CUYABA GOLDEN HOTEL: Um projeto inacabado de modernidade

Palavras-chave: Arquitetura – Hotéis, Arquitetura hoteleira, Arquitetura moderna – Cuaibá, Botti Rubin Arquitetos, Mato Grosso - Arquitetura Moderna

Resumo

O objetivo desta pesquisa é reconhecer e analisar as qualidades históricas e arquitetônicas de um dos marcos da arquitetura moderna mato-grossense, o Cuyaba Golden Hotel, projetado em meados dos anos 1980 pelo escritório paulistano Botti Rubin, confrontando as prescrições do projeto original com seu conturbado e até hoje inacabado processo de execução. Busca-se esclarecer o potencial simbólico do prédio enquanto marco urbanístico da paisagem mais verticalizada, moderna e pujante da cidade de Cuiabá, definida pela avenida Historiador Rubens de Mendonça. Trata-se de um edifício de quinze andares estruturado em concreto armado cuja arquitetura assinala uma fase de transição da cultura arquitetônica mato-grossense e brasileira. O projeto original mescla preceitos do chamado brutalismo paulista a uma série de inovações plásticas e construtivas que marcaram os anos 1980 como um período de experimentações em torno das correntes hegemônicas da arquitetura moderna brasileira. O trabalho baseia-se em fontes primárias como as pranchas dos projetos originais e das reformas sofridas pelo mesmo durante a execução das obras. Recorreu-se ainda a entrevistas com os autores do projeto e outros profissionais envolvidos em sua construção. Espera-se, dessa forma, preencher uma lacuna na história da arquitetura moderna de Mato Grosso, ao favorecer o reconhecimento do caráter desbravador, tanto do projeto do hotel, quanto das frentes de colonização que indiretamente lhe deram origem.

Publicado
2018-11-30