A APOSENTADORIA DO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA NA LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA BRASILEIRA

  • Wilton Antonio Machado Junior Universidade Federal de Itajubá
Palavras-chave: Previdência Social, Regime Geral da Previdência Social, Aposentadoria de Professor, Aposentadoria Especial

Resumo

O Brasil passa por momentos instáveis que acarretam desequilíbrios em todas as esferas, a política não fica fora desse cenário. O “rombo” da previdência social é um assunto reiteradamente discutido na esfera política, empresarial e pela mídia. Em função disso, nota-se a preocupação da sociedade com a sua futura aposentadoria. O objetivo deste artigo foi mostrar os requisitos e a evolução histórica da legislação em torno da aposentadoria de professor de educação básica no Regime Geral de Previdência Social. E, também, diferenciar a aposentadoria comum no Regime Geral de Previdência Social e a aposentadoria vinculada aos professores da educação básica.  Como metodologia, foi adotada a pesquisa bibliográfica e documental por meio da leitura crítica de obras pertinentes ao enfrentamento do tema. Os professores de ensino básico que estão vinculados ao Regime Geral de Previdência Social e requerem a aposentadoria por tempo de contribuição tem direito a aposentadoria 5 anos antes do estipulados para os outros contribuintes; e, apenas os professores básica que exercem a profissão dentro da sala de aula, direção e assessoramento gozam do benefício de aposentadoria com a diminuição de 5 anos.

Referências

ANASPS. Evolução da Previdência Social. J. B. Serra e Gurgel (pesquisador).
Brasília, 2007. Disponível em: .
Acesso em: 20.set.2018.

BRASIL. Lei n° 9.394, de 20 de dezembro de 1996e. Estabelece as diretrizes da
educação nacional. Disponível em:
. Acesso em 20.set.2018.

______. Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991. Dispõe sobre os planos de benefícios da Previdência Social e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em 20.set.2018.

______. Constituição. 1988. Constituição da República Federativa do Brasil.
Disponível em: .
Acesso em 20.set.2018.

_____. Lei n.º 8.213, de de 24 de julho de 1991. Dispõe sobre os Planos de
Benefícios da Previdência Social e dá outras providências. Disponível em:
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L8213compilado.htm. Acesso em 20.set.2018.

______. Emenda Constitucional nº 20, de 15 de dezembro de 1998. Modifica arts. 37, 40, 42, 48, 96, 149 e 201 da Constituição Federal, revoga o inciso IX do §3 do art. 142 da Constituição Federal e dispositivos da Emenda Constitucional n° 20, de 15 de dezembro de 1998, e dá outras providências.

______. Emenda Constitucional n° 18, de 30 de junho de 1981. Dispõe sobre a aposentadoria especial para professores e professoras. Disponível em: . Acesso em 20.set.2018.

______. Lei nº 3.807, de 26 de agosto de 1960. Dispõe sobre a Lei Orgânica da Previdência Social.

______. Lei nº 10.666, de 8 de maio de 2003. Dispõe sobre a concessão da aposentadoria especial ao cooperado de cooperativa de trabalho ou de produção e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em 20.set.2018.

______. Decreto n° 53.831, de 25 de março de 1964. Dispõe sobre a aposentadoria especial instituída pela Lei 3.807, de 26 de agosto de 1960.

______. Supremo Tribunal Federal. Súmula 726. Disponível em: . Acesso em 20.set.2018.

______. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: . Acesso em 20.set.2018.

______. Lei n° 12.772, de 28 de dezembro de 2012. Dispõe sobre a estruturação do plano de carreiras e cargos de magistério federal. Disponível em: . Disponível em: 20.set.2018.

______. Supremo Tribunal Federal. ADIN nº 3.772 Distrito Federal. Disponível em: < http://redir.stf.jus.br/paginadorpub/paginador.jsp?docTP=AC&docID=605033>. Acesso em 20.set.2018.

______. Supremo Tribunal Federal. Recurso extraordinário nº 141.376/RJ. Disponível em: . Acesso em: 20.set.2018.

______. Superior Tribunal de Justiça. Recurso especial nº 548537/PE. Disponível em: . Acesso em 20.set.2018.

______. Superior Tribunal de Justiça. Recurso Especial nº 872503/RO. Disponível em: . Acesso em: 20.set.2018.

CASTRO, Carlos Alberto. Manual de Direito Previdenciário. 5. Ed. São Paulo: LTR, 2004.

______; LAZZARI, João Batista. Manual de direito previdenciário. 15. ed. rev. e atual. Rio de Janeiro: Forense, 2013.

MARTINEZ, Wladimir Novaes. Curso de direito previdenciário. 3ª ed. São Paulo: LTr, 2010.

NELSON, Rocco Antonio Rangel Rosso. Da regra constitucional da acumulação de cargos de professor no ordenamento jurídico brasileiro. Revista de la facultad de ciencias económicas, n. 17, 149-168. Disponível em: . Acesso em 20.set.2018.

ROCHA, Daniel Machado da; BALTAZAR JÚNIOR, José Paulo. Comentários à lei de benefícios da previdência social. 3 ed. rev. atual. Porto Alegre: Livraria do Advogado: Esmafe, 2003, p. 209-210.

SANTOS, Marisa Ferreira dos. Direito previdenciário esquematizado. 2ª ed. rev. e atual. São Paulo: Saraiva, 2013.

SILVA, C. M. O regime de acumulação na Constituição de 1988. 1989. Revista de Informação Legislativa, 26, n. 101, 183-196. Disponível em: . Acesso em 20.set.2018
Publicado
2018-11-18
Seção
Artigo Científfico