A (HÁ) SAÚDE MENTAL DO PROFESSOR DE PSICOLOGIA

Resumo

O estudo da saúde mental do docente tem despertado interesse na comunidade científica. A pressão social do trabalhador da área da educação tem crescido progressivamente e a necessidade de demonstrar um bom desenvolvimento em seu trabalho em consonância com as condições de trabalho, resulta em desgaste psicológico, físico e emocional. A presente pesquisa, desenvolvida com o apoio do Programa de Iniciação Científica da Universidade Estácio de Sá, teve como objetivo verificar a relação entre o processo de trabalho do docente e as condições sob as quais ele se desenvolve, a fim de verificar sua ligação com o surgimento de sofrimento mental dos professores do curso de graduação em psicologia do Campus Nova Iguaçu da referida Universidade. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas e aplicação do instrumento de autopreenchimento Self Reporting Questionnaire (SRQ-20). O estresse foi apontado como sintoma prevalente, bem como o cansaço. As condições de trabalho corroboram para o surgimento de afecções otorrinolaringológicas, osteomusculares, doenças psicossomáticas e, em um dos casos, o aparecimento de doença autoimune. Espera-se que esses resultados impulsionem o planejamento de intervenções eficazes no que se refere ao trabalho docente no ensino superior.

Biografia do Autor

Cristiane de Carvalho Guimarães, Universidade Estácio de Sá

Psicóloga, Mestre em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Doutoranda em Educação na Universidade Estácio de Sá. Professora e pesquisadora da UNESA-RJ

Larissa Diniz de Pontes, Universidade Estácio de Sá

Graduanda em Psicologia pela Universidade Estácio de Sá. Bolsista de Iniciação Científica e membro do Núcleo de Pesquisa em Atenção Psicossocial (NUPAP), Membro do Grupo de Estudos em Psicologia Hospitalar no Hospital Federal de Ipanema. 

Flaviany Ribeiro da Silva, Universidade Estácio de Sá

Doutora em Saúde da Criança e da Mulher pelo Instituto Fernandes Figueira – Fundação Oswaldo Cruz com co-tutela em Centro de Estudos Sociais (Universidade de Coimbra). Mestre em Psicologia Social pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Professora e pesquisadora na UNESA-RJ

Isabela Ferreira Rocha Nunes, Universidade Estácio de Sá

Graduanda em Psicologia pela UNESA, Bolsista de iniciação científica UNESA, Membro do NUPAP (Núcleo de Pesquisas em Atenção Psicossocial), Membro do GPAP (Grupo de Pesquisas em Avaliação Psicológica), Membro do Grupo de Estudos em Psicologia Hospitalar no HFI (Hospital Federal de Ipanema).

Publicado
2019-12-23
Seção
Dossiê Saúde Mental nas IES