Sobre a revista RELPE

Revista do Curso de Pedagogia, do Câmpus "Professor Dr. Sérgio Jacintho Leonor" - Arraias - Universidade Federal do Tocantins. O colegiado conta com vários Grupos e Núcleos de Pesquisa nas mais diversas temáticas do campo educacional, realizando várias atividades extensionistas nas comunidades tradicionais da região, nas divisas do estado do Tocantins com Goiás e Bahia, principalmente. Nosso câmpus, conta ainda com um Curso de Especialização em Educação Infantil, em cárter permanente, que vem se solidificando com produção de conhecimento na região, com fim de organização de uma Linha de Pesquisa para o futuro curso de mestrado profissional. A ideia é que a Revista seja um veículo de divulgação tanto das pesquisas dos grupos e núcleos como também das orientações desenvolvidas de Trabalhos de Conclusão de Curso de Graduação e Pós-Graduação Lato Sensu em Educação Infantil. A RELPE também se propõe a divulgar artigos de professores e pesquisadores externos a UFT. Aguardamos vossos trabalhos dos mais diversos locais regionais do nosso país e também do exterior.

 

Foco e Escopo

A RELPE é uma revista científica na área da educação que visa promover o aprofundamento da investigação sobre temas ligados à Pedagogia, enquanto ciência da prática social e curso de formação de professores. Com esta ênfase publica estudos e pesquisas realizadas em todas as regiões do Brasil e também do exterior e pretende, assim, contribuir para o adensamento da pesquisa e difusão de conhecimentos na área, em permanente articulação com a Didática e o cotidiano escolar.

 

Processo de Avaliação pelos Pares

1 - Adequação temática ao escopo e foco da revista.

2 - Adequação temática ao escopo e foco das seções.

3 - Adequação às normas de formatação divulgadas em Diretrizes para Autores.

4 - Revisão criteriosa de linguagem e estilo.

 

Periodicidade

A publicação da RELPE é semestral. A Revista organizará também Dossiês Temáticos e Edições Especiais.

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.