O Ensino Remoto de Geografia em duas Escolas públicas de Ladário-MS em Tempos de Pandemia

  • Rafael Rocha Sá
  • Leandro Santos Pereira
  • Eduardo H. Rezende Santos
  • Elisa Pinheiro de Freitas
Palavras-chave: EAD; TICs; Educação Básica; Prática de Ensino; Geografia Escolar.

Resumo

A pandemia da COVID-19 colocou os países e as sociedades sob regime de isolamento e de distanciamento social nunca observado na história recente da humanidade. Partindo desse contexto, objetivou-se analisar as atividades pedagógicas propostas pelos professores de Geografia aos alunos da rede pública estadual de educação em Ladário-MS (cidade brasileira situada na fronteira do Brasil-Bolívia) durante a quarentena. A metodologia de caráter qualitativa utilizada foi a aplicação de um questionário semiestruturado que foi direcionado a 33 alunos do ensino fundamental e a dois professores e, posteriormente, realizou-se a análise do conteúdo das respostas. É importante ressaltar que esta pesquisa está em desenvolvimento, e que os resultados apresentados não são conclusivos. Os professores explanaram a dificuldade em divulgar as atividades para os alunos e de encontrarem novos recursos metodológicos para interação e auxílio no processo de ensino-aprendizagem. Para os alunos, as metodologias de ensino a distância são boas, mas não são suficientes para o aprendizado. A proposta de vídeos e filmes como ferramenta didática é muito válida; no entanto, têm tido muito mais dificuldades em concretizar os exercícios, com menos auxílio e menos suporte dos professores, já que a comunicação com o professor é escassa ou fragmentada.

Referências

Antunes, C. (2010). Utilizando a tecnologia a seu favor. (17.ª ed.). Petrópolis-RJ: Vozes.

Bardin, L. (2011). Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70.

Brasil. (1988). Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. http://www.planalto. gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Presidência da República Casa Civil –
Subchefia para Assuntos Jurídicos. Acesso em: 27 de setembro de 2020.

Brasil. (1990). Lei n.º 8.069, de 13 de julho de 1990. Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências. http://www.planalto.gov.br/ccivil_ 03/leis/l8069.htm. Presidência da República Casa Civil. Acesso em: 27 de setembro de 2020.

Brasil. (1996). Lei n.º 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Presidência da República Casa Civil – Subchefia para Assuntos Jurídicos. Acesso em: 27 de setembro de 2020.

Cavalcanti, L. S. (2008). A geografia escolar e a cidade: ensaios sobre o ensino de geografia para a vida urbana cotidiana. Campinas-SP: Papirus.

Cavalcanti, L. S. (2010). Geografia, escola e construção de conhecimentos. (14.ª ed. ). Campinas-SP: Editora Papirus.
Freitas, E. P. (2017). Corumbá e as metamorfoses nas políticas brasileiras de ordenamento territorial e seus impactos na região de fronteira Brasil-Bolívia. Revista Geofronter (n. 3, v. 1. p. 16-29).

Gil, A. C. (2008). Métodos e técnicas de pesquisa social. (6.ª ed.) Rio de Janeiro: Editora Atlas.

Gil, A. C. (2017). Como elaborar projetos de pesquisa. (6.ª ed.) Rio de Janeiro: Editora Atlas.

Gressler, L. A. (2004). Introdução à pesquisa: projetos e relatórios. (2.ª ed. rev. atual.). São Paulo: Editora Loyola.

IBGE. (2019). População do último censo. Mato Grosso do sul – Ladário. https://cidades. ibge.gov.br/brasil/ms/ladario/panorama. Acesso em: 27 de setembro de 2020.

Inep. (2018). Ideb – Planilhas com resultados por escola já estão disponíveis. https://www. gov.br/inep/pt-br/assuntos/noticias/ideb/ideb--planilhas-com-resultados-por-escola-ja- estao-disponiveis. Acesso em 28 de setembro de 2020.

Mato Grosso do Sul. (2020a). Decreto n.º 15.391, de 16 de março de 2020. https://www.coronavirus.ms.gov.br/wp-content-uploads-2020/03/DECRETO- N%C2%BA-15.391-DE-16-DE-MAR%C3%87O-DE-2020.pdf. Diário Oficial Eletrônico (n.º 10.115).

Mato Grosso do Sul. (2020b). Resolução/SED – Secretaria de Estado de Educação – n.º 3.745, de 19 de março de 2020. https://www.coronavirus.ms.gov.br/wpcontent/ uploads /2020/03/ RESOLU%C3% 87%-C3%83O-SED-N.-3.745-DE-19-DE- MAR%C3% 87O-DE-2020.pdf. Diário Oficial Eletrônico (n.º 10.120).

Minayo, M. C. S. (2007). O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. (10.ª ed.) São Paulo: Hucitec.

Pereira, L. S.; Sá, R. R.; Freitas, E. P. (maio de 2020). A evolução da Covid-19: o caso de Corumbá-MS. Revista Ensaios de Geografia, Niterói-RJ. (v. 5, n.º 9, p. 100-105).

Triviños, A. N. S. (1987). Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas.
Publicado
2020-12-24
Como Citar
Rocha Sá, R., Santos Pereira, L., H. Rezende Santos, E., & Pinheiro de Freitas, E. (2020). O Ensino Remoto de Geografia em duas Escolas públicas de Ladário-MS em Tempos de Pandemia. Espaço E Tempo Midiáticos, 3(2), 9. Recuperado de https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/midiaticos/article/view/10602