DESINFECÇÃO DE EFLUENTE FINAL DE ABATEDOURO DE BOVINOS COM ÁCIDO PERACÉTICO PARA FINS DE REÚSO

  • Grasiele Soares Cavallini UFT
  • Wesley Pereira Silva UFT
  • Mayara Ferreira Gonzaga UFT

Resumo

A bovinocultura é uma das principais atividades produtivas do agronegócio brasileiro, colocando o país no primeiro lugar em exportações de carne bovina do mundo. O grande número de abate de animais implica na geração de elevado volume de efluente líquido, sendo estimado um consumo de 2500 litros de água por animal abatido. Este efluente, além de rico em matéria orgânica, também apresenta microrganismos patogênicos provenientes da lavagem das vísceras e das fezes dos animais. A inativação destes microrganismos não ocorre por tratamento secundário, como lagoas de estabilização, a forma de tratamento mais empregada para este tipo de efluente, restringindo as possibilidades de reúso deste efluente. Assim, este trabalho investigou um desinfetante não clorado, o ácido peracético (APA) 15%, o qual possibilitou, além da desinfecção, a oxigenação do efluente. O tratamento terciário proposto teve o objetivo de melhorar a qualidade do efluente final para o seu possível reúso. A concentração de 5mg/L de APA em um tempo de contato de 10 minutos foram suficientes para a adequação microbiológica exigida pelo Manual de reúso da EPA, para reúso agrícola restritivo. No entanto, a dosagem de 20mg/L de APA, além de maior desinfecção, não proporciona aumento de DBO do efluente.

Palavras-chave: Reúso de efluente, irrigação de pastagem, ácido peracético.

 

Referências

APHA / AWWA / WEF. Standard Methods of the Examination of Water and Wastewater. 20th ed. APHA (American Public Health Association) CD-ROM. USA, 1998.

CLEMENTINO, I. J.; PIMENTA, C. L. R. M.; FERNANDES, L. G.; BEZERRA, C. S.; ALVES, C. J.; DIAS, R. A.; AMAKU, M.; FERREIRA, F.; TELLES, E. O.; GONÇALVES, V. S. P.; FERREIRA NETO, J. S.; AZEVEDO, A. S. Caracterização da pecuária bovina no Estado da Paraíba, Nordeste do Brasil. Semina: Ciências Agrárias, Londrina, v. 36, n. 1, p. 557-570, jan./fev. 2015.

CNPC (Conselho Nacional de Pecuária de Corte). Pecuária traz possibilidades de um futuro melhor. Publicado em 23/03/2015. Disponível em: http://www.cnpc.org.br/news1.php?ID=8178. Acessado em 12 de abril de 2015.

CONAMA (Conselho Nacional de Meio Ambiente) Resolução n° 357 de 17 de março de 2005. Dispõe sobre a classificação dos corpos de água e diretrizes ambientais para o seu enquadramento, bem como estabelece as condições e padrões de lançamento de efluentes, e dá outras providências. Disponível em: . Acessado em: 23 jun. 2010.

DANIEL, L. A.; BRANDÃO, C. C. S.; GUIMARÃES, J. R.; LIBÂNIO, M.; DE LUCA, S. J. Métodos Alternativos de Desinfecção da Água: Processos de Desinfecção e Desinfetantes Alternativos na Produção de Água Potável. 1° Edição. São Paulo: RiMa Artes e Textos, 2001. 139p.

EPA (United States Environment Protection Agency). Manual para reúso de água. EPA/ 600/R – 12/618, 2012.

HESPANHOL, I. Potencial de Reuso de Água no Brasil Agricultura, Indústria, Municípios, Recarga de Aquíferos. RBRH – Revista Brasileira de Recursos Hídricos, v.7, p.75-95, 2002.

JORDÃO, C. P.; RIBEIRO, P. R. da S; MATOS, A. T. de; FERNANDES, R. B. A. Aquatic contamination of the Turvo Limpo river basin at the Minas Gerais state, Brazil. Journal of the Brazilian Chemical Society, v. 18, n. 1, p.116 - 125, 2007.

KITIS, M. Disinfection of wastewater with peracetic acid: a review. Environment International, v. 30, p. 47-55, 2004.
Publicado
2017-10-03
Como Citar
Cavallini, G. S., Silva, W. P., & Gonzaga, M. F. (2017). DESINFECÇÃO DE EFLUENTE FINAL DE ABATEDOURO DE BOVINOS COM ÁCIDO PERACÉTICO PARA FINS DE REÚSO. DESAFIOS - Revista Interdisciplinar Da Universidade Federal Do Tocantins, 4(4), 41-50. https://doi.org/10.20873/uft.2359-3652.2017v4n4p41
Seção
Artigos