Edição Atual

v. 7 n. 11 (2021): 11º Edição Revista CSDT
					Visualizar v. 7 n. 11 (2021): 11º Edição Revista CSDT

Editorial CSDT, edição especial 11° ENAPEGS (2021)

A revista CSDT nesta edição especial com trabalhos do 11° ENAPEGS[1] assume plenamente seu enfoque recentemente explicitado: “Extensão na Prática” e, traz referências objetivas sobre a diversidade de abordagens que poderão contribuir à meta federal de inclusão formal das atividades de extensão nos currículos universitários.

Entre os nove artigos, dois oferecem título inspirador “Mulherismo Afrikana” e “O Fio das Missangas”. Eles se inserem respectivamente nos grupos de artigos sobre educação e, tecnologia. Um terceiro grupo reúne os artigos com ênfase no Território, escala da possível integração das políticas públicas, nas relações e lutas sociais.

Três artigos, que discutem a educação no meio rural e em comunidades tradicionais, mostram a importância da “vivência dos discentes” na Escola José Sabia (CE), da prática do diálogo na construção do campo da agroecologia (RJ) e dos saberes ancestrais das mulheres (SE). Todos registram o efeito da extensão na construção de uma nova percepção do meio e protagonismo dos envolvidos.

Quatro artigos focalizam as tecnologias produzidas nas relações sociais: por iniciativa local no provimento de solução de abastecimento de água (RJ) e por diversos modelos universitários de incubação de empreendimentos de tipo solidário, em Lavras (MG), Camboriú (SC), Cariri e Acaraú (CE).

Finalmente, dois artigos resgatem o quadro institucional da participação social com marco na constituição cidadã (1988), em territórios marcados por megaempreendimentos (RJ) e afastados deste tipo de impactos no Vale do Jiquiriçá (BA), em ambos os casos foi organizado um colegiado territorial que recebeu apoio de NEDET[2].

Esta diversidade corresponde também à evolução da Rede de Pesquisadores em Gestão Social - RGS, fortemente identificada no seu princípio com o campo de públicas (políticas de estado), se diversificando paulatinamente incluindo as relações do campo do poder inscritas, perceptíveis e controláveis no território.

Estes trabalhos foram apresentados e discutidos no GT 16[3] do ENAPEGS; eles relatam experiências conduzidas nas universidades do Cariri e do Vale do Acaraú no Ceará (UFCA e UEVA), na Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), de Lavras em Minas (UFLA), do Recôncavo baiano (UFRB) e, de Sergipe (UNIT).

Além de tudo, estas páginas constituem um primeiro esboço do 12º ENAPEGS (2023), a ser realizado nas baias de Sepetiba e da Ilha Grande/RJ, pelas universidades fluminenses, com coordenação do PEPEDT[4]/UFRRJ). O tema será: Interdisciplinaridade, inclusão e extensão: por uma conexão de saberes entre teoria e prática.

Boa leitura.

Patrick M Maury, Pós-doutorando PEPEDT/UFRRJ

 

[1] Encontro Nacional de Pesquisadores em Gestão Social.

[2] Núcleo de Extensão em Desenvolvimento Territorial.

[3] Composto por quatro mesas: (a) Capacitação, Inclusão produtiva e Desenvolvimento territorial, (b) Extensão e Participação social, (c) Ações em campo: teoria com prática, (d) Prática da extensão e Desenvolvimento territorial.

[4] Programa de Ensino, Pesquisa e Extensão em Desenvolvimento Territorial e políticas públicas

Boa leitura.

___________________________________________________

SUMÁRIO

Artigo 01 - AÇÕES SOCIAIS REALIZADAS ENTRE A INCUBACOOP/UFLA E A CORPAAG EM LAVRAS-MG (Gustavo Costa Teixeira; José Roberto Pereira) ......................... 05 - 18

Artigo 02 - ATIVIDADE DE EXTENSÃO E DESENVOLVIMENTO SOCIAL VISANDO A SEGURANÇA HÍDRICA DAS ÁGUAS OBTIDAS ATRAVÉS DE SOLUÇÕES ALTERNATIVAS INDIVIDUAIS (Decio Tubbs Filho; Adriana Schueler) ......................... 19 - 32

Artigo 03 - GESTÃO SOCIAL, PARTICIPAÇÃO SOCIAL E DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL SUSTENTÁVEL: UMA ANÁLISE DO DESENVOLVIMENTO DE ITAGUAÍ-RJ (Nicholas Augusto Mendes da Rocha Lima; Lamounier Erthal Villela) ......................... 33 - 52

Artigo 04 - EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA E PARTICIPAÇÃO SOCIAL: A EXPERIÊNCIA DO LABORATÓRIO DE APRENDIZAGEM EM ECONOMIA SOCIAL E SOLIDÁRIA EM BALNEÁRIO CAMBORIÚ/SC (Pompilio Locks; Danilo Melo; Vanêssa Pereira Simon; Luiz Filipe Goldfeder Reinecke) ......................... 53 - 69

Artigo 05 - MULHERES PRETAS NA RESISTÊNCIA: A RELAÇÃO ENTRE O MULHERISMO AFRICANA E AUTO ORGANIZAÇÃO DE MULHERES PRETAS NO ESTADO DE SERGIPE (Tayane Michele Santos Rocha; Érica Maria Delfino Chagas; Ilzver de Matos Oliveira) ......................... 70 - 80

Artigo 06 - PARTICIPAÇÃO SOCIAL NO COLEGIADO TERRITORIAL: UM DESAFIO PARA SOCIEDADE CIVIL (Seonária Costa Santana; Alane Amorim Barbosa Dias; Anderson Moreira de Jesus; Cláudio Costa Santana) ......................... 81 - 95

Artigo 07 - RELATO DE EXPERIÊNCIA O CONTEXTO DA EDUCAÇÃO NA ZONA RURAL NA E.E.I.F. JOSÉ SABIÁ: A VIVÊNCIA DO PROGRAMA DE EXTENSÃO PAIDÉIA CIDADE EDUCADORA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI (UFCA) (CRUZ, Regina Pimentel; NASCIMENTO, Patrícia de Freitas ; SILVA, Elaine Wergila Santana da; BARRETO, Polliana de Luna Nunes) ......................... 96 - 105

Artigo 08 - “O FIO DAS MISSANGAS”: TRAJETÓRIAS E DESAFIOS DAS INCUBADORAS DE ECONOMIA SOLIDÁRIA EM TERRITÓRIOS SINGULARES (Victoria Régia Arrais de Paiva; Gil Célio de Castro Cardoso) ......................... 106 - 122

Artigo 09 - FORMAÇÃO DE JOVENS EM AGROECOLOGIA COMO MEIO DE AMPLIAR CONHECIMENTOS E RETERRITORIALIZAÇÃO DOS ESPAÇOS RURAIS (BRANDÃO, Vinícius Henrique; VILLELA, Lamounier Erthal) ......................... 123 - 134

Publicado: 2021-12-23
Ver Todas as Edições

A Revista Controle Social e Desenvolvimento Territorial (ISSN 2527-1253), tem o apoio do programa Pró-Integração da CAPES (edital n.55/2013 (CAPES/MI)) promovendo a difusão das pesquisas elaboradas nas temáticas que envolvem as questões concernentes ao Desenvolvimento Territorial, Regional e Políticas Públicas no que tange ao controle social e novos instrumentos de participação política, bem como arranjos sociais e institucionais. Sendo um periódico semestral editado conjuntamente através da parceria interinstitucional de três programas de pós-graduação Stricto Sensu no Brasil. O Programa de Estudos em Gestão Social PEGS, vínculado a Escola Brasileira de Administração Pública e Empresas EBAPE/FGV; A área de concentração denominada de Políticas Públicas Comparadas do PPGCTIA/UFRRJ e UNRC – Programa de Pós-Graduação e Ciência Tecnologia e Inovação em Agropecuária da Universidades Federal Rural do Rio de Janeiro, também conhecido como Binacional pela sua parceria com a Universidade de Rio Cuarto da província de Córdoba-Argentina, o PPGDT/UFRRJ – Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Territorial e Políticas Públicas da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, e o Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional – Universidade Federal do Tocantins.

A revista aceitará para submissão artigos, ensaios, casos de ensino e resenhas de obras, todos dentro da área de Controle Social e Desenvolvimento Territorial e temáticas afins, incluindo também propostas nas áreas de Gestão Social, Economia Solidária, Desenvolvimento Sustentável, Igualdade Participativa, Cidadania, políticas públicas, etc. Essas temática guarda em sua lógica um amplo e dinâmico espectro de teorias construídas com a finalidade analítica e/ou instrumental de transformação das realidades locais. Neste sentido teoria e prática se contrapõem dialeticamente como em uma espiral que evolui e acumula conhecimentos sobre os modelos de governança, de controle social, de gestão social e participação, de novas modelagens de políticas públicas, de consórcios, de planos diretores, entre outras perspectivas que contemplem a análise territorial.