São Luís no contexto da Segunda Guerra Mundial. In: ABRANTES, Elizabeth Sousa; SANTOS, Sandra Regina Rodrigues dos (Org.). São Luís do Maranhão: novos olhares sobre a cidade. São Luís: Ed. UEMA, 2012, p. 179-212.
DEMPSEY, Amy. Estilos, escolas e movimentos. Tradução: Carlos Eugenio Marcondes de Moura. São Paulo: Cosac Naif, 2003.
FEITOSA, Rodrigo Miranda ; PFLUEGER, Grete. “O Racionalismo Europeu: Art Déco e Ecletismo, na construção da Avenida magalhães de Almeida.” 2º Seminário DOCOMOMO N-NE, 2008.
INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRIO E ARTÍSTICO (IPHAN). São Luís (MA). Disponível em: . Acesso em: 10 mar 2018.
KARL, Frederick Robert. Moderno e Modernismo. Rio de Janeiro: Imago, 1988.
Empresa Maranhense de Turismo.S. A. Subsidios para a história do Turismo no Maranhão. São Luís,Maratur.1982.
MARANHÃO. Interventor Federal (Paulo Martins de Souza Ramos). Relatório apresentado ao Exmo. Sr. Dr. Getulio Vargas, Presidente da República dos Estados Unidos do Brasil: administração de 1943. Estado do Maranhão, Imprensa Oficial, 1939.
MEIRELES, Mario Martins. Melo e Póvoas, Governador e Capitão General do Maranhão. São Luís, SIOGE, 1974
PLUEGER, Grete Soares. Renovações Urbanas e Ruínas no Maranhão no Século XX. In: PLUEGER, Grete Soares; SALGADO, Neto José Bello (Org.). Aspectos Urbanos de São Luís: uma abordagem multidisciplinar. São Luís: Ed. UEMA, 2012.
PLUEFGER, Grete; FURTADO, Lívia. As imagens do moderno em São Luís pelo álbum de Miécio Jorge, de 1950. Revista Amazônia Moderna, n. 1, p. 68-83, abr.-set. 2017.
SÃO LUIS Ilha do Maranhão e Alcântara: guia de arquitetura e paisagem - SAN LUIS Isla de Marañón y Alcántara: guia de arquitectura y paisaje. Ed. bilingue. Sevilla: Consejeria de Obras Públicas y Transportes. Dirección General de Arquitectura y Vivienda, 2018.
SINDICADO EMPRESARIAL DE HOSPEDAGEM E ALIMENTAÇÃO DO MARANHÃO (SEHAMA). Memórias da hotelaria no Maranhão. São Luís, 2014.
Publicado
2018-04-06