A FORMAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DOCENTES DE GEOGRAFIA: DISCUSSÕES A PARTIR DAS DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS E NO CURSO DE GEOGRAFIA DA UEG/CAMPUS ITAPURANGA

  • Lorena Francisco de Souza
  • Gabriel Henrique Moreira Dorneli

Resumo

O presente artigo procura discutir a formação dos profissionais docentes de geografia, trazendo algumas considerações sobre a importância das Diretrizes Curriculares Nacionais na construção dos projetos de formação de professores e percepções dos egressos do curso de Geografia da UEG/campus Itapuranga. Para a realização deste, analisamos as Diretrizes Curriculares Nacionais que orientam e regulamentam os cursos de licenciatura no Brasil e, especificamente servem como referencial para a construção de um projeto de formação de professores nas mais diversas áreas do conhecimento, com ênfase na geografia. Foi feito um levantamento bibliográfico sobre a temática que discute a formação docente, a profissionalização da docência, as licenciaturas, as políticas educacionais sobre os cursos de formação de professores e a formação de professores em geografia. Pautamos também na aplicação de questionários aos sujeitos da pesquisa, os discentes da cidade de Heitoraí, egressos do curso de geografia da Universidade Estadual/Campus Itapuranga de 2002 a 2017. Como uma das considerações a respeito do levantamento de dados e informações, observa-se que, a partir das considerações dos egressos, há uma contradição existente entre o que se encontra no PPC do curso de Geografia, e a precária formação profissional de muitos, levando-nos a uma reflexão sobre a dicotomização teoria e prática.

Biografia do Autor

Lorena Francisco de Souza

Professora Doutora em Geografia - UEG

Gabriel Henrique Moreira Dorneli

Graduado em Geografia pela Universidade Estadual de Goiás/Campus Itapuranga

Publicado
2019-01-10