Atividade antimicrobiana do alho (Allium sativum l.) frente a bactéria causadora de infecção do trato urinário

  • Fabiano Freire Caldas Faculdade Integrada Carajás - FIC
  • Jeronimo Pereira Silva Filho Faculdade Integrada Carajás - FIC
  • Carla Andreia Rezende Rodrigues Faculdade Integrada Carajás - FIC
  • Diego Pereira da Silva Faculdade Integrada Carajás - FIC
Palavras-chave: antibióticos naturais, óleo essencial, halo de inibição, Escherichia coli

Resumo

Uma das formas de infecção mais predominante em todo mundo é a infecção do trato urinário, e pode-se determiná-la como: cistite, infecção do trato urinário baixo, infecção da bexiga ou como pielonefrite que é a forma mais grave desta patologia, onde a infecção se instala nos ureteres e rins. Na maioria dos casos a infecção é causada pela da bactéria Escherichia coli. Vários métodos alternativos com base em plantas ou extratos vegetais são testados a fim de se obter tratamentos que substituem os antibióticos sintéticos. O presente estudo teve como objetivo realizar a análise da atividade antibacteriana in vitro do óleo essencial do alho (allium sativum l.) e do extrato de alho frente bactéria Escherichia coli. O óleo essencial e os extratos do alho foram diluídos nas concentrações 100%, 50% e 25% e aplicados em meio contendo as cepas de E. coli juntamente com os antibióticos convencionais ciprofloxacina e levofloxacina para comparação de halo no antibiograma. Após incubação por 24 horas a 36°C, os resultados obtidos mostraram que o óleo essencial não apresentou resultado satisfatório, já o extrato de alho obteve halos(mm) em todas as concentrações analisadas (100% 13,33±2,59 50% 9,22±1,48 e 25% 6,22±4,27 sendo que a concentração de 100% obteve circunferências notáveis e muito próximas dos criados pelos antibióticos convencionais ciprofloxacina (11,56±4,27) e levofloxacina (13,44±3,43).

 

Biografia do Autor

Fabiano Freire Caldas, Faculdade Integrada Carajás - FIC

Graduação em Farmácia

Jeronimo Pereira Silva Filho, Faculdade Integrada Carajás - FIC

Graduação em Farmácia 

Carla Andreia Rezende Rodrigues, Faculdade Integrada Carajás - FIC

Professora do Curso de Farmácia da Faculdade Integrada Carajás - FIC Polo Redenção - PA, Graduada  em Farmácia (UFG), Especialista em Farmácia Clinica (Esamaz) e Mestreanda em em Ciência e Meio Ambiente (UFPA)

 

Diego Pereira da Silva, Faculdade Integrada Carajás - FIC

Professor do Curso de Farmácia da Faculdade Integrada Carajás - FIC Polo Redenção - PA, Graduado  em Tecnologia de Alimentos (UEPA), especialista em Nutrição (PUC - GO) e Mestre em Biotecnologia (UFT). 

Referências

ANDRADE, C.L. Histopatologia e identificação da Escheri-chia coli como agente causal da celulite aviária em frangos de corte. 2005. 62f. Dissertação de Mestrado (Mestrado em Med. Veterinária) - Universidade Federal Fluminense, Rio de Janeiro.

BADKE, M.R. et al. Plantas medicinais: o saber sustentado na prática do cotidiano popular. Escola Anna Nery, v.15, n.1, p.132-139, 2011.

ĆIRKOVIC, I.; JOVALEKC, M.; JEGOROC, B. In vitro antibacterial activity of garlic and synergism between garlic and antibacterial drugs. Arch Biol Sci. v.64, n.4, p.1369-1375. 2012.

COHAIN, J.S. Cases series: symptomatic group B 684 Rev. Bras. Pl. Med., Campinas, v.16, n.3, supl. I, p.679-684, 2014. Streptococcus vaginitis treated with fresh garlic. Inte-grative Medicine, v.9, n.3, p.40-43, 2010.

CORZO-MARTÍNEZ, M. et al. Biological properties of oni-ons and garlic. Trends in Food Science & Technology, v.18, n.12, p.609-625, 2007.

CUNHA, L.S. Avaliação da atividade antimicrobiana de extra-tos brutos de plantas do cerrado, substâncias isoladas e deri-vados semi sintéticos frente a microrganismos bucais. 2006. 170 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) ‐ Universidade de Franca, Franca, 2006.

CUTLER, R.R.; WILSON, P. Antibacterial activity of a new, stable, aqueous extract of allicinagainst methicillin‐resistant Staphylococcus aureus. British Journal of Biomedical Sci-ence.Londres, v.61, n.2, p.1-4, mar. 2004.

DERESSE, D. Antibacterial effetc of garlic (Allium sativum) on Sthaphylococcus aureus: Na in vitro study. Assian Jour-nal of Medical Sciences. Awassa Ethiopia, v.2, n.2, p. 62-65, mar. 2010.

GAZOLA, R.; SINGI, G.; RESENDE, R. Efeitos do extrato hidroalcoólico de Allium sativum (alho) sobre a pressão arte-rial média em ratos anestesiados. Revista Lecta. Bragança Paulista, v.20, n.2, p. 167-169, dez. 2002.

LIMA, D.X.; CÂMARA, F.P.; FONSECA. C.E.C. Urologia: Bases do Diagnóstico e Tratamento. 1. ed. São Paulo: Atheneu, 2014.

LIMA, M.R.F. et al. The antibiotic activity of some Brazilian medicinal plants. Brazilian Journal of Pharmacognosy, v.16, n.3, p.300-306, 2006.

LOPES, H.V; TAVARES, W. Diagnóstico das infecções do trato urinário. Revista da Associação Médica Brasileira, São Paulo, v.51, n.6, p.306-308, nov/dez. 2005.

LORENZI, H.; MATTOS, F.J.A. Plantas medicinais do Bra-sil: nativas e exóticas. Nova Odessa: Instituto Plantarum, 2002. 512p.

MINLER, J.A. (1996). Garlic: its anticarcinogenic and antitu-morigenic properties. Nutr. Rev, v.54, p.82-86.

MOREIRA, M.R. et al. Inhibitory parameters of essential oils to reduce a foodborne pathogen. LWT-Food Science and Techonology, v.38, n.5, p.565-570, 2005.

OOMEN, S., ANTO, R.J., SRINIVAS, G.E.; KARUNA-GARAN, D. Allicin (from garlic) induces caspase-mediated apoptosis in cancer cells. European Journal of Pharmaco-logy, 485, p.97-103, 2004.

PAUR, I.E.A. (2011). Antioxidants in herbs and spices: roles in oxidative stress and redox signaling. Disponível em: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22593932 Acesso em: 24/ junho/ 2018.

RORIZ FILHO, J.S. et al. Infecção do trato urinário. Revista da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, v.43, n.2, p. 118-125, 2010. Disponível em: http://revista.fmrp.usp.br/2010/vol43n2/Simp3_Infec%E7%E3o%20do%20trato%20urin%E1rio.pdf. Acesso em: 30/ junho/ 2018.

ROSSI, F.; ANDREAZZI, D.B. Resistência bacteriana: inter-pretando o antibiograma. São Paulo: Atheneu, 2005. 118p.

SANDHU D.S.; HEINRICH, M. The use of health foods, spices and other botanicals in the Sikh community in Lon-don, Phytotherapy Research. v.1; n.9; p.633-642. 2005.

SILVA, D.; GELLEN, L.F.; SILVA, T.; COSTA, J.; SILVA, A.; SCHEIDT, G. Resíduos de antibiótico em leite: preva-lência, danos à saúde e prejuízos na indústria de laticínios. Evidência - Ciência E Biotecnologia, v.13; n.2, p.137-152. 2013.

SILVA, N.C.C.; FERNANDES J.A. Biological properties of medicinal plants: a review of their antimicrobial activity. J Venom Anim Toxins incl Trop Dis. 2010; v.16; n.3; p.402-413.

SINGH, V.K., SINGH D.K. Pharmacological effects of garlic (Allium sativum L.). ARBS Annu Rev Biomed Sci. 2008; v.10; p.6-26.

WU, C.; SHEEN, L.; CHEN, H.; TSAI, S.E.; LII, C. (2001). Effects of organosulfur compounds from garlic oil on the antioxidation system in rat liver and red blood cells. Food Chem Toxicol, v.39, p.563-569.

Publicado
2019-10-05
Como Citar
Freire Caldas, F., Silva Filho, J. P., Rodrigues, C. A. R., & da Silva, D. P. (2019). Atividade antimicrobiana do alho (Allium sativum l.) frente a bactéria causadora de infecção do trato urinário. Journal of Biotechnology and Biodiversity, 7(1), 217-224. https://doi.org/10.20873/jbb.uft.cemaf.v7n1.caldas