OS MULTILETRAMENTOS NA FORMAÇÃO DOCENTE CONTINUADA E O ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA

Palavras-chave: multiletramento, Ensino, Novas mídias, Formação continuada

Resumo

A formação docente continuada tem sido preocupação de diferentes esferas públicas, desde a federal até a municipal, uma vez que o professor é o elemento-chave na melhoria da qualidade do ensino. Assim o objetivo deste artigo é analisar atividades propostas em um curso de formação continuada oferecido na modalidade a distância, em âmbito federal. É alvo de análise neste trabalho as atividades propostas no curso de especialização “Educação na Cultura Digital – Língua Portuguesa – Ensino Médio”, parceria MEC-SEB-Proinfo/Universidade Federal de Santa Catarina (LANTEC). A análise das atividades do curso oportuniza o levantamento de características que buscam fomentar os multiletramentos dos professores-cursistas envolvidos na formação, no atual contexto educacional, é urgente que os professores se apropriem de novas linguagens, novas mídias, dos multiletramentos. O pressuposto teórico que embasa a pesquisa é a pedagogia dos multiletramentos, proposta pelo Grupo de Nova Londres (GNL), em 1996.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Liliane Pereira da Silva Costa, Centro de Estudos e Tecnologias Educacionais (CETEC-SEE-SP)

Doutora em Linguística Aplicada pelo Instituto de Estudos da Linguagem da Universidade Estadual de Campinas (IEL/UNICAMP), na área de Linguagem e Educação. Professora Faculdade das Américas, curso de Letras. Professora efetiva da rede estadual de São Paulo, atuando no Centro de Estudos e Tecnologias Educacionais (CETEC), da Coordenadoria de Gestão da Educação Básica (SEE/SP), responsável por propor e articular projetos e programas pedagógicos com a utilização das tecnologias. E-mail: lilianecosta@gmail.com. 

Referências

CENTRO REGIONAL DE ESTUDOS PARA O DESENVOLVIMENTO DA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO (CETIC). Pesquisa TIC Domicílios. 2015. Disponível em: <http://cetic.br/pesquisa/domicilios/indicadores>. Acesso em: 30 nov. 2016.

__________. CETIC.BR. Pesquisa sobre o uso das tecnologias de informação e comunicação nas escolas brasileiras – TIC 2014. NIC.BR/CETIC.BR, 2014. Disponível em <http://cetic.br/publicacao/pesquisa-sobre-o-uso-das-tecnologias-de-informacao-e-comunicacao-nas-escolas-brasileiras-tic-educacao-2015/>. Acesso em: 20 nov. 2016.

COLL, C. Psicologia y curriculum. Apud; SCHNEUWLY, B; DOLZ, J. Gêneros orais e escritos na escola. Trad. Org. Roxane Rojo e Glais Sales Cordeiro. Campinas, SP: Mercados de Letras, 2004.

COLL, C.; MONEREO, C. Educação e aprendizagem no século XXI: novas ferramentas, novos cenários, novas finalidades. In: COLL, C.; MONEREO, C. (Orgs.). Psicologia da educação virtual: aprender e ensinar com as tecnologias da informação e da comunicação. Tradução N. Freitas. Porto Alegre: Artmed. P. 15-46.

COLL, C.; ILLERA, J. L. R. Alfabetização, novas alfabetizações e alfabetização digital: as TIC no currículo escolar. In: COLL, C.; MONEREO, C. (Orgs.). Psicologia da educação virtual: aprender e ensinar com as tecnologias da informação e da comunicação. Tradução N. Freitas. Porto Alegre: Artme, 2010. p. 289-310.

COPE, B.; KALANTZIS, M. Multiliteracies: new literacies, new learning. Pedagogies: an international jornal, Nanyang Walk, v. 4, n. 3, p. 164-195, 2009.

__________; __________ (Eds.). Multiliteracies: Literacy learning and the design of social futures. London/ NY: Routledge, 2006[2000/1996].

KALANTZIS, M.; COPE, B.; HARVEY, A. Assessing multiliteracies and the new basics. Assesment in education, London (UK), v. 10, n. 1, p. 15-26, 2003.

__________. A Multiliteracies Pedagogy: a pedagogical supplement. In: COPE, B.; KALANTZIS, M. (Eds.). Multiliteracies: literacy learning and the design of social futures. London: Routledge, 2000.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC). Curso de especialização em educação na cultura digital. Guia de diretrizes metodológicas. Edla Maria Faust Ramos [et al.]. Brasília: Ministério da Educação, 2013a. Disponível em: <http://educacaonaculturadigital.mec.gov.br/>. Acesso em: 27 set. 2015.

NEW LONDON GROUP. A pedagogy of multiliteracies: desingning social futures. Harvard Educational Review, Cambridge (MA), v. 66, n.1, p. 60-92, 1996.

ROJO, R. H. R. Pedagogia dos multiletramentos. In: ROJO, R.; MOURA, E. (Orgs). Multiletramentos na escola. São Paulo: Parábola Editorial, p. 11-31, 2012.

Publicado
2018-08-01
Como Citar
COSTA, L. P. DA S. OS MULTILETRAMENTOS NA FORMAÇÃO DOCENTE CONTINUADA E O ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA. Revista Observatório, v. 4, n. 5, p. 149-181, 1 ago. 2018.