Tecnologia Acessível: reflexões sobre a utilização de recursos tecnológicos sonoros como acessibilidade aos textos literários para o aprendiz com deficiência visual

Palavras-chave: Acessibilidade. Tecnologia. Literatura.

Resumo

Este trabalho traz a reflexão sobre os recursos tecnológicos sonoros como acessibilidade aos textos literários às pessoas com deficiência visual. Abordar a importância da tecnologia, discutir as possibilidades de acesso à informação e evidenciar as mesmas situações de aprendizagem aos alunos com e sem deficiência são objetivos desta proposta. Caracterizada de natureza bibliográfico-reflexiva, esta produção, concebe o Sistema Operacional Dosvox e o Programa MecDaisy, como recursos de tecnologia assistiva educacional como também o Sistema Braille. A fundamentação teórica e reflexiva tem por base as contribuições de autores, como, Lira (2004), Sonza (2004), Delpizzo (2005), Barbosa (2010) entre outros que discutem e abordam sobre a acessibilidade ao saber literário. Assim, espera-se que a temática, contribua no processo reflexivo, na oferta e na familiarização com a literatura para educandos deficientes visuais em situação de aprendizagem intermediada pelos recursos tecnológicos sonoros e acessíveis na escola regular.

Palavras – chave: Acessibilidade. Tecnologia. Literatura.

ABSTRACT

This paper presents a reflection on sound technological features such as accessibility to literary texts to people with visual disabilities. Address the importance of technology; discuss the possibilities of access to information and evidence the same learning situations for students with and without disabilities are goals of this proposal. Characterized bibliographicreflective nature, this production sees Dosvox Operating System and Program MecDaisy as educational assistive technology resources as well as the Braille system. The theoretical and reflective reasoning is based on contributions from authors such as, Lira (2004), Sonza (2004), Delpizzo (2005), Barbosa (2010) and others who argue and discuss about the accessibility of literary knowledge. Thus, it is expected that the subject contributes reflective process in supply and familiarity with the literature for visually impaired students in learning situations mediated by sound and technological resources available in the regular school.

Keywords: Accessibility. Technology. Literature.

Referências

ANASTÁCIO, S. M. G.; TUREK, L. T. Z. Criação de mídias sonoras como instrumento de acessibilidade a textos literários. In: XII Congresso Internacional da ARALIC: Centro, Centros – Ética, Estética. Anais... UFPR – Curitiba, Brasil, 18 a 22 de julho de 2011.

Disponível em . Acesso em 20 set. 2013.

AMBINDER, D. M. et al. Biblioteca escolar e cidadania: uma revisão de literatura. In: Congresso Brasileiro de Biblioteconomia, Documentação e Ciência da Informação. Anais... Curitiba. Associação Bibliotecária do Paraná/ FEBAB, 2005. CD – ROM.

ARAÚJO, E. A. Informação, cidadania e sociedade no Brasil. In: Revista Informação & Sociedade: estudos. Paraíba, v. 2, n. 1, 1992.

AUDIOBOOK E MECDAISY. Manual e instalação de uso. 2011. Disponível em <http://www.styx.nied.unicamp.br:8080/todosnos/audiobook-aiu/instrucoes> Acesso em 23 ago. 2013.

AULETE, C. Minidicionário Contemporâneo da Língua Portuguesa. – Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2004.

BERSCHE, R.; TONOLLI, J. C. Introdução ao conceito de tecnologia assistiva e modelos de abordagens da deficiência. In: Bengala Legal, 2000. Disponível em<http://www.bengalalegal.com>. Acesso em 23 out. 2012.

DOMINGUES, C. A.; CARVALHO, S. H. R.; ARRUDA, S. M. C. P. Parte I – Alunos com baixa visão. In: DOMINGUES, C. A. et al. A Educação Especial na Perspectiva da Inclusão Escolar: os alunos com deficiência visual: baixa visão e cegueira. – Brasília: Ministério da Educação, Secretaria da Educação Especial. Fortaleza: Universidade Federal do Ceará, 2010.

FERRONI, T. A. Considerações sobre o ensino de informática para o deficiente visual. Estudo de caso: ferramenta DOSVOX. São Paulo: Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza. Faculdade de Tecnologia da Zona Leste, 2009.

GABRILLI, M. Manual de convivência: pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. 2ª ed. – São Paulo, 2007.

GONÇALVES, E. F. P. As tecnologias assistivas e a atuação do bibliotecário como intermediário entre as fontes de informação e deficiente visual. In: Revista Múltiplos Olhares em Ciência da Informação, v. 2, n. 1, mar. 2012. Disponível em

<http://www.portalperiodicos.eci.ufmg.br/index.php.moci/articleqdownload/../1137>. Acesso

em 22 abr. 2013.

KLEIMAN, A. Oficina de leitura: teoria e prática. Campinas: Pontes, 1996.

LIRA, A. K. M. O Projeto acessibilidade na UFC: uso de computadores na educação de

pessoas cegas. In: II Congresso Brasileiro de Extensão Universitária. Anais... Belo Horizonte, 2004. Disponível em http://www.ufgm.br/congrext/Educa/educa123.pdf>. Acesso em 22 abr.

MATOS, M. Reflexões sobre literatura. Ler e escrever: ensaios. Lisboa, IN – CM, 1987.

MELLO, N. R. Livro digital acessível. In: IX Colóquio de Pesquisa sobre Instituições

Escolares – História e atualidade do Manifesto Pioneiros da Educação Nova, 19, 20 e 21 de

julho de 2013. Centro de Pós-Graduação da Universidade Nove de Julho – UNINOVE.

Anais... São Paulo: UNINOVE, 2013. Disponível em<http://www.ufrgs.br/sead/events/ixcoloquio-de-pesquisa-sobre-instituicoes-escolares> Acesso em 02 fev. 2014.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Nova tecnologia torna livros acessíveis a alunos cegos, 2011. Disponível em <http://www.portal.mec.gov.br/index.php?>. Acesso em 22 out. 2012.

OLIVEIRA, H. B. L. Introdução ao conceito de função para deficientes visuais com o auxílio do computador. (Dissertação de Mestrado em Ensino da Matemática). Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2010. Disponível em Acesso em 28 out. 2012.p.

PEREIRA, P.; SALAU, B. MECDAISY: um novo espaço virtual para os deficientes visuais no Brasil em 2009. In: XVIII CIC XI ENPOS – I Mostra Científica. Evoluir sem Extinguir: por uma ciência do devir, 20, 21, 22 e 23 no Parque SESI. Anais... Rio Grande do Sul: Universidade Federal de Pelotas, 2009.

QUEIROZ, M. A. Acessibilidade web: tudo tem sua primeira vez. 2006. Disponível em <http://www.bengalalegal.com/capitulomaq.php>. Acesso em jul. 2013.

RABÊLLO, R. S. Teatro-Educação: uma experiência com jovens cegos. Salvador: EDUFBA, 2011.

SÁ, E. D.; SIMÃO, V. S. Aluno com cegueira. In: DOMINGUES, C. A. et al. A Educação Especial na Perspectiva da Inclusão Escolar: os alunos com deficiência visual: baixa visão e cegueira. – Brasília: Ministério da Educação, Secretaria da Educação Especial. Fortaleza:

Universidade Federal do Ceará, 2010.

SASSAKI, R. K. Processos de empregabilidade de pessoas com deficiência. In: Revista Nacional de Tecnologia Assistiva, nº 1, 1ª ed. nov. São Paulo, 2009. SILVA, E. T. Elementos da pedagogia da leitura. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

SONZA, A. P. Acessibilidade de deficientes visuais aos ambientes digitais/virtuais. (Dissertação Programa de Pós-Graduação). Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande de Sul, 2004.

TORRES, E. F.; MAZZONI, A. A.; ALVES, J. B. M. A Acessibilidade à informação no Espaço Digital. Ci. Inf., Brasília, v. 31, n. 3, p. 83-91, set/dez. 2002. Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-19652002000300009>. Acesso em 20 set. 2013.

Publicado
2015-07-03
Como Citar
Tecnologia Acessível: reflexões sobre a utilização de recursos tecnológicos sonoros como acessibilidade aos textos literários para o aprendiz com deficiência visual. (2015). DESAFIOS - Revista Interdisciplinar Da Universidade Federal Do Tocantins, 1(2), 84-103. https://doi.org/10.20873/uft.2359-3652.2015v1n2p84
Seção
Artigos