O Papel do professor no sucesso da alfabetização de crianças com dislexia

Autores

  • Alexandre da Silva de Melo UFT

DOI:

https://doi.org/10.20873/RELPE.2447-6293.e202309

Palavras-chave:

Dislexia, Dificuldade de Aprendizagem, Educação Inclusiva

Resumo

O presente artigo tem por finalidade analisar o cenário da educação inclusiva nas escolas brasileiras, mais especificamente a realidade dos alunos disléxicos. Entendendo, o que o pedagogo enquanto mediador dos conhecimentos, pode fazer para favorecer o aprendizado desse aluno, até então negligenciado pela sociedade. O projeto será desenvolvido através de pesquisas bibliográficas e documentais, tendo como enfoque principal as dificuldades de aprendizagem do desleixo e buscando compreender um pouco mais sobre o tema proposto, possibilitando contribuir com acadêmicos e profissionais que atuam na área da educação que lidam direta ou indiretamente com o problema abordado. Sendo que estas ferramentas também permitiram analisar transtornos e buscar melhorias, ficando ainda mais evidente que o professor tem papel de fundamental importância no êxito do educando, visto que este não será alfabetizado pelo método tradicional, pois a criança disléxica não consegue internalizar o todo, necessita de um trabalho diferenciado para sua individualidade, ou seja, para a escola cumpra com a sua responsabilidade junto às crianças dislexias, é necessário a implantação e implementação de políticas públicas direcionadas para a efetivação de uma escola que se configure inclusiva e que possibilite formação específica para os professores e a garantia de utilização de recursos didáticos e pedagógicos importantes para o desenvolvimento das crianças.

Referências

ALVES, Ângela; FERREIRA, E; FERREIRA, J. Dislexia e Educação: Deveres e dilemas.

f. Faculdade de Educação São Luís, Maranhão. Disponível em: http://www.gestaouniversitaria.com.br/system/scientific_articles/files/000/000/051/original/Dislexia_e_Educa%C3%A7%C3%A3o.pdf?1411606364. Acesso em: 10 de novembro de 2021.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE DISLEXIA. Disponível em: http://www.dislexia.org.br/dislexia.htm. Acesso em: 10 de novembro de 2021.

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE DISLEXIA. Disponível em: http://www.andislexia.org.br/. Acesso em: 10 de novembro de 2021.

ASSOCIATION, AMERICAN PSYCHIATRIC. MANUAL DIAGNOSTICO E ESTATÍSTICO DE TRANSTORNOS MENTAIS DSM-5. 5 a EDIÇÃO pg. 108-115. ed. Porto Alegre: Artmed, 2014. 948 p.

Blasi, H. F. (2006). Contribuições da psicolinguística ao estudo da dislexia. Tese de Doutorado não publicada, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

BRANDÃO, Letícia Peixoto Morais. Dislexia: Características e Intervenções. Especialização em Educação Especial e Inclusiva. Universidade Cândido Mendes. Rio de Janeiro: RJ. 2015. Disponível em: http://www.avm.edu.br/docpdf/monografias_publicadas/R201671.pdf. Acessado em: 10 de novembro de 2021.

CÂNDIDO, Edilde da Conceição. Psicopedagogia para a dislexia nas séries iniciais do ensino fundamental. Especialização em Psicopedagogia. Universidade Cândido Mendes. Rio de Janeiro: RJ. 2013. Disponível em: http://www.avm.edu.br/docpdf/monografias_publicadas/T208833.pdf. Acesso em: 10 de novembro de 2021.

ELLIS, Andrew W. Leitura, escrita e dislexia: uma análise cognitiva. 2. ed. Tradução de Dayse Batista. Porto Alegre: Artes Médicas, 1995.

FALCÃO, Leandra Teixeira. Tabela das fases do desenvolvimento infantil. Disponível em: http://leandrafono.blogspot.com.br/2012/02/tabela-das-fases-do-desenvolvimento.html. Acesso em: 10 de novembro de 2021.

FIGUEIRA, Guilherme Luiz Mascarenhas. Um olhar psicopedagógico sobre a dislexia. Especialização em Psicopedagogia. Universidade Cândido Mendes. Niterói: RJ. 2012. Disponível em: http://www.avm.edu.br/docpdf/monografias_publicadas/N204682.pdf. Acesso em: 10 de novembro de 2021.

FREITAS, M.T.de A.2000. As apropriações do pensamento de Vygotsky no Brasil: um tema em debate em Psicologia da Educação. Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia da Educação. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, n.10/11: 9-28.

FONSECA, Vitor dá. Introdução às Dificuldades de Aprendizagem. 2a. ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 1999.

FONSECA, Rosamaria Maria Reboredo Martins da. O desenvolvimento da competência linguística na Dislexia. Especialização em Psicopedagogia Institucional. Universidade Cândido Mendes. Rio de Janeiro: RJ. 2011. Disponível em: http://www.avm.edu.br/docpdf/monografias_publicadas/G200735.pdf. Acesso em: 10 de novembro de 2021.

MARSILI, Mira Allil. Dislexia no contexto da aprendizagem. Especialização em Controladoria e Finanças. Universidade Cândido Mendes. Rio de Janeiro: RJ. 2010. Disponível em: http://www.avm.edu.br/docpdf/monografias_publicadas/c205242.pdf. Acesso em: 10 de novembro de 2021.

MOURA, O. (2017). Portal Dislexia. Disponível em: https://dislexia.pt. Acesso em 21/09/2021.

MOURA, Suzana Paula Pedreira Tavares de. A dislexia e os desafios pedagógicos. Especialização em Orientação Educacional e Pedagógica. Universidade Cândido Mendes. Niterói: RJ. 2013. Disponível em: http://www.avm.edu.br/docpdf/monografias_publicadas/N205864.pdf. Acesso em: 10 de novembro de 2021.

Organização Mundial da Saúde. CID-10 Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde. 10a rev. São Paulo: Universidade de São Paulo; 1997. vol.2. AMERICAN PSYCHIATRIC ASSOCIATION. Manual de Diagnóstico e Estatística de Distúrbios Mentais DSM-IV. São Paulo: Manole, 1994.

OLIVIER, L. Distúrbios de Aprendizagem e de Comportamento. 2.ed. Rio de Janeiro: Wak, 2007.

RODRIGUES, Sônia Das Dores; CIASCA, Sylvia Maria. DISLEXIA NA ESCOLA: IDENTIFICAÇÃO E POSSIBILIDADES DE INTERVENÇÃO. Revista da Associação Brasileira de Psicopedagogia, São Paulo, v. 33, n. 100, abr. 2016. Disponível em: <http://www.revistapsicopedagogia.com.br/detalhes/21/dislexia-na-escola--identificacao-e-possibilidades-de-intervencao>. Acesso em: 10 de novembro de 2021.

SILVA, Nilza Sebastiana da; SILVA, Fábio José Antônio dá. A dislexia e a dificuldade na aprendizagem. Revista Científica Multidisciplinar, Ano 1, vol. 5, pg.75-87 julho 2016, ISSN: 2448-0959.

SOLITTO, Rosemary Helena Chagas. Avaliação Escolar para os Alunos Disléxicos. 2008. Trabalho Científico de Conclusão de Curso. Centro de Referência de Distúrbio de Aprendizagem. São Paulo.

PERRENOUD, Philippe. 10 novas competências para ensinar. Porto Alegre: Artmed, 2000.

VERAS, Fernanda de Carvalho. A dislexia e a linguagem com foco na leitura e produção textual. 49 f. Universidade de Brasília, 2012.

Downloads

Publicado

2023-07-30

Como Citar

DA SILVA DE MELO, Alexandre. O Papel do professor no sucesso da alfabetização de crianças com dislexia. RELPE: Revista Leituras em Pedagogia e Educação, [S. l.], v. 7, n. 1, p. e202309, 2023. DOI: 10.20873/RELPE.2447-6293.e202309. Disponível em: https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/relpe/article/view/14750. Acesso em: 28 fev. 2024.