EXPERIÊNCIA DA LIGA ACADÊMICA DE NEUROCIÊNCIAS-UFSM EM ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

  • Jamir Pitton Rissardo Universidade Federal de Santa Maria
  • Ana Leticia Fornari Caprara UFSM
  • Martim Tobias Bravo Leite UFSM
  • Ana Lucia Cervi Prado UFSM
Palavras-chave: Extensão. Educação Médica. Educação em Saúde. Neurociências. Pesquisa.

Resumo

A Neurociência é uma ciência interdisciplinar que colabora com outras áreas do conhecimento científico. O presente artigo é um relato de experiência, e objetiva relatar o projeto de extensão ‘‘Liga Acadêmica de Neurociências da Universidade Federal de Santa Maria (Neuroliga-UFSM)’’, em atividade desde dezembro de 2007. Os objetivos da Neuroliga são mobilizar e orientar alunos dos cursos da área da saúde interessados em estudar os distúrbios do sistema nervoso, e dessa forma, contribuir na formação do profissional. Assim como, constituir um instrumento de capacitação da sociedade local, possibilitando a prevenção de doenças e a promoção de saúde. As principais atividades extensionistas realizadas são descritas em ordem cronológica e incluem as campanhas de combate ao acidente vascular cerebral, atividades intra-hospitalares, Jornada de Neurociências, Curso de Metodologia Científica, Simpósio Internacional de Neurociências, Jornada Integrada de Anestesiologia e Neurologia, Semana Nacional do Cérebro, e Jornada de Neuropsiquiatria. As instituições envolvidas em tais ações foram a UFSM e o Hospital Universitário de Santa Maria. O planejamento e o público-alvo das ações de cada ano foram moldados de acordo com a disponibilidade e as autorizações fornecidas para cada atividade e algumas modificações foram feitas de acordo com as demandas.

Referências

Associação Brasileira de Ligas Acadêmicas de Medicina (ABLAM). Diretrizes Nacionais de Ligas Acadêmicas de Medicina. São Paulo. 2016. Disponível em: http://ablam.org.br/diretrizes-nacionais/. Acesso em: 05 de agosto de 2019.

BEAR, Mark F.; CONNORS, Barry W.; PARADISO, Michael A. Neurociências: desvendando o sistema nervoso. Artmed Editora, 2008, p. 10.

BOTELHO, Nara Macedo.; FERREIRA, Iago Gonçalves.; SOUZA, Luis Eduardo Almeida. Ligas Acadêmicas de Medicina: Artigo de Revisão. Revista Paraense de Medicina, v. 27, p. 85-88, 2013. Disponível em: http://files.bvs.br/upload/S/0101-5907/2013/v27n4/a4082.pdf. Acesso em: 05 de agosto de 2019.

BRASIL, Ministério da Saúde. Indicadores de Mortalidade. In: Brasil, Ministério da Saúde. Indicadores de Dados Básicos – 2012. Brasil: 2012. Disponível em: http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/idb2012/matriz.htm#mort. Acesso em: 05 agosto de 2019.
NEVES, Flávio Branco Cerqueira Serra et al Inquérito nacional sobre as ligas acadêmicas de Medicina Intensiva. Revista Brasileira de Terapia Intensiva, v. 20, p.43-8, 2008. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbti/v20n1/a07v20n1. Acesso em: 05 agosto de 2019.

OVANDO, Angélica Cristiane.; MICHAELSEN, Stella Maris.; DIAS, Jonathan Ache.; HERBER, Vanessa. Treinamento de marcha, cardiorrespiratório e muscular após acidente vascular encefálico: estratégias, dosagens e desfechos. Fisioterapia em Movimento, v. 23, p. 253-69, 2010. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/index.php/fisio/article/view/20805. Acesso em: 05 agosto de 2019.

SILVA, Simone Alves.; FLORES, Oviromar. Ligas Acadêmicas no processo de formação dos estudantes. Revista Brasileira de Educação Médica, v. 39, p. 410-425, 2015. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbem/v39n3/1981-5271-rbem-39-3-0410.pdf. Acesso em: 05 agosto de 2019.
Publicado
2020-11-06
Como Citar
Pitton Rissardo, J., Fornari Caprara, A. L., Bravo Leite, M. T., & Cervi Prado, A. L. (2020). EXPERIÊNCIA DA LIGA ACADÊMICA DE NEUROCIÊNCIAS-UFSM EM ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO. Capim Dourado: Diálogos Em Extensão, 3(3). https://doi.org/10.20873/7809-v3n3
Seção
Relatos de experiências de Extensão em tempos de pandemia da Covid-19 II