O ASSENTAMENTO LUAR DO SERTÃO NA CIDADE DE ANANÁS-TO:

O PERTENCIMENTO DO LUGAR NA PERSPECTIVA DO FUTURO PELA SOBREVIVÊNCIA

  • Gleison Mourão da Silva Universidade Federal do Tocantins
  • Alberto Pereira Lopes ²Prof; Orientador do Curso de Licenciatura em Geografia/UFT, Campus de Araguaína

Resumo

A criação dos assentamentos rurais no Brasil geralmente são frutos de intensas manifestações organizadas por trabalhadores rurais, que lutam pela reforma agrária e para que a constituição brasileira seja respeitada mediante aquelas terras que não estejam cumprindo sua função social, e estas sejam desapropriadas. Dessa forma, o objetivo desse trabalho é mostrar de forma contextualizada a luta dos trabalhadores rurais, e suas novas perspectivas de vida, em conjunto com a Comissão da Pastoral da Terra - CPT em relação á criação do Assentamento Luar do Sertão no município de Ananás. O Assentamento Luar do Sertão teve uma finalidade social ainda maior em relação à reforma agrária, que foi assentar trabalhadores e suas famílias que foram resgatadas vitimas da escravidão por dívida na região do bico do papagaio, destinando-lhes um lugar onde esses pudessem trabalhar e se estabelecer para garantir o sustento familiar.

Palavras Chave: Assentamentos; Trabalho; Futuro.

Referências

BERGAMASCO, SONIA MARIA. O que são Assentamentos Rurais. São Paulo: Brasiliense, 1996.

BRASIL. Direitos Humanos no Brasil 2004: Relatório da rede social de justiça e direitos humanos. São Paulo, 2004

BRASIL. Plano do MDA/INCRA para a erradicação do trabalho escravo. 2. Ed (Rev.). Brasília, Ministério do Desenvolvimento Agrário, 2005.

LOPES, A. P. Escravidão por dívida no norte do estado do Tocantins: vidas fora do compasso. 2009. 315f. Tese. (Doutorado em Ciências Humanas). – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciência Humanas – FFLCH, Universidade de São Paulo, São Paulo, São Paulo. 2009.

BRASIL. Presidência da República. Secretaria Especial dos Direitos Humanos. II Plano Nacional para Erradicação do trabalho Escravo. Brasília, SEDH, 2008.

CPT, Comissão Pastoral da Terra. Estatística do Trabalho Escravo no Brasil. Campanha CPT – T.E. Janeiro, 2016

DAMIANI, Amélia. O lugar e produção do cotidiano. In: CARLOS, Ana Fani (org.) Novos caminhos da geografia. São Paulo: Contexto, 2002

MARTINS, J.de S. Fronteira: a degradação do outro nos confins do humano. São Paulo: Hucitec, 1997.

CPT, Comissão Pastoral da Terra. Estatística do Trabalho Escravo no Brasil. Campanha CPT – T.E. Janeiro, 2013.

MARTINS, A.R. Fronteiras e noções. São Paulo: Contexto, 1992. (Repensando a geografia).
Publicado
2018-10-31
Como Citar
da Silva, G. M., & Lopes, A. P. (2018). O ASSENTAMENTO LUAR DO SERTÃO NA CIDADE DE ANANÁS-TO:. DESAFIOS - Revista Interdisciplinar Da Universidade Federal Do Tocantins, 5(Especial), 189-195. https://doi.org/10.20873/uft.2359-3652.2018v5nEspecialp189