A EDUCAÇÃO INFANTIL NA BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR: conceitos e propostas de um currículo

Palavras-chave: Currículo, Integração Curricular, Educação Infantil.

Resumo

Abordaremos de forma breve o desenvolvimento do Currículo Nacional no Brasil para a Educação Infantil, bem como este se apresenta na Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Explanaremos os princípios e propostas de uma integração curricular, compreendendo os processos políticos relacionados ao currículo, e ilustrando-o como possível caminho para uma integralização curricular para esse nível de ensino. Com os estudos e discussões propostos pela BNCC, vemos a possibilidade dessa alfabetização de nível de ensino, retornar a uma ação assistencialista, reduzindo-a ao cuidar. É necessário dar a devida atenção a Educação Infantil, compreendendo que essa cumpre um papel socializador, propiciando o desenvolvimento da identidade das crianças, por meio de aprendizagens diversificadas, realizadas em situações de interação.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Cezari, Universidade Federal do Tocantins

Doutor em Educação em Ciências e Matemática (UFMT/REAMEC), Mestre em Ciências do Ambiente UFT, Graduado em Ciências Biológicas (CEULP/ULBRA). Professor Adjunto do Curso de Pedagogia e do Programa de Pós-Graduação Profissional em Educação (UFT) E-mail: eduardo@uft.edu.br.

Rogério de Sousa Cunha, Universidade Federal do Tocantins

Graduado em Pedagogia pela Universidade Federal do Tocantins (UFT). Foi Bolsista de Iniciação Científica (PIBIC-UFT). E-mail: bmoperacional@yahoo.com.br

Referências

AIRES, J. A. Integração Curricular e Interdisciplinaridade: Sinônimos? Educ. Real Porto Alegre, v. 36, n.1, p. 215-230, jan./abr., 2011. Disponível em: <http://www.ufrgs.br/edu_realidade> Acesso em: 04 de maio de 2013

BRASIL. Lei 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Congresso. Brasília, DF, 1996.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular – Documento preliminar. MEC. Brasília, DF, 2015.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais da Educação Básica. Brasília: MEC, SEB, DICEI, 2013.

LOPES, A.R.C. Políticas de Integração Curricular. ? Ed. Rio de Janeiro: Editora UERJ, 2008.

LOPES, Alice Casimiro, (2002c). Identidades pedagógicas projetadas pela reforma do ensino médio no Brasil. In: MOREIRA, Antonio Flavio, MACEDO, Elizabeth (orgs.). Currículo, práticas pedagógicas e identidades – v. 1. Porto: Porto, p. 93-118.

MOREIRA, A. F. B. (2001) Currículo, cultura. Educar, Curitiba, n. 17, p. 39-52. 2001. Editora da UFPR

OLIVEIRA, Zilma de Moraes Ramos. Anais do I Seminário Nacional: Currículo em Movimentos-Perspectiva atuais. Belo Horizonte, Novembro de 2010.

PACHECO, J. A. (Org.). Políticas de integração curricular. Porto: Porto Editora, 2000.

SANTOMÉ, J. T. Globalização e Interdisciplinaridade: O currículo Integrado. Porto Alegre: Editora ArtMed, 1998.

Publicado
2016-10-30
Como Citar
CEZARI, E.; CUNHA, R. DE S. A EDUCAÇÃO INFANTIL NA BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR: conceitos e propostas de um currículo. Revista Observatório, v. 2, n. 4, p. 456-475, 30 out. 2016.