CONSTRUÇÃO COMPARTILHADA DE VÍDEO PARA EDUCAÇÃO DE IDOSOS HIPERTENSOS

  • CAROLINA GALGANE LAGE MIRANDA UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS https://orcid.org/0000-0002-2003-4342
  • Mauro Silveira Castro Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS
  • José Lamartine Soares-Sobrinho Universidade Federal de Pernambuco - UFPE
Palavras-chave: Vídeo, Idosos, Hipertensão, Educação em Sa´úde, Video

Resumo

O artigo descreve a experiência sobre elaboração de material educativo, formato de vídeo artístico criado coletivamente por pesquisadores e idosos hipertensos, como estratégia para obtenção de atitude reflexiva, participativa e autônoma sobre sua doença, cuidado de si e uso correto e seguro de medicamentos.

 

PALAVRAS-CHAVE: Vídeo; Educação em Saúde; Idoso; Hipertensão.

 

 

 

ABSTRACT

The article describe the experience about the elaboration of educational material, an artistic video format created collectively by hypertensive researchers and seniors, as a strategy to obtain a reflexive, participatory and autonomous attitude about their illness, self care and correct and safe use of medications.

 

KEYWORDS: Video; Health education; Old man; Hypertension.

 

 

RESUMEN
El artículo describe la experiencia en la elaboración de material educativo, un formato de video artístico creado colectivamente por investigadores y ancianos hipertensos, como una estrategia para obtener una actitud reflexiva, participativa y autónoma sobre su enfermedad, el autocuidado y el uso correcto y seguro de los medicamentos.

 

PALABRAS CLAVE: Video; Educación para la Salud; Viejo; Hipertension.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

CAROLINA GALGANE LAGE MIRANDA, UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS

Graduada em Farmácia pela Universidade Federal de Minas Gerais -UFMG (2004), com habilitação em Farmácia Industrial, pela UFMG (2005). Doutora em Inovação Terapêutica da Universidade Federal de Pernambuco - UFPE, na linha de pesquisa: Desenvolvimento Tecnológico de Medicamentos, com a pesquisa: "Arte na Educação em Saúde: Ensino e Aprendizagem para Transformar relações". Mestre em Inovação Terapêutica - PPGIT/UFPE, na linha de pesquisa: Região, Território e Inovação em Saúde. Com a pesquisa: "Atenção farmacêutica: considerações para a Política Nacional a partir da cidade de Palmas". Tem experiência na área de Políticas de Saúde, com ênfase em Educação em Saúde, Educação Popular em Saúde, Saúde Coletiva, Assistência Farmacêutica, Atenção Farmacêutica. Pós-Graduada em dança pela Universidade Federal da Bahia - UFBA, desenvolveu sua pesquisa sobre o Processo de Criação do espetáculo "Breu" do Grupo Corpo, e a Teoria Geral dos Sistemas Complexos de Bungue. Contemplada com os Prêmios da Fundação Nacional de Artes: Prêmio Klauss Vianna de Dança; Prêmio Funarte Artes de Rua; e o Prêmio Myriam Munis de Teatro. Sendo uma das fundadoras da Companhia Lamira Artes Cênicas, no qual já recebeu inúmeras Premiações e Editais Culturais Nacionais, Instituições Particulares e Bancárias.

Referências

ARAÚJO, T. C. C. F., GUIMARÃES, T. B. Interações entre voluntários e usuários em oncologia hematologia pediátrica: um estudo sobre os “palhaços doutores”. Estudo e Pesquisas em Psicologia. UERJ: RJ, ano 9, n. 3, p. 632-647, 2009.

MOTTA, A. B., ENUMO, S. R. F. Brincar no Hospital: Câncer Infantil e Avaliação do Enfrentamento da Hospitalização. Psicologia, Saúde & Doenças. v. 3, n. 1, 2002. 23-41p.

OLIVEIRA, R. R., OLIVEIRA, I. C. S. Os Doutores da Alegria na Unidade de Internação Pediátrica: experiências da equipe de enfermagem. Escola Anna Nery Rav Enfermagem. Rio de Janeiro, v. 12, n. 2, 2008. 230-236p.

OLIVEIRA, V. B. O Brincar e a Saúde: dez anos de Produção Científica. Bol. Acad. Paulista de Psicologia. Academia Paulista de Psicologia: São Paulo, v. 32, n. 83, 2012. 274-289P.

OLIVEIRA, R. R., OLIVEIRA, I. C. S. Os Doutores da Alegria na Unidade de Internação Pediátrica: Experiências da equipe de Enfermagem. Esc. Anna Nery Revista EnfermGEM, v. 12, nº 2, 2008, 230-6p.

MASETTI, M. Doutores da ética da alegria. Interface – Comunicação, Saúde, Educação. v. 9, n. 17, p. 453-458, 2005.

OLIVEIRA, V. B. O Brincar e a Saúde: dez anos de produção científica. Bol. Acad. Paulista de Psicologia, São Paulo. v. 32, nº 83, 2012, 274-289p.

MOTTA, A. B., ENUMO, S. R. F. Brincar no Hospital: Câncer infantil e Avaliação do Enfrentamento da Hospitalização. Psicologia, Saúde & Doenças, v. 3, nº 1, 2002, 23-41p.

COUTO, Y. A. A Arte, O Jogo, A Dança e a Brincadeira: dos primórdios lúdicos aos processos de civilização e cultura. Poésis Pedagógica, Catalão, GO, v. 11, nº 1, 2013, 38-53p.

BANIWA, G. L. Diversidade Cultural, Educação e a Questão Indígena. Diversidade Cultural da Proteção a Promoção. Autentica ed., 2008 p. 72.

DANTAS, V. L.A. Narrativas de cuidados em Saúde pelos Caminhos da Artes. In: Vivência da Educação Popular na Atenção Primária à Saúde: A REALIDADE E A UTOPIA. MANO, M. A. M.; PRADO, E. E. (org.). São Carlos: Editora EdUSFCar, 2010. 39-54 p.

MITRE, S. M., SIQUERIA-BATISTA, R., GIRARDI-DE-MENDONÇA, J. M., MORAIS-PINTO, N. M., MEIRELLES, C. A. B., PINTO-PORTO, C., MOREIRA, T., HOFFMANN, L. M. A. Metodologias ativas de ensino-aprendizagem na formação profissional em saúde: debates atuais. Ciência e Saúde Coletiva, n. 13, supl. 2, p. 2133-2144, 2008.

FALKENBERG, M. B., MENDES, T. P. L., MORAES, E. P, SOUZA, E. M. Educação em Saúde e educação na saúde: conceitos e implicações para a saúde coletiva. Ciência e Saúde Coletiva, n. 19 (3), p. 847-852, 2014.

FREIRE, P. R. Pedagogia do Oprimido. 21ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1993.

____________. Extensão ou comunicação? 11ª edição. Paz e Terra, São Paulo, 1977. 93 p.

____________. O Revolucionário Educador. Instituto Paulo Freire. Disponível na internet em: http://www.paulofreire.org/videos. Acesso em 20 de jul. 2019.

Publicado
2019-10-01
Como Citar
MIRANDA, C. G. L.; CASTRO, M. S.; SOARES-SOBRINHO, J. L. CONSTRUÇÃO COMPARTILHADA DE VÍDEO PARA EDUCAÇÃO DE IDOSOS HIPERTENSOS. Revista Observatório, v. 5, n. 6, p. 933-948, 1 out. 2019.