O ANTIGO E O NOVO CANGAÇO SOB A PERSPECTIVA DO BANDIDTISMO SOCIAL

Autores

  • MATHEUS DAMACENA PESSOA ESCOLA SUPERIOR DE GUERRA - ESG

Palavras-chave:

NOVO CANGAÇO, BANDITISMO SOCIAL, VIOLÊNCIA

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo investigar pontos de divergência e de convergência entre o antigo e o novo cangaço, estabelecendo correlações entre este último e a ideia de banditismo social na análise histórica de Eric Hobsbawm. Ao longo do texto, verificou-se que apesar de carregar nomes similares, o novo cangaço não apresenta mais muitas das principais características do cangaço em sua acepção clássica, assim como era conhecido no final do século XIX e início do século XX. Logo, em razão da perda dessas características, o novo cangaço não possui os atributos necessários para se enquadrar como prática associada ao banditismo social, ou seja, aquele movimento social capaz de abalar as estruturas sociais vigentes, sendo  movido por ressentimentos de classes e opressão.

Downloads

Publicado

2023-08-30

Como Citar

DAMACENA PESSOA, M. (2023). O ANTIGO E O NOVO CANGAÇO SOB A PERSPECTIVA DO BANDIDTISMO SOCIAL. REVISTA ANTÍGONA, 1(01). Recuperado de https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/antigona/article/view/15784