ESTÉTICAS DO CONSUMO A PARTIR DO ECOSSISTEMA PUBLICITÁRIO

Palavras-chave: consumo, ecossistema publicitário, estética, tendências, mídia

Resumo

A pesquisa “estéticas do consumo” integra os estudos do GESC3 pautados no BIP – Banco de Imagens Publicitárias da USP e tem como objetivo entender as recorrências estéticas das manifestações de produtos/marcas, como anúncios publicitários, vitrines, etc., pautados no entendimento dos meeting points (DI NALLO, 1999) e na evidência de que estamos vivendo a “spreadable media” (Jenkins, Ford & Green, 2013).  Para entender quais são as tendências estéticas e porque se corporificam de determinadas maneiras, buscamos referências sobre os rituais de consumo (MCCRACKEN, 2003), e as relações entre estética e sociedade (LIPOVETSKY & SERROY, 2013). A metodologia foi composta por chamada criativa online, análise semiótica de peças publicitárias e estudo etnográfico. A conciliação da reflexão teórica e pesquisa empírica, nos permitiu desvendar seis eixos conceituais que expressam esteticamente o consumo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Clotilde Perez, Universidade de São Paulo

Livre-docente em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (ECA – USP). Pós-doutora em Design Thinking pela Stanford University, em Comunicação pela Universidad de Murcia, España e pela Universidade Católica Portuguesa, Porto. Doutora em Comunicação e Semiótica e Mestre em Administração de Marketing pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-S). Administradora formada pela PUC-SP. Professora titular na Universidade de São Paulo (USP). E-mail: cloperez@terra.com.br.

Referências

BARBOSA, Livia. Sociedade de consumo. 3. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 2010.

BARTHES, Roland. A retórica da imagem. In: BARTHES, Roland. O óbvio e o

obtuso: ensaios críticos III. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1990.

BAUDRILLARD, Jean. A sociedade de consumo. 3. ed. Lisboa: Edições 70, 2008.

BAUMAN, Zygmunt. Vida para consumo: a transformação das pessoas em

mercadoria. Rio de Janeiro: Zahar, 2008.

_______. Modernidade liquida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2004

_______. Ética pós-moderna. São Paulo: Paulus, 1997

CANCLINI, Néstor García. Consumidores e cidadãos: conflitos multiculturais

da globalização. Rio de Janeiro: UFRJ, 2010.

CANEVACCI, Massimo. Fetichismos visuais. São Paulo: Ateliê, 2009

CARVALHO, Nelly. Publicidade: a linguagem da sedução. São Paulo: Ática,

CERTEAU, Michel. A invenção do cotidiano 1 - Artes de fazer. Rio de Janeiro:

Vozes, 1994

Di NALLO, Egéria. Meeting Points. São Paulo: Cobra, 1999

DOUGLAS, Mary; ISHERWOOD, Baron. O mundo dos bens: para uma

antropologia do consumo. Rio de Janeiro: UFRJ, 2009.

FEATHERSTONE, Mike. Cultura de consumo e pós-modernismo. São Paulo:

Studio Nobel, 1995.

HELLIN, Pedro; PEREZ, Clotilde. Valores corporativos na publicidade contemporânea. Pensamento & Realidade, v. 24, p. 33-50, 2009.

HELLIN, Pedro. Publicidad y valores posmodernos. Madrid: Visionet, 2007

HOLT, Douglas. Como as marcas se tornam ícones. São Paulo: Cultrix, 2005

IASBECK, L. C. A arte dos slogans. As técnicas de construção de frases de

efeito do texto publicitário. São Paulo: Annablume, 2002

JENKINS, Henry; FORD, Sam & GREEN, Joshua. Spreadable media. NY: New

York University, 2013

KELLNER, D. A Cultura da Mídia. Bauru: EDUSC, 2001

LIPOVETSKY, Gilles. O Império do efêmero. São Paulo: Cia das Letras, 1989.

LIPOVETSKY, Gilles & SERROY, Jean. L´esthétisation du monde. Vivre à L´àge

du Capitalisme artiste. Paris: Gallimard, 2013

MCCRACKEN, Grant. Cultura e consumo: novas abordagens ao caráter

simbólico dos bens e das atividades de consumo. Rio de Janeiro:

MAUAD, 2003.

PEIRCE, C. Semiótica. São Paulo: Perspectiva, 1977

PEREZ, Clotilde. Universo sígnico do consumo: o sentido das marcas. Tese de

Livre-docência. São Paulo: ECA/USP, 2007

________. Signos da marca: expressividade e sensorialidade. 2ª. Ed. São Paulo:

Cengage, 2017

_______. Ecossistema publicitário: o crescimento sígnico da Publicidade. In

Anais XXXIX Intercom. São Paulo: Intercom, 2016

RICHARD, M. Besoins et désirs en société de consommation. Chronique sociale. Paris: Collection Synthèse, 1980

ROCHA, Everardo. Representações do consumo: estudos sobre a narrativa

publicitária. Rio de Janeiro: MAUAD, 2006.

_________. O que é Etnocentrismo. 10 ª edição. São Paulo: Brasiliense,1994

SANDMANN, A. A linguagem da propaganda. São Paulo: Contexto, 2001

TRINDADE, Eneus. A publicidade e a modernidade-mundo: as representações

de pessoa, espaço e tempo. In BARBOSA, Ivan (org.). Os sentidos da publicidade. São Paulo: ThomsonLearning, 2005

TRINDADE, Eneus e PEREZ, Clotilde. O discurso publicitário e seus sujeitos

plurais. In: IV Seminário Internacional Cultura das Imagens. Imagens da

Cultura. Porto: Universidade Aberta, 2008

VEIGA, F. D. O aprendiz do desejo. São Paulo: Cia da Letras, 1997

Publicado
2018-08-01
Como Citar
PEREZ, C. ESTÉTICAS DO CONSUMO A PARTIR DO ECOSSISTEMA PUBLICITÁRIO. Revista Observatório, v. 4, n. 5, p. 788-812, 1 ago. 2018.