DA COMUNICAÇÃO NÃO-VIOLENTA À CULTURA DE PAZ: círculos, narrativas e contribuições

Palavras-chave: Cultura da paz, círculo de construção, comunicação não violenta

Resumo

Investiga-se a possibilidade de uma prática não ideológica que se aproxima da Cultura de paz. Essa possibilidade se materializa através dos círculos de construção de Paz que juntamente com o os fundamentos teóricos da comunicação não-violenta e dos estudos de paz, alicerçam e tornam palpável a transformação de uma cultura tradicional para uma cultura de Paz. O trabalho utiliza-se do método dedutivo de abordagem do problema que, junto com o dialético crítico parte das teorias que fundamentam a comunicação não-violenta, demonstrando que a ferramenta dos círculos de construção de Paz pode ser um meio para se chegar a cultura de Paz. O caráter da pesquisa é bibliográfico e documental.

 

PALAVRAS-CHAVE: Cultura de paz; Círculos de construção de Paz; Comunicação não-violenta.

 

 

ABSTRACT

The possibility of a non-ideological practice approaching the culture of peace is investigated. This possibility is materialized through the circles of peace building that together with the theoretical foundations of non-violent communication and Peace Studies, foundation and make palpable the transformation of a traditional culture into a culture of peace. The work uses the deductive method of addressing the problem that, together with the critical dialectic part of the theories that substantiate non-violent communication, demonstrating that the tool of peace building circles can be a means to reach Culture of peace. The character of the research is bibliographical and documentary.

 

KEYWORDS: Peace Culture; Peacebuilding Circles; Nonviolent Communication.

 

 

RESUMEN

Se investiga la posibilidad de una práctica no ideológica que se aproxima a la cultura de paz. Esta posibilidad se materializa a través de los círculos de construcción de paz que junto con los fundamentos teóricos de la comunicación no violenta y de los estudios de paz, fundamentan y hacen palpable la transformación de una cultura tradicional hacia una cultura de paz. El trabajo se utiliza del método deductivo de abordaje del problema que, junto con el dialéctico crítico parte de las teorías que fundamentan la comunicación no violenta, demostrando que la herramienta de los círculos de construcción de Paz puede ser un medio para llegar a la cultura de Paz. la investigación es bibliográfica y documental.

 

PALABRAS CLAVE: Cultura de paz; Círculos de construcción de paz; Comunicación no violenta.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristovao Domingos de Almeida, Universidade Federal do Mato Grosso

Pós-doutor em Comunicação (ESPM), Doutor em Comunicação e Informação (UFRGS), mestre em Educação (Unisinos) e graduado em Relações Públicas (PUC-Campinas/SP) e é professor do curso de Publicidade e Propaganda e da Pós-Graduação em Estudos de Cultura Contemporânea (ECCO/UFMT).

 

Simone Barros Oliveira, Universidade Federal do Pampa

Pós-doutora, doutora, mestra e graduada em Serviço Social, líder do Grupo de Pesquisa Educação, Direitos Humanos e Fronteira Unipampa/CNPQ e pesquisadora do Grupo de Pesquisa Diálogos do Pampa Unipampa/CNPQ. Mediadora judicial. End. Rua: Alberto Benevenuto, 3.200, Passo, São Borja-RS, Brasil, 97670-000

Letícia Souza Brum, Universidade Federal do Pampa

Graduada em Serviço Social na Universidade Federal do Pampa,  End. Rua: Alberto Benevenuto, 3.200, Passo, São Borja-RS, Brasil, 97670-000

Referências

BOYES, Carolyn Watson e PRANIS, Kay. No coração da esperança: guia de práticas circulares: o uso de círculos de construção da paz para desenvolver a inteligência emocional, promover a cura e construir relacionamentos saudáveis. Porto Alegre: Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul, Departamento de Artes Gráficas, 2011.

CAPPELLARI, Jéfferson. ABC do Girafês: Aprendendo a ser um comunicador emocional eficaz. Curitiba: Multideia, 2012.

CHRISPINO, Álvaro. Gestão do conflito escolar: da classificação dos conflitos aos modelos de mediação. Ensaio: aval. pol. públ. Educ. Rio de Janeiro, v. 15, n. 54, p. 11-28, Mar. 2007.

FURTADO, Flávia Vasato. Círculo de construção da paz como alternativa de prevenção ao bullyng. Monografia de especialização em Psicologia, UFRGS. Porto Alegre, 2012.

GALTUNG, Johan. Sobre la paz. Barcelona: Fontamara, 1985.

LEDERACH, John Paul. The little book of conflict transformation. Clear articulation of the guiding principles by a pioneer in the field. Intercourse, Good Book, 2012.

MARIOTTI, Humberto. Diálogo: a competência do conviver em Cultura de paz em ação. Brasília, 2010. Disponível em: https://pt.scribd.com/document/46291460/Cultura-de-paz-da-reflexao-a-acao-UNESCO, acesso em: 03 de fevereiro de 2019.

ONU. Relatório mundial de cultura de paz. Década de Cultura de Paz, Resolução da Assembleia Geral A/59/143, 1999.

PELIZZOLI, Marcelo L. Círculos de Diálogo: Base restaurativa para a Justiça e os Direitos Humanos. In: SILVA, Eduardo F., GEDIEL, José A. P., TRAUCZYNSKI, Silvia C. Direitos humanos e políticas públicas. Curitiba: Universidade Positivo, 2014. 432 p.

PRANIS, Kay. Processos circulares. São Paulo: Palas Athena, 2010.

ROSENBERG, Marshall B. Comunicação Não Violenta violenta: técnicas para aprimorar relacionamentos pessoais e profissionais. São Paulo: Ágora, 2006.

Publicado
2019-07-01
Como Citar
ALMEIDA, C. D. DE; OLIVEIRA, S.; BRUM, L. DA COMUNICAÇÃO NÃO-VIOLENTA À CULTURA DE PAZ: círculos, narrativas e contribuições. Revista Observatório, v. 5, n. 4, p. 463-480, 1 jul. 2019.
Seção
Tema Livre / Free Theme / Tema Libre