AVALIAÇÃO COMPARATIVA ENTRE OS COAGULANTES SULFATO DE ALUMÍNIO FERROSO E POLICLORETO DE ALUMÍNIO PARA TRATAMENTO DE ÁGUA: ESTUDO DE VIABILIDADE ECONÔMICA

  • Karita Santos Lemos
  • Silvio Quintino de Aguiar Filho
  • Grasiele Soares Cavallini UFT

Resumo

O presente trabalho compara o desempenho de dois coagulantes, o sulfato de alumínio ferroso (SAF) e o policloreto de alumínio (PAC) na remoção de turbidez para o tratamento de água para abastecimento público, utilizando como estudo de caso a represa Bananal que abastece o Município de Gurupi, TO. Para os estudos referentes aos processos de coagulação, floculação, sedimentação foram realizados ensaios em equipamento de bancada Jar test, o processo de filtração foi avaliado em filtro em escala de bancada utilizando areia própria para filtro de ETA. Para avaliar a eficiência do sistema foram testadas: diferentes dosagens dos coagulantes em distintas faixas de pH, a velocidade de sedimentação e a taxa de filtração. O coagulante PAC, na dosagem de 12mg.L-1, apresentou melhor desempenho na remoção de cor aparente e turbidez, com a menor concentração de ferro total e alumínio total residual. A dosagem de 15mg.L-1 do coagulante SAF demonstrou um desempenho inferior, no entanto, ambos apresentaram resultados dentro dos limites estabelecidos pela Portaria MS nº 2.914/2011. O estudo de custos indicou que economicamente a utilização do SAF é mais viável, logo que ambos os coagulantes não necessitaram de adição de alcalinizante no processo devido as características da água avaliada.

Publicado
2020-03-24
Como Citar
Santos Lemos, K., Quintino de Aguiar Filho, S., & Cavallini, G. S. (2020). AVALIAÇÃO COMPARATIVA ENTRE OS COAGULANTES SULFATO DE ALUMÍNIO FERROSO E POLICLORETO DE ALUMÍNIO PARA TRATAMENTO DE ÁGUA: ESTUDO DE VIABILIDADE ECONÔMICA. DESAFIOS - Revista Interdisciplinar Da Universidade Federal Do Tocantins, 7(1), 109-119. https://doi.org/10.20873/uftv7-7824
Seção
Artigos