Educação Patrimonial: a “Ponte” entre os Centros de Memória e os Jovens

Palavras-chave: Educação patrimonial, preservação, interação e cultura.

Resumo

O presente estudo reflete sobre as ações de educação patrimonial nos centros de memória e a importância da parceria constante entre os centros de memória e as instituições educacionais para alcançar o objetivo final de interação entre o público visitante e os centros de memória. Além disso, a pesquisa percebe a educação patrimonial como a ponte necessária, quando bem implementada, para a interação do público jovem com os centros de memória.

Palavras-chave: Educação patrimonial, preservação, interação e cultura.

Abstract

This study reflects about the actions of heritage education in memory centers and the importance of the continued partnership between the memory centers and educational institutions to achieve the ultimate goal of interaction between the visitors and the memory centers. Besides, the research realizes the heritage education as a necessary bridge, when well implemented, for the interaction of young people with the memory centers.

Keywords: Heritage Education, preservation, interaction and culture.

Referências

ALMEIDA, Adriana Mortara. Desafios da relação Museu-escola. In: Revista Comunicação e Educação. São Paulo, p. 50 a 56. Set/Dez, 1997.

Constituição da República do Brasil. 1988. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituicao.htm>. Acesso em: 15 jun. 2011.

COSTA, Heloisa Helena F. G. da. Museus, pontes entre gerações. In:Revista Museu, 15 de mai. 2005. Extraído: www.revistamuseu.com.br/18demaio/artigos.asp?id=5985. Acesso em 5 de mai. de 2014.

FENALTI, Naiani. M. S. Gaspar Silveira Martins e o Município “Silveira Martins”: Memória, identidade e patrimônio. 2011. 134 f. Dissertação (Mestrado em Patrimônio Cultural) – Universidade Federal de Santa Maria, 2011.

__________. A Construção da imagem de Gaspar Silveira Martins: análise de biografias. 2009. 55f. Monografia (Trabalho de Conclusão de Curso) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2009.

GALLOIS, Dominique Tilkin. Patrimônio Cultural Imaterial e Povos Indígenas. Instituto de Pesquisa e Formação em Educação Indígena (IEPÉ), 2006.

GRÜNBERG, Evelina. Educação patrimonial: utilização dos bens culturais como recursos educacionais. Cadernos do Centro de Organização do Oeste (CEOM), ano 12, dez. 2000.

GRUNBERG, Evelina; HORTA, Maria de Lourdes Parreiras; MONTEIRO, Adriane Queiroz. Guia de Educação patrimonial. Brasília: Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, Museu Imperial, 1999.

HAIGERT, Cynthia Gindri. Patrimônio Cultural: Interagindo com a comunidade. In:MILDER, Saul Eduardo Seiguer. As várias faces do patrimônio. Santa Maria: Pallotti, 2006.

IZQUIERDO, Ivan. Memória. Porto Alegre: Editora Artes Médicas (ArtMed), 2002.

LIMA, Janice Shirley Souza. Educação patrimonial: na área do projeto Serra do Sossego Canaã dos Carajás (PA). Belém: MPEG/CRVD-MSS/FIDESA, 2003.

MENESES, Ulpiano T. Bezerra de. “Os usos culturais da cultura”. Contribuição para uma abordagem crítica das práticas e políticas culturais. In: YÁGIZI, Eduardo e outros (org). Turismo: espaço, paisagem e cultura. São Paulo: Hucitec, 1996.

PELEGRINI, Sandra C. A. FUNARI, Pedro Paulo A. O que é patrimônio cultural imaterial. São Paulo: Brasiliense, 2008.

Entrevista:

DUARTE, Iana (pedagoga do Museu). Ações do Museu Sacaca. Entrevista concedida a Naiani Fenalti.

Publicado
2016-05-31
Como Citar
Educação Patrimonial: a “Ponte” entre os Centros de Memória e os Jovens. (2016). DESAFIOS - Revista Interdisciplinar Da Universidade Federal Do Tocantins, 2(2), 100-110. https://doi.org/10.20873/uft.2359-3652.2016v2n2p100
Seção
Artigos