COMPARAÇÃO FARMACOECONÔMICA ENTRE MEDICAMENTOS E FITOTERÁPICOS UTILIZADOS NO TRATAMENTO DA DEPRESSÃO

  • Larissa Caroline da Silva Marinho Universidade Federal do Tocantins
  • Rhaissa Calazans Lameira da Silva Universidade Federal do Tocantins
  • Guilherme Nobre Lima do Nascimento Universidade Federal do Tocantins

Resumo

A depressão é um transtorno mental caracterizado por tristeza, perda de interesse e baixa autoestima, entre outros. Dentre os tratamentos de escolha, têm-se as psicoterapias, os antidepressivos (medicamentos sintéticos) e as plantas medicinais - fitoterapia. Estima-se que a depressão e a ansiedade sejam responsáveis por uma perda anual de produtividade de mais de um trilhão de dólares. Ao  se tratar de estudos de custo-efetividade para determinar qual seria a melhor medicação de referência de tratamento para a depressão, observa-se estudos escassos ou inexistentes na maioria dos países. Deste modo, o presente estudo busca comparar os medicamentos antidepressivos com os fitoterápicos usados no tratamento da depressão com relação ao custo-benefício dos mesmos, expondo também a acareação dos efeitos colaterais de cada um, nos municípios de Palmas, Araguaína e Gurupi do Estado do Tocantins. A análise de  custo-benefício foi avaliada considerando o custo médio da medicação por dia de tratamento e menor quantidade de efeitos colaterais, e foi realizada a comparação de preços entre a aquisição de medicamentos em drogarias ou em farmácias e comparação de preços entre as cidades do estudo.

Publicado
2022-05-27
Como Citar
da Silva Marinho, L. C., Lameira da Silva, R. C., & Nobre Lima do Nascimento, G. (2022). COMPARAÇÃO FARMACOECONÔMICA ENTRE MEDICAMENTOS E FITOTERÁPICOS UTILIZADOS NO TRATAMENTO DA DEPRESSÃO. DESAFIOS - Revista Interdisciplinar Da Universidade Federal Do Tocantins, 9(2), 220-228. https://doi.org/10.20873/uftv9-14460
Seção
Artigos