USO DE APLICATIVOS PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS NO PROCESSO DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE: reflexos da contemporaneidade

Palavras-chave: educação em saúde, aplicativos móveis, comunicação em saúde

Resumo

A educação em saúde possui o intuito de promover mudanças de comportamentos e a melhora na saúde da população. O presente estudo tem o objetivo de conhecer o uso dos aplicativos para educação em saúde por meio de dispositivos móveis. Destaca-se que os tais dispositivos se tornaram aliados para a educação em saúde, pois potencializam e agilizam a comunicação entre profissionais da saúde e pacientes ou usuários dos serviços de saúde, encurtando distâncias e levando informações mais seguras, favorecendo significativamente a qualidade do autocuidado, empoderamento e acompanhamento mais seguro dos processos de saúde-doença.

 

PALAVRAS-CHAVE: Comunicação em saúde; Educação em saúde; Aplicativos móveis.

 

 

 

ABSTRACT

Health education aims to promote behavioral changes and improve the health of the population. The present study aims to know the use of applications for health education through mobile devices. It should be noted that such devices have become allies for health education, since they enhance and accelerate the communication between health professionals and patients or users of health services, shortening distances and providing safer information, significantly favoring the quality of self-care, empowerment and safer monitoring of health-disease processes.

 

KEYWORDS: Communication in health; Health education; Mobile applications

 

 

 

RESUMEN

La educación en salud tiene la intención de promover cambios de comportamiento y la mejora en la salud de la población. El presente estudio tiene el objetivo de conocer el uso de las aplicaciones para educación en salud por medio de dispositivos móviles. Se destaca que estos dispositivos se han convertido en aliados para la educación en salud, pues potencian y agilizan la comunicación entre profesionales de la salud y pacientes o usuarios de los servicios de salud, acortando distancias y llevando informaciones más seguras, favoreciendo significativamente la calidad del autocuidado, el empoderamiento y el seguimiento más seguro de los procesos de salud-enfermedad.

 

PALABRAS CLAVE: Comunicación en salud; Educación en salud; Aplicaciones móviles.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Garithuzy Macedo Oliveira, Universidade Federal do Tocantins

Mestranda em Ensino em Ciências e Saúde pela Universidade Federal do Tocantins (UFT). Graduação em Odontologia pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Professora na Graduação de Odontologia da Faculdade de Ciências do Tocantins (FACIT). E-mail: garithuzy@hotmail.com.

Leidiene Ferreira Santos, Universidade Federal do Tocantins

Enfermeira, graduada pela Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Goiás FEN/UFG. Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem FEN/UFG. Doutora em Ciências da Saúde pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Saúde da UFG. Professora Adjunto da Universidade Federal do Tocantins/Campus Palmas. E-mail: leidianesantos@yahoo.com.br.

Referências

ALLY, Mohamed; PRIETO-BLÁZQUEZ, Josep. What is the future of mobile learning in education? International Journal of Educational Technology in Higher Education, v. 11, n. 1, p. 142-151, 2014.

BASTABLE, Susan B., O Enfermeiro como Educador: princípios de ensino-aprendizagem para a prática de enfermagem. (Tradução Aline Capeli Vargas) – 3. Ed. – Porto Alegre: Armed, 2010.

BESTWICK, Angel; CAMPBELL, John R. Mobile learning for all. Exceptional parent, v. 40, n. 9, p. 18-20, 2010.

BONSIEPE, G. Design, cultura e sociedade. São Paulo: Blucher.2011.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção Básica. Secretaria de Vigilância em Saude. Política Nacional de Promoção da Saúde. Brasilia: MS; 2006.

CASTELLS, Manuel; ESPANHA, Rita. A era da informação: economia, sociedade e cultura. Paz e terra, 1999.

CASTRO, Eurides; REIS, Edilson, SPINILLO, Carla Galvão; OLIVEIRA; Ana Emília F. de. Interface gráfico-informacional de aplicativos de educação em saúde: uma análise do app - Saúde da Criança I da UNA-SUS/UFMA. Anais [Oral] do 7º Congresso Internacional de Design da Informação. São Paulo: Blucher, 2015.

FARIAS, Adelito et al. Educação em Saúde no Brasil: uma revisão sobre aprendizagem móvel e desafios na promoção de saúde no Brasil. In: Anais do Workshop de Informática na Escola. 2015. p. 614.

FARIAS, Ezequiel B.; SILVA, Leandro W. C.; CUNHA, Mônica X. C. ABC AUTISMO: Um aplicativo móvel para auxiliar na alfabetização de crianças com autismo baseado no Programa TEACCH. Trabalho de Conclusão de Curso, Instituto Federal de Alagoas. Maceió/Brasil. 2014.

FONSECA, Ana Rachel. ALENCAR, Maria Simone de Menezes. O uso de aplicativos de saúde para dispositivos móveis como fontes de informação e educação em saúde. XIX Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias – SNBU. 2016

IAB Brasil (2014). Qual é o perfil do usuário de dispositivos móveis no Brasil. Disponível em: http://iabbrasil.net/portal/wpontent/uploads/2013/10/infografico_pontomobi5.png. In: FARIAS, AdelitoBorba; PEREIRA, Mariana Xavier; HENRIQUE, Mychelline Souto; ALMEIDA, Rayana Alencar de. Educação em Saúde no Brasil: uma revisão sobre aprendizagem móvel e desafios na promoção de saúde no Brasil. Anais do XXI Workshop de Informática na Escola (WIE 2015). CBIE-LACLO 2015.

IDC – Intenational Data Corporation. Analyze the Future (2014). Global Smartphone Market Growth By Geography. Disponível Em: Http://Dzfocdn.Dazeinfo.Com/Wp-Content/Uploads/2014/05/Global-Smartphone-Growth-By-Region-2014-2018.Png. acesso em 14 de dezembro de 2017.

JACOB, Seibu Mary; ISSAC, Biju. The mobile devices and its mobile learning usage analysis. arXiv preprint arXiv:1410.4375, 2014.

JACOPETTI, Andréia. Práticas sociais e de comunicação de pacientes renais no Facebook da Fundação Pró-Rim. Revista de Estudos da Comunicação, v. 12, n. 27, p. 81-89, abr. 2011. Quadrimestral

LEMOS, André. Cibercultura e mobilidade: a era da conexão. Razon y palabra, v. 41, 2004.

LORENZETTI, Jorge; TRINDADE, Letícia de Lima; PIRES, Denise Elvira Pires de; RAMOS, Flávia Regina de Sousa. Tecnologia, inovação tecnológica e saúde: uma reflexão necessária. Texto Contexto Enferm, Florianópolis; p. 21(2): 432-9. Abr-Jun. 2012.

LORENZO, Eder Maia C.M. A Utilização Das Redes Sociais Na Educação. Ed.Clube de Autores, 3ed. Rio de Janeiro, RJ: 2013.

MENEZES JÚNIOR, Júlio Venâncio de. et al. InteliMed: uma experiência de desenvolvimento de sistema móvel de suporte ao diagnóstico médico. Revista Brasileira de Computação Aplicada, Passo Fundo, v. 3, n. 1, p. 30-42, mar. 2011.

MONTIEL, E. M. S. et al. Sistema de Educacão em Saúde no Tratamento do Diabetes Mellitus Tipo 2. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO - SBIE, 26, 2015, Maceió. Anais -Sbie. Maceió:, 2015. p. 328 - 337.

OLIVEIRA, Thiago Robis de; COSTA, Francielly Morais Rodrigues da. Desenvolvimento de aplicativo móvel de referência sobre vacinação no Brasil. J. Health Inform. V. 4. N 1. São Paulo - SP, 2012.

PAULETTI, Fabiana; CATELLI, Francisco. Tecnologias Digitais: possibilidades renovadas de representação da química abstrata. Acta Scientiae, Canoas, v. 15, n. 2, p. 383-396, 2013.

PIVA JR, Dilermando. Sala de Aula Digital: uma introdução à cultura digital para educares. São Paulo: Saraiva, 2013.

POLANCZYK, C. A.; VANNI, T.; KUCHENBECKER, R. S. Avaliacaode Tecnologias em Saude no Brasil e no contexto internacional. In: NITA, M.E. et al. Avaliação de Tecnologias em Saúde: Evidência clínica,análise econômica e análise de decisão. Porto Alegre: Artmed, 2010. p. 433-49.

POSSOLLI, Gabriela Eyng; NASCIMENTO, Gabriel Lincoln do; SILVA, Juliana Ollé Mendes da. A Utilização do Facebook no Contexto Acadêmico: o Perfil de Utilização e as Contribuições Pedagógicas e para Educação em Saúde. Revista Novas Tecnologias na Educação. V. 13 Nº 1, julho, 2015.

QUINN Clark, M-learning: Mobile, Wireless, In - your – pocket- learning, LineZine, 2000. Disponível em :http://www.linezine.com/2.1/features/cqmmwiyp.htm. Acesso em: 15 dez. 2017.

ROCHA, Fernanda Suzart da; SANTANA, Eloisa Bahia; SILVA, Érica Santos da; CARVALHO, Josiane Silva Martins; CARVALHO, Fernando Luís de Queiroz. Uso de Apps Para a Promoção dos Cuidados à Saúde. III Seminário de Tecnologias Aplicadas em Educação e Saúde.

ROSSETTI, A.; PACHECO, A. P. R.; SALLES, B.; GARCIA, M.; SANTOS, N. A organização baseada no conhecimento: novas estruturas, estratégias e redes de relacionamento. Ci. Inf., Brasília, v. 37, n. 1, abr. 2008.

SANTOS, Zélia Maria de Sousa Araújo. Tecnologias em saúde: da abordagem teórica a construção e aplicação no cenário do cuidado [livro eletrônico] / Zélia Maria de Sousa Araújo Santos, Mirna Albuquerque Frota, Aline Barbosa Teixeira Martins. − Fortaleza: EdUECE, 2016. 482 p.

SHULER, C.; WINTERS, N.; WEST, M. O Futuro da Aprendizagem Móvel: implicações para planejadores e gestores de políticas. 2014.

SILVA, Bruno Elvis Costa Rodrigues da; NETO, Francisco Milton Mendes; LEITE Cicilia Raquel Maia; DUTRA, Jerffeson Gomes. Um Ambiente Social Virtual de Auxílio à Aprendizagem Informal na Área de Saúde. In: V Congresso Brasileiro de Informática na Educação. Mossoró-RN. Anais dos Workshops do V Congresso Brasileiro de Informática na Educação (CBIE 2016).P. 761-770, 2016.

UNESCO. Aprendizagem móvel. 2017. Disponível em: http://www.unesco.org/new/en/brasilia/communication-and-information/access-to-knowledge/ict-in-education/mobile-learning . Acesso em: 14 dez. 2017.

UNESCO. O Futuro da aprendizagem móvel: implicações para planejadores e gestores de políticas. Brasília: UNESCO, 2014

UNESCO. Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura. Diretrizes de políticas da UNESCO para a aprendizagem móvel. Brasília: UNESCO, 2014.

VAVOULA, Giasemi; SHARPLES, Mike. Meeting the Challenges in Evaluating Mobile Learning: A 3-Level Evaluation Framework. International Journal of Mobile and Blended Learning (IJMBL), v.1, p.54-75, 2009.

WHO. World Health Organization. Health: new horizons for health through mobile technologies: based on the findings of the second global survey on eHealth. Geneva: WHO. (Global observatory for eHealth series, 3). 2011.

WILDEVUUR, S. E.; SIMONSE, L. W. 2015. Information and Communication Technology – Enabled Person-Centered Care for the “Big Five” Chronic Conditions: Scoping Review. J Med Internet Res. 2015.

Publicado
2018-10-08
Como Citar
OLIVEIRA, G.; SANTOS, L. F. USO DE APLICATIVOS PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS NO PROCESSO DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE: reflexos da contemporaneidade. Revista Observatório, v. 4, n. 6, p. 826-844, 8 out. 2018.
Seção
Tema Livre / Free Theme / Tema Libre