O ensino de filosofia no Brasil: algumas notas sobre avanços e desafios

  • Pedro Gontijo Departamento de Filosofia da Universidade de Brasília
Palavras-chave: ensino

Resumo

O presente artigo apresenta e analisa aspectos da situação do ensino de Filosofia no Brasil na pós-graduação, graduação e educação básica. Mapeia desafios, perspectivas e apresenta um diagnóstico do crescimento da pós-graduação em Filosofia no Brasil nos últimos anos, bem como de iniciativas como a Especialização em Ensino de Filosofia promovidas pela CAPES/UAB, também ofertada por diferentes universidades, além do recém-criado Mestrado Profissional em Filosofia, coordenado pela Universidade Federal do Paraná. Ainda na pós-graduação, um desafio que merece destaque é a disparidade da presença entre mulheres e homens na pesquisa em Filosofia. Na graduação, uma análise da licenciatura, particularmente quanto ao papel do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Em relação ao ensino de Filosofia no Ensino Médio, buscou-se analisar dois temas: aspectos relacionados ao Programa Nacional do Livro Didático (PNLD), que está em sua terceira edição para o componente curricular Filosofia; e destacar os desafios decorrentes da reforma do Ensino Médio, em curso, patrocinada pelo Governo Federal, sobretudo pelas indefinições e riscos ao Ensino Médio como um todo e, especificamente, quanto ao ensino de Filosofia.

Publicado
2017-06-14
Seção
Artigos