DO Desenho narrativo à teoria da narração: uma discussão necessária à compreensão do processo em duas formas de expressão

  • Carlos Fernando Martins Franco
Palavras-chave: Ritmo, Texto, Tempo, Audiovisualidades

Resumo

O presente ensaio trata das relações entre as imagens e o texto, tendo no pano de fundo a narração como um encadeamento de informações em função do tempo. Observa os elementos presentes na linearidade simbólica do texto e a presença das audiovisualidades, ou seja, as sugestões imagéticas contidas; elemento fundamental para, por exemplo, os processos de adaptação de linguagem. Discute as dimensões do tempo nos processos audiovisuais, bem como signos da mesma natureza dentro do texto. Conclui que os processos adaptativos devem ter no tempo sugestivo a base para uma fidedignidade rítmica.

Referências

ALENCAR, José de. Iracema. Disponível em: http://www.cpv.com.br/cpv_vestibulandos/dicas/livros/iracema.pdf, acessado em 02/02/2018.
DANCYGER, Ken. Técnicas de edição para cinema e vídeo. São Paulo: Elsevier, 2003.
EISENSTEIN, Sergei. A forma do filme. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2002.
LOTTERMANN, Silvana S. A presença do narrador no texto literário, disponível emhttp://www.univates.br/files/files/univates/editora/arquivos_pdf/revista_signos/ano30_n1_2009/3_A_presen_.pdf
MURCH, Walter. Num piscar de olhos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2004.
TARKOVSKI, Andrei. Esculpir o tempo. São Paulo: Martins Fontes, 1998.
Publicado
2018-08-01