SOLOS E PROCESSOS EROSIVOS NA GEOGRAFIA ESCOLAR BRASILEIRA

the state of art

  • Junimar José Américo de Oliveira Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Resumo

No presente artigo será apresentado o Estado da Arte das pesquisas em geografia escolar em educação em solos e processos erosivos, a partir da análise das produções brasileiras em forma de artigos, monografias, dissertações e teses, entre 2013 e 2017, verificadas no Portal de Periódicos CAPES, Scielo, ResearchGate, Google Scholar e os Anais do Simpósio Brasileiro de Educação em Solos (2014 e 2016). O objetivo é evidenciar os temas pesquisados sobre o ensino de geografia com abordagem em solos e processos erosivos nos anos finais do ensino fundamental e no ensino médio, bem como apresentar as instituições de ensino superior que incentivam este tipo de pesquisa no Brasil. Encontrou-se oito publicações que tratam sobre a temática, de oito instituições de ensino superior diferentes. Destacam-se em os seguintes temas: práticas de ensino e análise de materiais didáticos. Os trabalhos analisados trazem contribuições relevantes para o entendimento das necessidades e possibilidades das discussões de solos e processos erosivos na geografia escolar, apesar de evidenciarem que ainda são inúmeras as dificuldades enfrentadas pelos pesquisadores. Por fim, por ser uma atividade árdua e complexa, o Estado da Arte possui caráter crítico e reflexivo, auxiliando no desenvolvimento de novas demandas de pesquisa, conceitos e paradigmas.

Publicado
2020-03-24
Como Citar
de Oliveira, J. J. A. (2020). SOLOS E PROCESSOS EROSIVOS NA GEOGRAFIA ESCOLAR BRASILEIRA. DESAFIOS - Revista Interdisciplinar Da Universidade Federal Do Tocantins, 7(1), 78-87. https://doi.org/10.20873/uftv7-6362
Seção
Artigos