Desenvolvimento de capacidades de linguagem no trabalho pedagógico com gênero textual

Palavras-chave: produção textual, reescrita, gênero textual, modelo didático

Resumo

Neste artigo abordamos a produção de gêneros textuais, mediada pela Sequência Didática, metodologia por meio da qual é possível ensinar modularmente um gênero. Nosso objetivo é demonstrar que o ensino de gêneros desenvolvido de forma modularpode auxiliar os estudantes na construçãode textos de forma adequada. Assim, descrevemos parte de uma experiência desenvolvida em uma escola pública de ensino médio, na qual os alunos do 2º ano produziram uma resenha de filme a ser veiculada na escola e em um blog. Para isso, nos embasamos em autores como Dolz et al., (2010) e Bronckart(2007), que consideram a linguagem como forma de interação e o gênero textual como instrumento por meio do qual os alunos são capazes de desenvolver as capacidades de linguagem. A pesquisa demonstra que a Sequência Didática possibilitou aos estudantes apreenderem os conhecimentos necessários para a escrita adequada do gênero abordado.

 

Palavras-chave: produção textual; reescrita; gênero textual; modelo didático

 

ABSTRACT

In this article we discuss the production of genres, mediated Didactic Sequence methodology through which to teach modularly a genre. Our goal is to demonstrate that the teaching of genres developed modularly can assist students in building properly texts. Thus, we describe part of an experiment carried out in a high school public school, in which students of 2nd year produced a movie review to be published in school and in a blog. For this, we base in authors like (Dolz et al., 2010) and (Bronckart, 2007), who consider language as a form of interaction and the genre as a tool through which students are able to develop the capabilities of language. Research shows that the Didactic sequence enabled the students grasp the knowledge required for proper writing addressed genre.

Keywords: text production; rewriting; text genre; didactic model

Referências

BARROS, D. L.P. Interação em anúncios publicitários. In: PRETI, Dino (org.). Interação na fala e na escrita. São Paulo: Humanitas, 2002.

BENVENISTE, E. Problemas de linguística geral II. Campinas: Pontes, 1989.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: Ensino Fundamental. Brasília: MEC, 1998.

BRONCKART, J-P. Atividade de Linguagem, Textos e Discursos: por um interacionismo sociodiscursivo. São Paulo: EDUC, 2007.

DOLZ, J. et alii. Sequências didáticas para o oral e a escrita: apresentação de um procedimento. In: SCHNEUWLY, Bernard; DOLZ, Joaquim (orgs.). Gêneros orais e escritos na escola.. Trad. de Roxane Rojo e Glaís Sales Cordeiro. Campinas: Mercado de Letras, 2010.

FIORIN, J. L. As astúcias da enunciação. São Paulo: Ática, 2010.

GERALDI, J. W. O texto na sala de aula. Cascavel: ASSOESTE, 1984.

MACHADO, A. R. Os textos de alunos como índices para avaliação das capacidades de linguagem. In: MARI, H.; MACHADO, I. L.; MELLO, R. (org.). Análise do Discurso em Perspectivas. Belo Horizonte, v. 1, p. 215-230, 2003.

_________. A organização sequencial da resenha crítica. The ESPecialist, vol. 17, n. 2, p.133-149, 1996.

MACHADO, A. R.; LOUSADA, E.; ABREU-TARDELLI, L.S. Resenha. São Paulo: Parábola Editorial, 2004.

NEVES, M. H. M.. Texto e gramática. São Paulo: Contexto, 2011.

Publicado
2016-05-31
Como Citar
Desenvolvimento de capacidades de linguagem no trabalho pedagógico com gênero textual. (2016). DESAFIOS, 2(2), 43-63. https://doi.org/10.20873/uft.2359-3652.2016v2n2p43
Seção
Artigos