ESQUISTOSSOMOSE NA REGIÃO NORTE DO BRASIL

  • Carlos Alberto Rodrigues Junior
  • Fellipe Camargo Ferreira Dias
  • Roniel Thalles Almeida da Silva Rosa
  • Cerize Rodrigues Lima Cardoso
  • Fernanda Paula Fernandes dos Santos Veloso
  • Sandra Maria Botelho Mariano
  • Benta Natânia Silva Figueiredo

Resumo

A esquistossomose, causada pelo helminto Schistosoma mansoni, é uma doença endêmica no Brasil, apresentando-se como sério problema de saúde pública. Entretanto, apesar da relevância da doença poucos são os estudos sobre a mesma na região Norte do Brasil. Assim, o presente estudo teve por objetivo avaliar as características epidemiológicas da esquistossomose na região entre 2012 e 2015. Foi realizado um estudo transversal das informações coletados no banco de dados oficial do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), do Ministério da Saúde. Nesse período, foi observada uma tendência no crescimento de casos notificados na região, sendo que 65,09% foram observados em indivíduos do sexo masculino e 34,91% do sexo feminino, 71,60% de raça parda, 17,16% de raça branca, 71,01% foram moradores de zona urbana e 26,63% de zona rural. Além disso, mais da metade da população estudada tinha entre 20 e 59 anos. De acordo com estudos já publicados, há uma tendência de aumento na incidência de infecção humana pelo Schistossoma sp. Essa perspectiva de crescimento de casos notificados pode ser observada nos dados encontrados por este estudo, dados relevantes por fornecer informações para construção de políticas de controle e prevenção.   
Palavras-chave: Doenças Negligenciadas; Esquistossomose mansônica; Região Norte do Brasil.

ABSTRACT

Schistosomiasis is an endemic disease in Brazil. It is caused by the worm Schistosoma mansoni, presenting itself as a serious public health problem. However, despite the relevance of the disease, there are few studies about the disease in the northern region of Brazil, so the present study aimed to evaluate the epidemiological characteristics of schistosomiasis in the region between 2012 and 2015. A cross-sectional study of the information collected in the bank of the national health information system, of the Ministry of Health. During this period, there was a trend in the growth of reported cases in the region, with 65,09% observed in males and 34, 91% of the female sex, 71,60% of the brown race, 17,16% of the white race, 71,01% were urban dwellers and 26,63% were rural. In addition, the majority of the population studied was between 20 and 59 years old. According to previously published studies, there is a trend of increasing incidence of human infection by Schistosoma sp. This perspective of growth of reported cases can be observed in the data found by this study, relevant data for providing information for the construction of control and prevention policies.                                   
Keywords: Neglected disease; Esquistossomose mansônica; Northern Brazil.

Publicado
2017-06-20

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>