SUFRAMA de Severiano Porto: solução inventiva na flexibilidade da malha reticular

Palavras-chave: processo de concepção, sede da Suframa, Severiano Porto

Resumo

O presente artigo faz parte de pesquisa maior sobre o pensamento e obra do arquiteto Severiano Mario Porto (1930). Dentre seus objetivos está a compreender o significado de sua arquitetura a partir da análise de algumas obras emblemáticas de sua produção. No presente trabalho, escolhemos para análise a sede da Superintendência da Zona Franca de Manaus – Suframa (1971-1974/1994- 1995). Estudar a contribuição dos arquitetos à arquitetura por meio do desvelamento do processo do projeto poderá ser de grande esclarecimento sobre a maneira como ele pensa a arquitetura. Os entraves durante o desenvolvimento de projeto são vários, há limite de tempo para a sua conclusão e o arquiteto deverá se apoiar a algum elemento do projeto para que possa concluí-lo. Para entender essa interdependência entre problema e solução, vários estudiosos mostram que os projetistas costumam fazer uma janela seletiva ou “emolduramento” (SCHON, 1983), e se apegar a determinadas ideias inicias (DARKE, 1979; ROWE, 1987) de solução antes mesmo de terem definido ou entendido completamente o problema. Diante da complexidade do projeto da sede da Suframa constatamos que Severiano Porto elegeu como “emolduramento” a indefinição do programa, considerando, por conseguinte a ideia de flexibilidade como o princípio gerador do projeto.

Referências

ARGAN, Giulio Carlo. Projeto e Destino. 1.ed. São Paulo: Ática, 2000.
BANHAM, Reyner. New Brutalism, ethic or aesthetic? Stuttagart: Karl Kramer Verlag, 1966.
BASTOS, M. J. & ZEIN, R. V. Brasil: arquitetura após 1950. 1.ed. São Paulo: Perspectiva, 2010.
DARKE, Jane. The Primary Generator and the Design Process. In: Design Studies, n.1 (1), 1979, pp. 36-44.
FORTY, Adrian. Words and Buildings. A vocabulary of modern architecture. 1.Ed. New York: Thames and Hudson, 2012.
LAWSON, Bryan. Como arquitetos e designers pensam. 1.ed. São Paulo: Oficinas de Textos, 2011.
LIMA, Mirian Keiko L. Ito Rovo de S. O Lugar da Adequação em Severiano Porto: Aldeia SOS do Amazonas. 2004. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo). Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal do Rio de Janeiro.
PORTO, Severiano. Escolas Pré-Fabricadas. ABA, Rio de Janeiro, n. 1, p. 120-121,1967.
______. Sede da Suframa. CJ Arquitetura, Rio de Janeiro, n. 98, p. 18-23,1975.
OLIVEIRA, José Aldemir de. Manaus de 1920-1967. A cidade doce e dura em excesso. Manaus: Valer, 2003.
ROWE, Peter. Design Thinking. Cambridge: MIT Press, 1987.
SCHÖN, Donald. The Reflective Practitioner: How professionals think in Action. New York: Basic Books, 1983.
ZEIN, Ruth Verde. A arquitetura da escola paulista brutalista 1953-1973. 2005. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) - Porto Alegre, 2005.
Publicado
2018-04-05