O perfil do usuário de uma Unidade Básica de Saúde integrada a uma Faculdade Privada

Autores

  • Maria Romana Friedlander Instituto Educacional Santa Catarina, Faculdade Guaraí (FAG) Universidade Federal do Tocantins
  • Carla Regina Rocha Guimarães Instituto Educacional Santa Catarina. Faculdade Guaraí (FAG)
  • Eliane Fabichacki Instituto Educacional Santa Catarina. Faculdade Guaraí (FAG)

Palavras-chave:

Atenção Básica de Saúde, Atenção Básica à Saúde, Integração Ensino Serviço, Integração ensino Serviço, Perfil de usuário, Perfil do Usuário, Sistema Único de Saúde (SUS).

Resumo

RESUMO

Num município do Tocantins implantou-se uma unidade integrada de ensino e assistência à saúde, produto de convênio entre o município e uma faculdade privada – o Espaço-Saúde. O estudo propõe-se a caracterizar o perfil dos usuários quanto às variáveis  sociodemográficas e de saúde encontradas nos prontuários, de junho de 2012 até maio de 2014. Trata-se de um trabalho retrospectivo e descritivo, com abordagem quantitativa. Concluiu-se que a clientela foi composta por 946 indivíduos, prioritariamente: do sexo feminino, da faixa etária dos 18 aos 60 anos, com poucos anos de escolaridade e residentes na área urbana. No que concerne às 2009 consultas médicas, a maioria absoluta apenas compareceu a 1 ou 2. Os principais motivos alegados para a necessidade da consulta foram: o  seguimento de puericultura e consultas de rotina, bem como pedidos de receitas de medicamentos, pedidos de atestados, pedidos de exames complementares e conhecer resultados dos exames. Entre os sintomas, a dor e a febre foram os mais referidos. Sobre os diagnósticos médicos, percebeu-se  que as viroses e a hipertensão foram os mais comuns. Estas informações podem fundamentar inovações no sistema de atendimento, na programação do ensino e na implantação de programas multidisciplinares.

Palavras-chave:  Atenção Básica de Saúde. Integração Ensino Serviço. Perfil de usuário.

 

ABSTRACT

In a town of Tocantins , it was implanted an integrated unity of education and health assistance, product of a partnership between the town and a private college – the Health Space. The study  proposes to characterize the users’profile concerning the sociodemographic and health variables found in the chart of the users of the Health Space from June 2012 to May 2014. It is a retrospective and descriptive study with a quantitative approach. It was concluded that the clientele was composed of 946 individuals, mainly: female, from 18 to 60 years old, with few years of school attendance and living in the urban area. In what concerns the 2,009 medical appointments, the absolute majority just showed up to one or two medical appointments.  The main reasons given to the necessity of an appointment were the childcare segment and routine appointments, as well as requests for prescriptions, sick leaves and complementary exams, and to know the results of the exams. Among the symptoms, pain and fever were the most referred ones. About the medical diagnosis, it was noticed that virus diseases and hypertension were the most common ones. These pieces of information can base innovations in the attending system, learning program and in the implantation of multidisciplinary programs.

Keywords: Basic Health Care. Service Learning Integration. User Profile.

RESUMEN

En el municipio de Tocantins se implantó una unidad integrada de enseñanza y cuidados a la salud, como resultado de un acuerdo entre el municipio y una universidad privada – El Espacio-Salud. El estudio tiene como objetivo caracterizar el perfil de los usuarios con respecto a las variables sociodemográficas y de salud encontradas en los registros médicos, desde junio de 2012 hasta mayo de 2014. Se trata de un estudio retrospectivo y descriptivo, con un enfoque cuantitativo. Se concluyó que la clientela estaba compuesta de 946 personas, principalmente: mujeres, con rango de edad entre 18 y 60 años, baja escolaridad y residentes en zona urbana. Con respecto a las consultas médicas de 2009, la mayoría absoluta apenas fueron 1 ó 2 veces. Las principales razones relatadas para la necesidad de consulta fueron: continuidad de cuidado con los niños y consultas de rutina, así como solicitudes de recetas de medicamentos, pedidos certificados médicos, solicitud de análisis complementares y conocer los resultados de los análisis médicos. Entre los síntomas, el dolor y la fiebre fueron los más mencionados. Acerca de los diagnósticos médicos, se observó que los virus y la hipertensión fueron los más comunes. Estas informaciones pueden apoyar innovaciones en el sistema de atención médica, en la programación de la enseñanza e implantación de programas multidisciplinares.

Descriptores: Atención Primaria de Salud; Integración Enseñanza Servicio; Perfil de Usuario.

Biografia do Autor

Maria Romana Friedlander, Instituto Educacional Santa Catarina, Faculdade Guaraí (FAG) Universidade Federal do Tocantins

Enfermeira, Doutora pela Universidade de São Paulo (USP). Coordenadora de Pesquisa da FAG. Professora Titular da FAG.

Professora Adjunta da UFT

Carla Regina Rocha Guimarães, Instituto Educacional Santa Catarina. Faculdade Guaraí (FAG)

Zootecnista. Especialista em Docência do Ensino Superior. Mestre em Ciência Animal Tropical. Professora Adjunta da Faculdade Guaraí.

Eliane Fabichacki, Instituto Educacional Santa Catarina. Faculdade Guaraí (FAG)

Biomédica. Ex-estagiária no Espaço Saúde. Professora Auxiliar da FAG

Referências

– ALBUQUERQUE, V.S. GOMES A.P. et al. 2008. A integração ensino serviço no contexto dos processos de mudança na formação superior dos profissionais de saúde. Revista Brasileira de Educação Médica, 32(3):356-362.

– COSTA-JUNIOR, F.M. MAIA A.C.B. 2009. Concepções de homens hospitalizados sobre a relação entre gênero e saúde. Psicologia: Teoria e Pesquisa, 25(1):55-63.

– FELIX, W. et al. 2012. A integração ensino-serviço: uma proposta de inserção do estudante de enfermagem no controle da Tuberculose. Rev enferm UFPE on line, 6(4):915-23.

– FONTES W.D. et al. 2011. Atenção à saúde do homem: interlocução entre ensino e serviço. Acta Paul Enferm, 24(3):430-433.

– GOMES, R. 2003. Sexualidade masculina e saúde do homem: proposta para uma discussão. Ciência e Saúde Coletiva, 8(3):825-829.

– MAGNAGO R.F. et al. 2009. Perfil dos usuários do posto de saúde da família do bairro Humaitá, Tubarão -SC. Arquivos Catarinenses de Medicina, 38(2):12-20.

- NEVES M.A.B. SPINELLI, M.A. 2008. Integração ensino-serviço de saúde: o internato rural médico da Universidade de Mato Grosso. Trabalho, Educação e Saúde (Rio de Janeiro), 6(2):

– PIMENTEL I.R.S. et al. 2011. Caracterização da demanda em uma Unidade de Saúde da Família. Rev bras med fam comunidade, 6(20):175-81.

– PIZZINATO, A. et al. 2012. A integração ensino-serviço como estratégia na formação profissional para o SUS. Revista Brasileira de Educação Médica, 36(1, supl.2):170-77.

– CUNHA, G, et al. 2007. Estatística aplicada às ciências e tecnologias da Saúde. Lisboa: Lidel Editora; 2007. 180 p.

– BRASIL, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 2010. Projeção da População do Brasil e das Unidades Federativas, Tocantins, Guaraí. Disponível em http://www. cidades.ibge.gov.br/xtras/perfil/php?codmun=170930. Acesso em 21/10/2015.

Downloads

Publicado

2016-11-21

Edição

Seção

Artigos