PERFIL CLÍNICO-EPIDEMIOLÓGICO DA HEPATITE C NA REGIÃO NORTE DO BRASIL ENTRE 2012 E 2015

  • Kamile Eller Gusmão
  • Fellipe Camargo Ferreira Dias
  • Victor Mateus Xavier de Santana
  • Enoque Júnio da Rocha Calado
  • Vitória de Souza Oliveira
  • Amanda Amâncio Oliveira
  • Pedro Henrique Procópio Lobo
  • Aline Almeida Liberato
  • Aline Barbosa Lopes
  • Virgílio Ribeiro Guedes

Resumo

A hepatite C é uma doença viral, infecciosa e contagiosa, que representa grave problema de saúde pública de distribuição mundial. O objetivo foi aracterizar o perfil epidemiológico desta afecção na região Norte no período de 2012 a 2015, correlacionando-o com dados nacionais e mundiais. Foi realizado um estudo descritivo, retrospectivo, clínico e epidemiológico dos casos notificados de hepatite do tipo C na região Norte do Brasil, no período de 2012 a 2015 tendo como base o banco de dados oficial do Sistema de Informação de Agravos de Notificação – SINAN. No período estudado observou-se uma incidência regional e nacional decrescente da infecção por hepatite C, tendo como maiores os valores encontrados no ano de 2012, com o registro de 607 doentes novos na região Norte e 16523 no Brasil. Foram notificados 3083 casos entre 2012 e 2015 na região Norte, com uma média de 770,75 casos, sendo o diagnóstico realizado entre 40 e 59 anos em mais de 50% dos casos. A distribuição da doença é essencialmente urbana, com 2736 casos novos (88,7% do total), equilibrada entre os sexos (1,12 homem para cada mulher) e mais incidente na raça parda, com 2483 registros (mais de 80% da totalidade). A hepatite C é a terceira hepatite infecciosa mais incidente, correspondendo a 14% dos casos novos e sua identificação foi feita na forma crônica em 91% das vezes. A hepatite pelo vírus C é uma doença de distribuição mundial, mesmo em países de alto índice de desenvolvimento humano, com elevados níveis de cronicidade e morbidade e prevenível através de medidas de educação em saúde e segurança no trabalho.
Palavras-chave: Hepatite C, Epidemiologia, região Norte, Brasil.

ABSTRACT

Hepatitis C is a viral, infectious and contagious disease that represents a serious public health problem of worldwide distribution. To characterize the epidemiological profile of this condition in the North region in the period from 2012 to 2015, correlating it with national and global data. A descriptive, retrospective, clinical and epidemiological study of the reported cases of type C hepatitis in the North region of Brazil was accomplished during the period from 2012 to 2015, based on the official database from the National Notification Disease Information System – SINAN. A decreasing regional and national incidence of hepatitis C infection was observed during the studied period, with the highest values found in 2012, with 607 new patients in the North region and 16523 in Brazil. A total of 3083 cases were reported between 2012 and 2015 in the North region, with an average of 770.75, and the diagnosis being made between 40 and 59 years in more than 50% of the cases. The distribution of the disease is essentially urban, with 2736 new cases (88.7% of the total), proportional between the sexes (1.12 man for each woman) and more incident in the brown race, with 2483 records (more than 80% of the totality). Hepatitis C is the third most frequent infectious hepatitis, accounting for 14% of new cases and was identified in its chronic form 91% of the time. C virus Hepatitis is a disease of worldwide distribution, even in countries with a high human development index, with high levels of chronicity and morbidity and preventable through health education and safety at work.
Keywords: Hepatitis C, Epidemiology, North, Brazil.

Biografia do Autor

Fellipe Camargo Ferreira Dias

Acadêmico do curso de Medicina

Publicado
2017-06-20

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 6 > >>