ANÁLISE DA SUSCEPTIBILIDADE A INUNDAÇÃO NA BACIA HIDROGRÁFICA DO CÓRREGO SÃO JOÃO, PORTO NACIONAL - TO

  • Marcelo Divino Ribeiro Pereira Universidade Federal do Tocantins - UFT
  • Sandro Sidnei Vargas de Cristo

Resumo

Resumo

 

Localizada a sudeste do município de Porto Nacional, a bacia hidrográfica do córrego São João fez parte de um processo histórico e não planejado de uso e ocupação do solo urbano. Em virtude disso, alguns bairros surgiram desordenadamente nas proximidades dos cursos principais da bacia em estudo, sujeitos, periodicamente, a susceptibilidade a ocorrência de inundações. Além de causas naturais, os fenômenos relacionados às inundações têm sido potencializados pelas atividades antrópicas desordenadas. Diante disso, o objetivo da presente pesquisa foi analisar as áreas susceptíveis à ocorrência de inundações na bacia hidrográfica do Córrego São João. Para alcançar tal proposição, fez-se uso da análise integrada da declividade, hipsometria, densidade de drenagem, solo e uso e ocupação da terra. Os resultados obtidos na pesquisa demonstram que as regiões mais susceptíveis às inundações periódicas estão caracterizadas entre cotas altimétricas (210 e 240m) e declividade com terrenos planos a ondulados (0 – 2%; 2 – 5%). Desta forma, as áreas mais sujeitas às inundações, classificadas como média e alta situam-se nos trechos de médio a baixo curso da bacia hidrográfica.

 

Palavras-Chave: Susceptibilidade; Análise integrada; bacia hidrográfica

Biografia do Autor

Marcelo Divino Ribeiro Pereira, Universidade Federal do Tocantins - UFT

Professor dos Cursos de Geografia (Licenciatura e Bacharelado) do Campus de Porto Nacional - UFT.

Publicado
2019-02-12